14 de abril de 2017

Um agradecimento aos torcedores de Kimi Räikkönen


Eu ia escrever um texto hoje, para responder aos comentários sempre machistas e desrespeitosos que a dupla do SporTV Sérgio Maurício e Lito Cavalcanti tem para fazer toda vez que eles comentam sobre as torcedoras de Kimi Räikkönen, como se a gente só existisse e torcesse para o piloto porque ele é bonito, mas daí decidi que não vale a pena.

Portanto, vamos ao que realmente importa, Mr. Kimi Räikkönen, nosso Iceman.


Torcer por Kimi é uma das experiências mais bacanas e especiais que já vivi como uma apaixonada por competições esportivas. Ganhei tanto, mas tanto (e não falo de vitórias, falo de experiências, aprendizados, amigos e momentos especiais) pelo simples fato de ter começado a ser torcedora deste finlandês que jamais serei grata o suficiente a ele. Por tudo.

E em momentos como este, em que temos visto Kimi passar por problemas, e infelizmente por sabermos o que poderá resultar disto, tenho observado e muito a reação dos torcedores do Iceman. Tanto daqueles que são meus amigos e/ou conhecidos nas mídias sociais, ou daqueles que estão nos grupos, páginas, fóruns e comunidades que participo internet afora. E tem sido extremamente reconfortante saber que não estou sozinha. Estamos unidos em sentimento e torcida. E nada pode destruir isto, nem mesmo a Ferrari.

Como eu disse na minha coluna na última segunda (quem não leu, aqui está o link), Kimi pode estar sozinho dentro de seu time, mas jamais estará só fora dele. Não importa o que aconteça, ele só precisa olhar ao redor e verá que não está sozinho, pois nós estamos lá, na torcida, na luta, em sua defesa. Nós sempre estaremos lá por ele.

Portanto, obrigada a cada torcedor de Kimi que tem pelas redes sociais, comentado, defendido, lutado por Räikkönen. Nós não temos como mudar as coisas dentro da pista, mas eu acredito em força positiva, creio que boas vibrações são capazes de influenciar aqueles pelos quais temos admiração ou nos importamos e tenho certeza que do jeito particular dele, Kimi sente que a gente está lá por ele. Que sempre estaremos.

Beijinhos, Ludy

3 comentários:

Anônimo disse...

Nao concordamos tbm. Tudo bem q o tempo deu uma chuchada nele, mas ele ainda é gato. Fazer o que se beleza não é qualidade de ambos. Será recalque? Falando sério, creio que os e as torcedoras dele veem primeiro o piloto e seu talento. Que ele é veloz, hábil, gosta e quer vencer corridas, isso ninguém duvida.
Sabe o que é? São aqueles caras formadores de opinião q quer levar as coisas pro o lado - é! Querem fazer a cabeça do publico, sao do contra. Eles tentam derrubar a fé na pessoa. E claro tem de criticar as fas que torcem, só torcem sem medo de ser feliz, sem culpar seu piloto. Mas sabe uma coisa? Eles nao conseguem!

Cris

Anônimo disse...

Outra coisa: a paixão pelo esporte , a torcida, o ser fã, o acompanhar da luta pelo campeonato... isso faz parte. Como também o expressar-se. Esses jornalists esqueceram dessa liberdade? Estão cegos? Nunca foram torcedores? É porque se eles já torceram saberiam que as fãs querem seu piloto ganhando e não vão ficar a corrida inteira pensando nele como um homem bonito.
Sao dois doidos, q não sabem o que dizem.

Cris

Anônimo disse...

Mesmo que ele não se importe. ...os seus torcedores estarao lá. Ele não
estará sozinho. Na concorrencia, na descrença as coisas estejam bem ou estejam mau, ele não estará sozinho.

Cris