11 de dezembro de 2017

Para rir... hahahaha

Vi no Tumblr e tive que compartilhar para relembrar aqui com vocês.

Kimi estressado por conta do volante!!! hahahaha...


Fonte: Slapdefunk

Para quem não se lembra do momento, segue abaixo!


Beijinhos, Ludy

10 de dezembro de 2017

Bonita homenagem da Mercedes

Bonito a Mercedes ter se importado em fazer algo assim com o piloto dela, em homenagem aos 100 anos de independência da Finlândia, celebrados no último dia 6.

Lindo o vídeo! Pelo menos para mim!


Beijinhos, Ludy

8 de dezembro de 2017

JB pronto para 2018!!

**
**

E teremos JB nas pistas em 2018!

Bjuss, Tati

Memórias de infância...

**

E que gracinha ele indicando Alonso!!!! ahh!! ❤❤❤❤

Cara, aqui pensando acho que tenho uma e também é por causa do meu pai... e é está aqui...

**

E você tem a sua?!

Bjuss, Tati

Driving Around With Nico Rosberg In A Lamborghini Centenario

Eu sei que Nico é departamento da Lu, mas eu acabei de ver este vídeo e preciso comentar o quão bacana é ver este moço todo desenvolto com as mídias sociais, com o You Tube.

Ele falando que está sempre assistindo ao pessoal do WTF1, tão gente-da-gente!!! #amoooo

Vale a pena vocês assistirem a esta entrevista. E devo dizer, Nico pensa o mesmo que eu sobre um determinado piloto da F1 atual!! #adorooooooo


Beijinhos Ludy

Eles vão se acostumar

Ricciardo: fãs irão se acostumar com o halo na F1

Australiano admite que novidade provoca impacto visual nos carros, mas garante que isso não afetará em nada as corridas

Daniel Ricciardo minimizou os impactos negativos da chegada do halo à F1 em 2018, afirmando que será questão de tempo até os fãs se acostumarem com a mudança estética dos carros.

A FIA introduziu a proteção de cockpit obrigatória para o ano que vem, o que causou surpresas e provocou reações diversas nos pilotos e público.

Contudo, Ricciardo compara a novidade com a mudança de regulamento da F1 de 2008 para 2009, quando uma alteração visual na proporção das asas também causou estranheza.

“Acho que as pessoas irão superar o halo bem em breve. Os fãs terão de se ajustar somente ao visual, mas as corridas não mudarão nem um pouco”, disse o australiano, em entrevista à revista americana RACER.

“Quando os carros mudaram entre 2008 e 2009, eles também não tinham boa aparência. Mas as pessoas se acostumaram, e então passou a ser normal ter uma asa traseira alta e estreita – mesmo que fosse um carro de F1 muito estranho.” 

Mesmo assim, Ricciardo vê benefícios com a novidade. “Acho que há sensações mistas entre os pilotos, imprensa e fãs. Ele não parece ser tão bacana como são os carros agora.” 

“É mais para evitar acidentes bizarros. Se alguma parte do carro voar, ele [halo] pode evitar uma fatalidade. As pessoas esquecem, mas é fácil quando não houve nenhum em alguns anos. As pessoas dizem que os carros são bons e seguros, mas toda vez que algo acontece, destaca o perigo.” 

“Não vai mudar a adrenalina do esporte, a empolgação. Tudo o que ele está fazendo é nos proteger de um acidente bizarro. A corrida será mesma. Os riscos que assumimos serão os mesmos. Então, não vejo nenhuma grande mudança.”

Fonte: br.motorsport.com

Não Ric, eu não vou me acostumar com esta monstruosidade que os carros terão a partir da temporada que vem. Não vou!

Beijinhos, Ludy

7 de dezembro de 2017

#eujásabia

**

Então, lá em 2007 e os anos seguintes quando a gente "brigava" e defendia que Alonso era um cara legal, mas que era vítima de uma imprensa maldosa e que tinha uma pauta de transformá-lo de vilão, éramos tachados de chatos e alonsistas fanáticos.

Tudo isso que alguns têm visto sobre o Fernando atualmente, nós sempre falamos... por isso, acho que posso levantar a plaquinha "eu já sabia" certo?!

AH! O menino aí do GP ganhou uma seguidora! hehe


Bjuss, Tati

Mudanças para 2018

F1 muda sistema de punição de grid para ano que vem

FIA simplifica maneira de penalizar pilotos por trocas na unidade de potência a partir de 2018

A FIA anunciou que o sistema de penalidades de grid da Fórmula 1 será ajustado para a próxima temporada com o objetivo de tornar as coisas menos confusas para os fãs.

Após o crescente desconforto com as penalidades de grid neste ano, a situação se tornou ainda mais tensa devido às preocupações de que as penas poderiam aumentar no ano que vem, com a F1 utilizando apenas três motores por temporada.

Após discussão no Conselho Mundial da FIA na última quarta-feira, uma nova estrutura de punição foi estipulada.

De agora em diante, qualquer piloto que tenha uma punição de mais de 15 lugares (o que equivale a ter três novos elementos pela primeira vez) terá que largar do fim do grid.

Um comunicado emitido pela FIA disse: "a mudança no sistema de penalidade de unidades de potência também foi aprovada. Assim, se um piloto tem uma pena superior a 15 posições no grid, ele será obrigado a iniciar a corrida do último lugar”.

"Se mais de um piloto receber a punição, eles serão organizados na parte de trás do grid na ordem em que as infrações foram cometidas."

A FIA também divulgou que outras mudanças foram colocadas nos regulamentos para 2018.

Elas incluem:

- Regulamentos relativos a procedimentos para iniciar ou retomar uma corrida atrás do carro de segurança; 
- Alteração do cronograma do evento para aumentar a flexibilidade; 
- Garantia que os testes de carros de anos anteriores só possam ocorrer em pistas que atualmente possuem licença da FIA de Grau 1; 
- Eventos de demonstração em carros anteriores não constituem teste. Nenhuma dessas demonstrações pode exceder 50 km, e apenas os pneus fabricados especificamente para este fim pelo fornecedor podem ser usados; 
- Mudanças para garantir que o óleo não possa ser usado como combustível; 
- Introdução de uma especificação detalhada para o combustível; 
- Peso e volume mínimos para armazenamento de energia (baterias); 
- Mudanças na posição de câmeras e espelhos para acomodar o Halo.

Fonte: br.motorsport.com 

Pelo menos estas punições terão que parecer menos ridículas ano que vem, porque este ano, pelo amor!!!1 Foi patético!!!!

Beijinhos, Ludy

6 de dezembro de 2017

Hoje em Helsinque: Finlândia 100 anos

Há 10 anos Kimi Räikkönen comparecia ao baile oferecido anualmente no dia da independência da Finlândia, pelo presidente do país porque ele havia acabado de se tornar campeão mundial de F1.

Hoje, novamente o Iceman está lá, ao lado de sua esposa Minttu (super mega elegante no vestido verde), desta vez para celebrar centenário da independência finlandesa, conquistado em 1917 quando eles se libertaram das forças russas.

Abaixo deixo as fotos e vídeos. Reparem que atrás de Kimi, está o bicampeão mundial de rali, Marcus Grönholm.





Beijinhos, Ludy

Hoje em Maranello

Hoje Kimi esteve na sede da Ferrari em Maranello para evento da Shell. As fotos e vídeos seguem abaixo.



 

Beijinhos, Ludy

Vlog do Hall of Fame by Nico



Ontem, no Hall of Fame Nico chorou e me fez chorar no trabalho agora. Acabou de sair o vlog com as impressões dele sobre a noite em que ele recebeu o prêmio dele e representou o pai – Keke é Keke e nem sempre está afim de badalação – E Nico é o primeiro filho a ganhar um campeonato tendo o pai vivo para vê-lo repetir o seu feito do passado.

E Nico sentou ao lado de Jac na primeira fila!!! Esses pequenos detalhes... Eu sempre amei Jac e quando quis alguém novo lembro de escolher Nico e em seguida ler uma entrevista de Jac comentando “eu andei atrás dele durante a corrida e o vi pilotando. Ali tem u futuro campeão”. Jac elogiando alguém com tanta certeza. Com certeza ali tinha algo.

Bem, fiquem com o vídeo que vai dizer muito mais do que eu possa descrever aqui.

Ah! Alguém sabe se dá para visitar ar FIA e ver o Hall como se fosse um museu???


By Lu

5 de dezembro de 2017

Mais fotos do FIA Hall of Fame


Nico postou um vídeo no canal dele sobre o evento, vale demais a pena ver.

Gostaria que este lugar fosse aberto ao público, poder visitar este Hall of Fame para mim seria mega emocionante.

Beijinhos, Ludy

2017 FIA Hall of Fame - video

As entrevistas com alguns dos pilotos homenageados ontem pela FIA e também com seus representantes, vocês podem ver clicando na foto abaixo. 

Além disto, tem uma matéria, para quem quiser ler neste mesmo link.

https://www.formula1.com/en/latest/headlines/2017/12/f1-champions-gather-in-paris-for-hall-of-fame-inauguration.html

Beijinhos, Ludy

**

Entrei na postagem da sister para complementar com este vídeo...



Bjusss, Tati

Kimi Raikkonen - Season 2017

Não há NADA de bom para lembrar de 2017 para mim e assistindo a este vídeo, tenho ainda mais certeza disto.

Rever cenas da corrida Mônaco me irritam de uma forma que não consigo explicar.


Beijinhos, Ludy

Abandonada

Gente, que tristeza ver a antiga fábrica da Caterham abandonada desta forma!


Beijinhos, Ludy

4 de dezembro de 2017

Octetes campeões!


#orgulhodefine!

Bjuss, Tati

Noite de Emoção

**

Que orgulho deste moço, gente!!

Bjuss, Tati

FIA 2017 Hall of Fame

Oi gente, ontem eu havia falado sobre a homenagem da FIA aos 33 pilotos campeões mundiais de F1 com a inauguração do Hall of Fame, mas a matéria informou errado, que seria dia 6, quando foi hoje, mas enfim...

Abaixo deixo algumas fotos do evento. Quando tiver mais eu postarei aqui para vocês ok?

Nossos octetes Fernando Alonso, Jacques Villeneuve e Nico Rosberg estiveram entre os homenageados desta primeira leva e foram ao evento. Infelizmente Kimi Räikkönen e Jenson Button (também homenageados) não compareceram. #fiqueitriste

Mas dá um orgulho danado destes cinco (cliquem nas abreviações dos nomes deles a seguir para ver o que está no site da FIA sobre os títulos deles: FA, JV, KR, JB, NR), com seus nomes escritos na história da F1, todos com trajetórias lindas. #orgulhodosmeusoctetes


Fotos via Twitter @OrtelliD

Beijinhos, Ludy

3 de dezembro de 2017

FIA Hall of Fame - 6 de dezembro 2017


Daqui a três dias, mais precisamente 6 de dezembro, na sede da FIA em Paris, acontecerá o lançamento do "FIA Hall of Fame", evento em que a Federação Internacional de Automobilismo vai homenagear todos os pilotos que foram campeões mundiais de F1.

E entre os 33 sortudos nestes mais de 60 anos de categoria, temos 5 octetes: Jacques Villeneuve, Fernando Alonso, Kimi Räikkönen, Jenson Button e Nico Rosberg.

Na matéria do Journal de Montreal eles dizem que a maioria dos campeões atuais (atuantes ou não) já confirmou presença, mas dos octetes eles só citaram Jacques e Fernando. Torcida aqui para que Nico, Jenson e Kimi também estejam lá, porque sério, vai ser mega lindo ver os cinco juntos, todos campeões recebendo esta homenagem. #orgulhodestesoctetes

Fonte: Journal de Montreal

Beijinhos, Ludy

É tempo de férias... by Ludy

Esta é das antigas. JB testando com a Prost-Peugeot AP02 no Circuito da Catalunha, entre 15 e 19 de dezembro de 1999. Quase 20 anos estas fotos!!!! #socorrro



via Twitter @BWOAHRacing @LegenF1 @FormulaOneWorld

Beijinhos, Ludy

2 de dezembro de 2017

*** 

Hahahahahahahaha...

Que legal ver todos os juntos... me divirti horroressss!!

Só comentário: estes cares reclamam muitooo e xingam demais!!!! hehehe

Bjuss, Tati

2017 F1 Season By Numbers | F1 Fast Facts



**

Enquanto assistia o vídeo eu pensei: Alonso nem vai aparecer aí... eis que me engano... ele aparece e adivinhem o por quê????????? Pois é...

Bjuss, Tati

Grill The Grid 2017 | The Best Bloopers And Out-Takes

**

ADOROOO!!!

Bjuss, Tati

1 de dezembro de 2017

Sextou!

Meninas, no post de hoje, Lewis ensina como chamar atenção do boy na balada em um look bem discreto. Sexy sem ser vulgar...


O que? Não reclama! Vai chamar atenção, sim! Só não sei bem como vai ser interpretada. Mas duvido que o boy não olhe! Duvido.

by Lu

Ansiedade zero

Vettel admite que não está ansioso para a introdução do halo

Tetracampeão acredita que ainda é preciso trabalhar em detalhes para entrada do utensílio, mas reconhece que já se trata de algo “do jogo”

Sebastian Vettel admitiu que não está ansioso para a introdução do halo da F1, mas considera que a novidade “faz parte do jogo” com o aumento na segurança na categoria.

Os carros da F1 de 2018 passarão a contar com o utensílio, cuja introdução provocou debates e críticas das mais diversas partes. Para o piloto da Ferrari, o halo ainda precisará de alguns ajustes, mas que ele não terá alternativas a não ser se familiarizar com a peça.

“Não estou ansioso para isso, mas é parte do jogo. Tenho certeza de que nos acostumaremos”, comentou o piloto alemão.

“Já experimentei por algumas vezes. Tenho certeza de que há algumas coisas que precisam mudar, como as luzes no grid de largada. É preciso mexer em algumas coisas, mas acho que isso acontecerá quando estivermos próximos dos carros do ano que vem.” 

“Mas, sim, ele fica logo na frente da sua cara, na frente de seu capacete. Mas nos acostumamos. O que precisamos ver ainda conseguimos ver, caso contrário não o introduziríamos”, completou.

Fonte: br.motorsport.com

Cara!!!! Que coisa mais fora do normal este halo!!!! Vettel não está ansioso porque isto é horrível, eu sinceramente não consigo aceitar!!!! 

Eu que não piloto estou detestando isto, imagina os próprios?! Eles podem falar por A + B que não compromete a visão, mas eu não acredito, não é possível isto!

Fora o lado da beleza dos carros. Acabou!!!! Como um carro de F1 voltará a ser lindo com esta aberração chamada halo?!



Beijinhos, Ludy

30 de novembro de 2017

Promovendo o livro...

**

Bjuss, Tati

Livro do JB!

**

Já está na minha TBR ... hehehe

Para quem quiser comprar, tem no site da Amazon, em ebook!

Bjuss, Tati

Mais um para coleção...

**

Bjuss, Tati

29 de novembro de 2017

Não é a realidade

Kimi: Domínio da Mercedes em Abu Dhabi não é realidade

Para campeão de 2007, grande rimo da Mercedes em Yas Marina não é motivo para preocupação para 2018

Com Valtteri Bottas fazendo a pole position, a volta mais rápida e ganhando a prova em Abu Dhabi e Lewis Hamilton na segunda posição, muitos foram os que se decepcionaram e até se preocuparam com a performance da Ferrari.

Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen não andaram perto dos dois carros prateados nem na classificação e nem na corrida.

Quando perguntado se ficou preocupado com o déficit para a Mercedes, Raikkonen disse: "Não penso assim. Foi apenas uma corrida”.

"É óbvio que vimos em algumas outras corridas que uma equipe é mais forte que outras.”

"Na última corrida do ano, obviamente, queremos fazer o melhor possível, mas eles foram fortes aqui".

A Ferrari lutou com a Mercedes nesta temporada, pressionando o time alemão pelo título até Cingapura, quando os dois carros bateram na largada. Após isso, problemas de confiabilidade atingiram o time na Malásia e no Japão.

A equipe terminou em segundo lugar no campeonato, 146 pontos atrás da campeã mundial Mercedes, mas garantiu cinco vitórias após não vencer em 2016. 

Raikkonen está otimista sobre as chances da Ferrari de ser campeã no próximo ano. 

"No ano que vem, teremos carros novos para todos e coisas novas. Não acho que devemos nos preocupar demais", disse ele. 

"Nós sempre tentamos melhorar em todas as áreas e, obviamente, sermos os mais rápidos. Não vamos ficar felizes até que consigamos fazer dobradinhas o tempo todo. Mas não vai ser fácil.” 

"Com certeza eles foram fortes aqui, mas não estou realmente preocupado com o próximo ano.” 

"Nós tínhamos um carro muito forte em todos os lugares este ano. Obviamente, em alguns lugares nós éramos mais fortes do que outros.” 

"Nós vamos fazer o nosso trabalho e temos que melhorar para minimizar os problemas. Além disso, devemos estar lá."

Fonte: br.motorsport.com

Desta vez concordo com Kimi. Este ano a Ferrari andou bem mais próxima da Mercedes, eles não foram tão esmagadoramente superiores.

Em termos de time, a equipe alemã leva vantagem na força do motor e obviamente possui melhores estrategistas também. 

Beijinhos, Ludy