16 de setembro de 2014

Em casa...

Em casa, Schumacher é tratado por equipe de 15 pessoas para receber 'estimulo emocional', diz jornal

 Depois de deixar uma clínica de reabilitação na Suíça, Michael Schumacher já está em casa desde a semana passada e vem sendo tratado por cerca de 15 pessoas de uma equipe médica especializada. A informação é do jornal 'Bild'.

Após oito meses em coma e de uma longa internação desde o acidente que sofreu em dezembro passado, o heptacampeão foi transferido para a casa, para continuar o tratamento depois da séria queda que sofreu enquanto esquiava nos Alpes franceses.

De acordo com a publicação, Schumacher vem sendo atendido por uma equipe cujo tamanho e a experiência é comparável aos especialistas médicos que cuidaram do ex-piloto mais recentemente na clínica de reabilitação em Lausanne.

 Um porta-voz da clínica confirmou a informação. "Uma grande parte da equipe que cuida de Michael agora foi treinada pelos nossos especialistas. Estamos seguindo seu tratamento e ainda estamos em contato e inteiramente à disposição."

Ainda na semana passada, a assessora de Schumacher deixou claro que a transferência do maior vencedor da F1 para casa não significava que o estado de saúde havia melhorado.

 Diretor-médico de um hospital especializado em traumas do cérebro na Alemanha, Manfred Spitzer foi ouvido pelo 'Bild' e afirmou que ambiente familiar deve ajudar muito na recuperação de Schumacher.

"Eu não sei qual é exatamente a condição de Michael Schumacher, mas se for estável, então o ambiente família pode certamente ser de grande ajuda no momento. Esse estímulo emocional é muito grande para os pacientes que sofreram traumas cerebrais graves", explicou.

Assim como foi nas duas internações do piloto, tanto no Centro Hospitalar Universitário de Grénoble, quanto em Cantão de Vaud, na Suíça, a família de Schumacher pediu privacidade e a polícia teve de intervir para conter o tumulto na frente da mansão.
  
Uma agência de notícias russa tentou relatar em tempo real o retorno de Schumacher. Após uma hora de transmissão, a polícia suíça encerrou a gravação, colocando o grupo e outras dezenas de jornalistas para longe do portão da mansão. De acordo com as autoridades, a saída dos veículos de imprensa foi feita de maneira amigável.


A assessoria de Schumacher não havia dado detalhes sobre seu estado de saúde, mas salientou que a ida para casa não significa que tenha havido alguma melhora significativa. No comunicado distribuído à imprensa, ressaltou-se que há um "longo e difícil caminho pela frente".
(fonte: Grande Prêmio)

***

O que mais me deixa chateada é que NINGUÉM é capaz de informar a nós, fãs do esporte, sobre a condição de saúde do Schumi... e isso é uma falta de respeito... sinceramente! 

Schumi é parte da vida de minhas pessoas e falar um pouquinho sobre como ele está não custa nada... fora que isso, só gera rumores e especulações...

Bjuss, Tati

Vettel nega rumor sobre ida para Ferrari

Red Bull e Vettel desmentem rumor sobre troca de lugar com Alonso na Ferrari na temporada 2015

Sebastian Vettel e a Red Bull negaram os rumores de que o alemão vai trocar a equipe austríaca pela Ferrari em 2015. Helmut Marko, consultor do time, ainda descartou uma eventual vinda de Fernando Alonso

A Red Bull, no papel do consultor Helmut Marko, e o próprio Sebastian Vettel negaram o mais recente rumor da agitada 'silly season' da F1 neste segundo semestre. De acordo com informações atribuídas pela TV italiana Sky Sport, que também não crava a notícia — diga-se —, Vettel e Fernando Alonso estão próximos de uma troca de equipes já para a temporada 2015.

Insatisfeito com o desempenho da Ferrari e em busca de conquistar mais um título antes de encerrar a carreira, o espanhol seguiria para a tetracampeã seguida Red Bull, que ocupa o segundo lugar no atual Mundial de Construtores e tem Daniel Ricciardo em terceiro entre os pilotos.

Para Vettel, a situação é outra: mais novo que Alonso, o alemão deixaria a equipe austríaca após o tetracampeonato consecutivo e uma temporada 2014, até aqui, muito complicada, em que não consegue acompanhar o ritmo do companheiro de esquadra australiano. Assim, o germânico iria para a Ferrari, ao lado provavelmente de Kimi Räikkönen no próximo ano. O anúncio da troca, ainda segundo os boatos na Itália, está marcado para ocorrer entre os GPs de Cingapura e do Japão. 

Só que, pouco antes da longa viagem até a pista de Marina Bay, onde a F1 correr neste fim de semana, Vettel falou com o jornal alemão ‘Sport Bild’ nesta terça-feira (16) e desmentiu a história. "Não há nada de novo", disse o piloto. "Eu tenho um contrato com a Red Bull e estou feliz onde estou" completou. E Marko emendou: "Alonso definitivamente não vai estar na Red Bull". 

Notícias de que Vettel vai se mudar para a Ferrari não são raras. A primeira vez que um veículo de comunicação cravou a ida do alemão para a escuderia italiana foi antes do GP da Malásia de 2008 — na ocasião, quem bancou foi a revista 'Autosprint'. Até hoje, nada aconteceu. 

Enquanto isto, o principal rumor envolvendo Alonso o colocava na McLaren, equipe pela qual disputou a temporada 2007 e foi vice-campeão. Vettel é o atual tetracampeão da F1, está em sua sexta temporada pela Red Bull e tem 27 anos. Já Alonso, bicampeão em 2005 e 2006, já é mais veterano e completou 33 anos em 2014. O espanhol disputa seu quinto campeonato pela Ferrari.

Fonte: Grande Prêmio

Como eu disse há alguns dias sobre aquele rumor da McLaren envolvendo Vettel, continuo achando a mesma coisa, não vejo Sebastian deixando a Red Bull por agora. 

Um dia ele o fará, todos fazem, é normal, mas agora? Acho muito pouco provável. 

E sair da Red Bull para vir para a Ferrari seria o maior erro da carreira dele, na minha opinião é claro. A equipe italiana só tem uma direção a seguir, rumo ao fundo do poço, na verdade, além dele, claro.

Beijinhos, Ludy

Vi no Tumblr

Ser chique é outro papo né?! rsrsrs

Fonte: http://theheroinmydreams.tumblr.com/post/97213907492


Beijinhos, Ludy

15 de setembro de 2014

CASIO Face Time - Vettel vs. Ricciardo - Singapore Grand Prix

hahahahahaha...cara!!! Tô de sacanagem não, assisti a este vídeo umas três vezes!!!! Impossível não morrer de rir com estes dois nesta série da Casio. Principalmente com Ricciardo, ele é terrível!!!! rsrsrs... Mas Seb foi bem malicioso com a palavra bed... rsrsrsrs...

Riam bastante aí, vocês também! ;)


Beijinhos, Ludy

F1 ladies - E se eu fosse você

O perfil "Fake Vivian" do twitter e FB é muito divertido. A menina - que se não me engano é belga - se diverte sendo "fake esposa" do Nico e tem bom humor e algum conhecimento de photoshop. 

Neste final de semana, ela postou algumas fotos introvertendo papéis. Me digam se não são umas gracinhas (leia como a saudosa Hebe)

 Como você emagreceu, Alonso!

Vettel ficou mais velha assim. Um pouco mais de laquê e fica com o cabelo da Anne Webber

 Chilton está de batom também????????????

Bottas trabalhada no azul Williams... 

 Sussu ficou meio Bee breguinha e a Barbie uma caminhoneira que calça 44

Jesus, Maria, José, Deus, o Espírito Santo em quem mais houver no céu!!!!

Grosjean ficou simpática!

Nico só no cabelón e Vivian ficou a cara da sogra!

 Dá para anunciar alguma marca na testa da Michi...

Bem, Nicole já disse que ele sabe as "coreôs" de algumas musicas dela...

Source: Fake Vivian

By Lu

14 de setembro de 2014

Para rir...

hahahahaha.... Muito bom!!!! Não existe nenhum outro piloto no grid que gostou mais deste lance das novas regras para as mensagens do rádio do que Kimi! rsrsrsrs...



Beijinhos, Ludy

13 de setembro de 2014

Lotus F1 Team Take On The ALS Ice Bucket Challenge

Que saudade desta equipe, desta galera! Turma do bem! Eles postaram hoje no You Tube e compartilho aqui com vocês.

Detalhe para a moça (uma loira) com a camisa do Kimi de 2012 na primeira leva dos baldes e na segunda etapa, o cara de pé de pato e óculos de mergulho... rsrsrs...


Beijinhos, Ludy

Eu ainda sou líder

Muito, muito mesmo foi tido depois da corrida de Monza em que Nico errou "bobamente" duas vezes e na segunda perdeu a liderança para Hamilton. Mil e duas teorias da conspiração surgiram e vi gente até analisando as expressões de Nico no pódio sugerindo que a calma era de quem errou por gosto para dar a vitória para Hamilton parar de chorar e etc.

Quer saber? Nada disso importa. O que importa são os pontos na tabela e a próxima corrida. A diferença diminuiu em 7 pontos e está a menos de uma vitória (sempre uso esse parâmetro de comparação) e o que acontecer nas ruas de Cingapura será bastante importante. Nico costuma se bom lá, mas também já errou feio - linha branca, saída do box e Williams- ou seja, tudo pode mesmo acontecer. 

Mesmo que o campeonato esteja sendo disputado na mesma equipe, não está menos disputado. A imagem que segue é on início do quote do Nico com o preview da próxima corrida. Tem que ser na base do print porque a Mercedes não libera para copiar e colar o texto. 



by lu

Pô, desculpa aí!

E via twitter Prost filho pede desculpas a Nick pelo acidente que aconteceu na China pela F-E!!!!

Gostei a humildade do menino em pedir desculpas... #aprovado

WTF1 - The Alternative F1 Blog

Bjuss, Tati

A F-E começou!

Jarno e Michela Cerruti
Prost e Heidfeld batem na última curva e entregam vitória a Di Grassi na etapa de abertura da F-E na China
 A primeira prova da F-E neste sábado (13) na China vai ter história para contar. Sobretudo por conta do acidente da última curva entre Nicolas Prost e Nick Heidfeld, que lutavam pela vitória. O choque foi tão violento que fez com o que o alemão capotasse. E o ganhador acabou sendo Lucas Di Grassi.

Parece simplório, mas o vídeo abaixo mostra melhor a situação. Prost liderou a prova toda e começou a ser atacado por Heidfeld depois da troca de carros — sim, a F-E tem essa. Nick colou de vez e deu sinais de que atacaria Nicolas na freada da fechada e ruim curva final na penúltima volta. Foi o que aconteceu, e o francês jogou o carro para cima daquele que nem se pode dizer rival: os dois dividem o carro da Rebellion Racing nas provas de endurance.

Di Grassi, assim, acabou ouvindo o Hino Brasileiro — uma parte cortada dele. Teve como companhias no pódio o astuto Franck Montagny e Sam Bird.

Os outros brasileiros não foram bem. Nelsinho Piquet fez prova de altos e baixos e acabou na nona colocação. Bruno Senna não foi além de duas curvas, tendo a suspensão de seu carro quebrada ao passar sobre uma zebra.

Quatro pilotos tiveram de trocar o câmbio e perderam posições no grid: Sébastien Buemi e Michela Cerruti e Ho-Pin Tung. Quando foi dada permissão para saída à volta de apresentação, houve problemas com os carros de Jarno Trulli e Stéphane Sarrazin.

Prost largou na frente, com Di Grassi e Daniel Abt atrás. Na disputa da sétima posição, as Andretti dividiram curva, e Franck Montagny espremeu Charles Pic no muro. O ex-piloto da Caterham na F1 ficou reclamando do companheiro; uma levantada de mão característica, e nada além.

Nick Heidfeld saltou para o quarto lugar e, lá atrás, Bruno Senna atacou a zebra na chicane e acabou tendo a suspensão dianteira esquerda da Mahindra #21 quebrada. Fim de prova para o brasileiro, que chegou a se ver num dia promissor após a liderança no TL2. O safety-car entrou na pista.

Os problemas seguiram para Trulli, que não conseguiu fazer o #10 funcionar e sequer largou. Outro problemático foi Tung, que demorou a sair dos boxes e já começou sua corrida como retardatário, duas voltas atrasado.

Na relargada, Heidfeld tentou atacar Abt pela terceira posição. Assim, Prost abria e Di Grassi tentava ir atrás. E Buemi, num dia longe do que era esperado, acabou tendo um pedaço de sua asa soltando da e.dams, obrigando-o a ir aos boxes e perder não apenas posições, mas três voltas.

Na beira da zona de pontuação, Piquet foi ultrapassado por Oriol Servià e brigou com Takuma Sato por duas voltas, mas logo se recuperou e voltou a passar o espanhol pela décima colocação.

Andando rápido, Montagny fez linda ultrapassagem por Chandhok e assumiu a quinta colocação, atrás de Heidfeld. O francês da Andretti era o mais rápido e agressivo da pista no momento, marcando 1min47s393, melhor volta da prova até então.

Sato apareceu parado na pista no giro 11, ocasionando uma bandeira amarela local. Duas voltas depois, o mundo acompanhou a primeira vez da mudança de um carro em monopostos — a bateria dos carros tem vida limitada. Prost seguiu aos boxes para a primeira versão do pit-stop da F-E, trazendo junto os primeiros colocados. O líder foi rápido, bateu o cinto, levantou, sentou no outro #8 e saiu na frente.

Mas atrás, Heidfeld foi mais rápido que Di Grassi e Abt, ganhando duas posições. Montagny, voando na pista, voltou em quarto. Com tudo já normalizado e todos de carro novo, Abt,  Bird, Chandhok, Pic, Piquet e Servià completavam o top-10.

A via crucis de Buemi seguiu com uma punição, um drive-through, imposto por ter cruzado a linha do pit-lane. Pouco tempo depois, o suíço desistiu da corrida.

Com cinco voltas para o fim, Chandhok atacou Bird, passou com estilo, assumiu a sexta colocação e mostrou que seus dias de F-E devem ser muito diferentes daqueles que viveu na F1.

Na frente, Heidfeld pareceu ter decidido que era a hora de atacar o líder. Se na saída dos boxes, na volta 14, mais de 4s separavam os dois, na volta 21, eram apenas 0s6.

Pela décima colocação, Piquet brigava com Sarrazin e D'Ambrosio para se manter nos pontos, só que algo em seu carro pareceu ter problemas de funcionamento, e o piloto da China perdeu as duas posições sem chances de evitar.

Nas primeiras colocações, Di Grassi segurava o ímpeto de Montagny. Já na última volta, o piloto da Audi se afastara o suficiente para ter o terceiro posto garantido.

No entanto, se aproximando da quadriculada, Heidfeld tomou a linha de dentro para tentar passar Prost e vencer a corrida. O francês, contudo, colocou seu carro para dentro para fazer a curva, provocando um acidente horrendo entre os dois. Heidfeld levou a pior, viu seu carro seguir sem controle em direção a zebra, e praticamente levantar voo. O #23, então, bateu no muro e capotou no alto, aterrissando de cabeça para baixo.

O alemão conseguiu sair sem lesões, indo direto até Prost, seu companheiro no WEC, reclamar pela manobra.

Di Grassi viu a vitória cair em suas mãos nos últimos metros. Ele cruzou a quadriculada na frente, com Montagny em segundo e Abt na terceira posição. Só que o companheiro de Di Grassi foi punido e acabou perdendo o lugar no pódio, que ficou com Bird.


No fim das contas, além dos três primeiros, ficam na zona de pontuação Pic, Chandhok, D'Ambrosio, Servià, Piquet, Sarrazin e Abt. Os dois pontos da volta mais rápida ficam com Sato, que anotou 1min45s101.
(fonte: Grande Prêmio)

***

Trulli começou mal na Fórmula-E... uma pena!

Mas o momento do dia não foi para Di Grassi e sim para o acidente de Prost (filho) e Nick "Lobe", que foi realmente assustador! Ainda bem que Nick está OK!!!!

Deixo o highlight para vocês...


Bjussss, Tati

12 de setembro de 2014

Team radio: o que pode e o que não pode!

The FIA has chosen to enforce a ban on performance related team radio between team and driver in an attempt to remove the stigma that drivers are simply 'puppets' controlled by higher powers within the team.

The ban, which comes under Article 20.1 of the sporting regulations which states: "The driver must drive the car alone and unaided," will see a drop in the number of radio broadcasts simply because the majority of messages at present are performance related. But under this ban, what exactly can they say, and what can't they?

Note: This list provides a few examples and is in no way exhaustive.

Banned Team Radio

- Fuel: If a driver is low on fuel, using too much or too little, then this information must be displayed on their steering wheel.
- Brakes: Too hot or too cold? Would a driver benefit from moving the balance forward/backwards? Well this can't be communicated via the team radio.
 - Tyres: If the driver has a slow puncture, wearing the rears too much compared to a rival, then the driver should identify the problem and report it to the team.
 - Codes: Mix 5, Hammer Time, Map 2, etc. These will also be banned.
- Formation Lap: The team cannot request a certain number of burnouts, start procedure, brake/tyre warming etc, this should all be agreed beforehand.
- Timing: How often have we heard, driver X is quicker through turns 7 and 8, try saving ERS for this section. This won't be allowed.

Allowed Team Radio

 - Team Orders: As team orders are allowed under the regulations and not considered performance related, but strategic, they can still be communicated.
 - Traffic: The team can still inform a driver if they're approaching traffic or if they need to open a gap - this happens mostly throughout practice and qualifying of which the team radio limits remain in place.

- Pit Stops: The team can call a driver in for a pit stop, or communicate a certain lap to stop on. - Safety: If a radio call is for safety reasons, this is allowed. For example if someone has stopped on the circuit, or if there is debris, the team can pass this information to the driver.
(fonte: www.f1times.co.uk/)

****

E qual a conclusão disso tudo?! VAI DAR MERDA!!!!!!!!!!!!!


Fora que os caras mudam as regras NO MEIOOOOOO do campeonato... Putz!!


É muito amor MESMO, porque olha...

Bjuss, Tati

Hora de rever a superlicença

Após escolha de Verstappen pela Toro Rosso, FIA vai rever regulamentações da superlicença

As discussões suscitadas com força após o acerto de Max Verstappen com a Toro Rosso deverão desembocar numa mudança na legislação da FIA com relação ao direito à superlicença. Aos 16 anos, Verstappen vai sair direto da F3 Europeia para a F1, pulando etapas como a World Series, a GP3 e a GP2.

Enquanto para alguns pilotos a facilidade de receber a superlicença é latente, para outros as coisas são bem mais complicadas. Roberto Merhi, campeão da F3 Europeia em 2011, apesar de ter guiado pela Caterham num treino livre em Monza, não se aplica automaticamente para a licença especial, graças às particularidades da regra atual.

O órgão máximo do automobilismo mundial confirmou, num comunicado oficial, que ocorreram conversas sobre a mudança durante o final de semana do GP da Itália.

"A FIA recebeu um pedido para rever as condições e qualificações necessárias para ceder a superlicença, em consulta com todas as partes envolvidas. Uma proposta será apresentada ao Conselho Mundial em dezembro para implementação em 2016", disse o comunicado.

 O diretor-esportivo da McLaren, Éric Boullier, é a favor das mudanças. Para ele, uma nova leva de categorias que foi criada nos últimos anos torna todo o sistema de desenvolvimento no caminho para a F1 algo muito mais "confuso".

"Existem problemas diferentes. Um deles, econômico. Alguns times estão vendendo lugar na sexta de manhã para pilotos que não estão em acordo com as regras da superlicença. O outro problema é que várias categorias apareceram nos últimos anos, nem todas são um caminho claro para a F1", disse o francês.

"Se olhar o futebol, você tem sua divisão de base, e então vai para a terceira divisão, segunda divisão e primeira divisão. Aqui, temos uma sequência diferente, confusa para os pilotos. Então, a superlicença precisa ser atualizada. Algumas categorias desapareceram, outras ainda vivem, e o nível delas varia muito", seguiu.


Verstappen irá estrear como o piloto mais novo da história da F1, pela mesma Toro Rosso que assinou com Daniil Kvyat, aos 19 anos, para a temporada 2013.
(Fonte: Grande Prêmio)

***

Olha... a F1 está TODA uma completa bagunça, e enquanto isso o Sr. Presidente... Oops, quero dizer, a FIA tem algum presidente?!

Bjuss, Tati

Calendário 2015 da F1 é confirmado

FIA confirma calendário da F1 2015 com 20 etapas e GP do Brasil como penúltima corrida da temporada

Reunido nesta sexta-feira em Pequim por ocasião da estreia da F-E, o Conselho Mundial do Automobilismo (WMSC) ratificou o calendário da F1 para 2015, apenas ajustando as datas que constavam como dúvida anteriormente. A única diferença da temporada atual para a do ano que vem é a chegada do México, colocado para o começo de novembro. Semanas depois, tem GP do Brasil em Interlagos

O calendário 2015 da F1 está definido, e pouquíssima coisa muda. Os membros do Conselho Mundial da FIA (WMSC) estiveram reunidos nesta sexta-feira (12) em Pequim e confirmaram como será a temporada do ano que vem, apenas ajustando duas datas que eram dúvida e promovendo uma inversão de corridas em relação ao esboço divulgado após o GP da Itália do último domingo. A Austrália torna a abrir o campeonato e Abu Dhabi encerra. O Brasil vem como penúltima praça e só há uma diferença em relação ao esquema deste ano: a inclusão do GP do México.

Assim, não há muita surpresa. A temporada volta a ter 20 etapas, igualando-se à de 2012 como a mais extensa da história. É a sanha de Bernie Ecclestone em querer descobrir novos lugares e que tragam volumosas quantias financeiras. Mas no caso, trata-se de uma volta: o circuito Hermanos Rodríguez, remodelado, é quem retorna à principal categoria do automobilismo após uma ausência de 23 anos.

Antes previsto para a segunda quinzena de outubro, os dirigentes da entidade máxima resolveram inverter a data com o GP dos EUA. Não foi dada nenhuma explicação, mas se entende que é para evitar qualquer choque de data da corrida em Austin com a prova da Nascar comumente reaizada em território texano. 

Interlagos vai receber a F1 na condição de prévia da final do campeonato tal qual este ano, em 15 de novembro. O GP da Alemanha, na inversão de pistas que realiza, torna a Nürburgring. E serão apenas três dobradinhas — provas em finais de semana seguidos: Malásia/Bahrein, Alemanha/Hungria e Cingapura/Japão.

fonte: Grande Prêmio
Fonte: Grande Prêmio

Como eu havia postado por aqui no domingo, o calendário para a temporada 2015 da F-1 terá 20 provas, chegando como novidade, o GP do México e no lugar de Hockenheim, teremos Nürburgring, por conta do rodízio de circuitos na etapa alemã. O resto continua igual.

Beijinhos, Ludy

A F-E vai começar

Para quem não sabe, na madrugada de hoje para amanhã (sábado), começa o primeiro campeonato da F-E, a categoria que vai utilizar monopostos elétricos, ou seja, baterias no lugar dos motores.

A turma está curiosa para ver o que vai rolar e nós aqui no Octeto seguiremos um pouquinho mais de perto porque temos um octete por lá, nosso querido italiano Jarno Trulli.

Abaixo uma arte do Bruno Mantovani com os pilotos que farão parte do grid. Muitos ex-pilotos de F1, incluindo três brasileiros, um filho de tetracampeão mundial, além de uma mulher. Acho que tudo isto será bacana para atrair o público. Então confiram abaixo a turma que vai estrear o novo campeonato.

Arte: Bruno Mantovani

Para vocês entenderem direitinho como vai funcionar a nova categoria, cliquem aqui. E para verem o calendário aqui.

Encerro com o link que Flávio Gomes disponibilizou no blog dele sobre a transmissão da categoria pela Fox Sports e também um programa especial sobre esta novidade do automobilismo.

turma de 2014
Beijinhos, Ludy

MiniDrivers - Chapter 6x13 - 2014 Italian Grand Prix



Beijinhos, Ludy

Baú da Vovó: Kimi e Toni

Bom dia pessoal!!!!

Amigos de infância, Kimi e Toni devem ter muitas histórias para contar, com certeza!

Olha que fofo bacana (provavelmente da época em que serviram o exército finlandês) que eu vi dos dois no Facebook do Motorsport Csatorna.

foto: ess.fi / Hämeen rykmentti

Beijinhos, Ludy

11 de setembro de 2014

Última parada para Räikkönen será a Ferrari


Räikkönen reafirma intenção de encerrar carreira na Ferrari, mas já evita estabelecer data da aposentadoria

Kimi Räikkönen voltou a falar sobre sua aposentadoria. O finlandês, que completa 35 anos no final de 2014, reiterou o desejo de encerrar a carreira na Ferrari, mas não estabeleceu data para que isto ocorra

A carreira de Kimi Räikkönen já está chegando ao final. Porém, o término não está tão próximo quanto diziam alguns boatos. Nesta quarta-feira (10), o finlandês reiterou o desejo de encerrar seu ciclo na F1 com as cores da Ferrari, mas, desta vez, preferiu não estipular data para isto.

O campeão mundial de 2007 admitiu que já não é tão jovem, portanto tem outros interesses na vida.

“Eu não sou mais nenhum garoto, é óbvio que eu quero fazer mais coisas na minha vida que apenas correr na F1. Mas não tenho planos, eu vou encerrar minha carreira na Ferrari, mas não sei quando”, disse.

Räikkönen negou com firmeza os rumores de que pararia ao fim de 2014 e explicou a situação em que se encontra.

“Eu nunca disse isto. A única coisa que falei é que, terminaria a carreira na Ferrari. Aí as pessoas já acharam que seria este ano, que seria agora”, declarou.

Ainda sobre a data, o piloto da Ferrari criticou os jornais pelo que considera propagação de boatos. 

“Os jornais sempre tentam emplacar rumores, mas não passavam mesmo de rumores”, completou. 

Räikkönen não faz um bom campeonato, com apenas 41 pontos e na décima colocação. Fernando Alonso, companheiro de escuderia italiana, é o quinto, com 121. 

Fonte: Grande Prêmio


Vi a entrevista deste texto acima, ontem. Para quem quiser ver o vídeo, é só clicar aqui, foi para o programa esportivo diário World Sport, da CNN.

Agora o que eu penso sobre isto de aposentadoria do Iceman? Quando ele veio para Lotus e as coisas começaram a dar certo, achei que seria lá o final da carreira dele. Para soar bem louca mesmo (rsrsrs), nos meus sonhos mais impossíveis, tinha uma pequena esperança de que a McLaren poderia se interessar por ele e então lá, em Woking, Kimi fecharia o ciclo. #doceilusão 

A McLaren se esqueceu de Kimi há anos e por mais louco que isto possa parecer, isto me entristece, talvez porque seja a equipe que aprendi a torcer desde pequena, mas enfim...

Infelizmente, nada saiu como eu esperava e nem sairá como eu sonho. Kimi vai encerrar sua carreira no pior lugar para mim, sua torcedora. Lá, na Ferrari, ele será apenas mais um que se vai apesar de ter sido campeão por eles. Não haverá carinho, nem homenagens, como haveria na Lotus ou na McLaren, mesmo estas equipes sendo inglesas. E depois dizem que o pessoal da terra da Rainha é que é frio. #sei...

Para a minha tristeza terei que ver Kimi se aposentar na equipe que menos valor deu a ele em todos os seus anos de F1 e a única pela qual ele foi campeão. Faz parte da vida né? Aceitarmos coisas que não gostamos por aqueles que gostamos.

Beijinhos, Ludy

Drops F1 Ladies - Pequenas Empresas Grandes Negócios

Existem as ladies que tem como profissão "mulher de piloto" (não vamos citar nominhos #maldade) e tem as ladies que trabalham por elas mesmas. Vivian está no segundo grupo. Além de decoradora de casa de rico, Vivica abriu há alguns meses uma sorveteria em Ibiza. Uma graça o local que agora já tem até quiosque na praia e parece estar indo bem.

Se forem para Ibiza, já sabem! rsrsrs



 Chora no cabelón!!!!

Vestidinho no clima do logo! ui!

By Lu

10 de setembro de 2014

Vetado por Schumi

Montoya diz que Schumacher o impediu de correr na Ferrari: 'ele me odiava'

O colombiano Juan Pablo Montoya afirma que ficou perto de correr pela Ferrari em sua passagem pela Fórmula 1. Hoje aos 38 anos, o piloto diz que foi Michael Schumacher o responsável por fazer impossível qualquer negociação, já que o alemão não ia com a cara do possível companheiro de escuderia.

Montoya – experiente também na Fórmula Indy e Nascar - esteve no paddock do GP de Monza e comentou sobre seus dias de F1. Longe do aspecto competitivo, ele se mostrou mais tranquilo. "Vi muitos amigos aqui. Não é como quando tinha que trabalhar", sorriu.

Questionado sobre os rumores de que circulam sobre seus tempos na categoria, quando ficou entre Williams e McLaren, ele disse que a Ferrari era um possível destino. Ou melhor, impossível.

"Nunca foi possível", explicou o colombiano. "Michael Schumacher estava lá e ele me odiava".

Apesar do comentário ácido, Montoya procurou deixar as coisas limpas em relação ao alemão, que segue se recuperando do acidente de esqui que o deixou em um hospital por oito meses – Schumacher foi liberado para seguir seu tratamento em casa nesta terça-feira.

"Mas veja, eu realmente lamento demais o modo com que ele se encontra agora. Eu apenas espero que ele continue se recuperando", afirmou.

Juan Pablo Montoya correu na Fórmula 1 entre 2001 e 2006 e depois deixou a categoria para disputar a Nascar, tendo como melhor posição em um campeonato o oitavo lugar. Em 2014, ele voltou a correr na Fórmula Indy – onde foi campeão em 1999.

Fonte: esporte.uol.com.br  

Não duvido que Schumi tenha mesmo vetado Montoya. Ele sempre foi competitivo e não gostaria de alguém para bater de frente com ele na Ferrari.

E não vejo problemas em Montoya falar sobre estas coisas. Ele não está fazendo nada errado, está apenas falando algo que aconteceu. A condição atual de Schumi não tem nada a ver com isto.

Todos nós queremos que Schumacher se recupere, independente de qualquer coisa.

Beijinhos, Ludy

Taca-le pau neste carrinho!

Quem não conhece o Marco véio, o deus do Morro da Vó Salvelina? Aliás, Bernie deveria ver com a vó, se não rola uma prova bonus, um evento extra da F1, no morro da Vó Salvelina. Só os fortes descem "tacando-le" pau ali.

O GP Brasil foi genial em seu anuncio para a corrida de novembro e contratou o Leandro Beninca, 9 anos, para gravar a narração ao melhor estilo Marco Véio! Aliás, te cuida GB! 

Então, "pode vim Nico..." "lá vem o "Rrramilton" descendo o S do Senna" enquanto "Taca-le Pau Alonso!"



Tomara que levem os meninos para assistir o GP. Merecem! Coisa bem linda ver os dois brincando naquele vídeo. 

Ah! Se você não sabe quem é o Marco Véio e muito menos o desafiador Morro da Vó Salvelina clica aqui e volta para o mundo, tchê!

Vi o vídeo primeiro lá nos amigos do Velocidade :)

By Lu

Kimi, o cuidadoso!

Não costumo postar fotos de Kimi e Minttu em momentos de privacidade porque respeito o desejo dele de manter sua vida particular fora dos holofotes, por isto o que ele faz fora das pistas com familiares e amigos não é foco das minhas postagens e muito menos do blog (salvo algumas exceções), mas tenho que compartilhar hoje a primeira foto abaixo.

No sábado, quando vi a segunda foto deste post (em Monza), brinquei no Facebook que Kimi tinha que tomar mais cuidado da mulher dele, afinal, o baby dele está lá dentro. E hoje, em passeio com a namora e mãe de seu filho em Veneza, olha a foto que tiraram? Coisa mais fofa, gente!!!! #émuitoamor #socute

Como disse a Vanessa Santos para mim no Facebook hoje: "Ele te ouviu, Ludy!"... hahahaha... Não é? Kimi é um octete obediente... às vezes!!!! rsrsrs

Veneza
Monza

Beijinhos, Ludy

Feliz Aniversário, Ludy!!!!!!!!!!!!!

Divando com as Coimbras :)
Sabe dessas amigas assim que moram de frente pro mar no nosso coração? A Ludy é assim. 

Mesmo que às vezes discordemos (graças a deus! odeio gente que concorda com tudo e na desafia nem dá combate nunca) sempre achamos o meio termo e uma solução que nos agrade a ambas.

Mesmo que ...

Mesmo que nos matemos de rir com algumas coisas, sempre sabemos o real valor de tudo.

Mesmo que moremos longe uma da outra, sabemos que a um telefonema ou mesmo um wwp ou inbox da vida estaremos perto para um conselho, uma risada, um papo, uma "maldadinha", um carinho.

Mesmo que vocês nem sonhem temos uns segredos ferrados juntas e que vão conosco para o além túmulo.

Ludy, feliz aniversário!!! Tudo, tudo de bom e mais um bocado!

Te amo, amiga :) A vida é melhor contigo sendo minha amiga.

Bjs, Lu

Montezemolo está fora da Ferrari!

Ferrari confirma saída de Montezemolo da presidência da fábrica italiana e da equipe da F1 após 23 anos

Apesar de ter negado inicialmente, Luca Di Montezemolo não é mais o presidente da Ferrari. A notícia foi divulgada pela marca italiana na manhã desta quarta-feira, encerrando assim as especulações sobre se futuro à frente da icônica empresa. O diretor-executivo do Grupo FCA, Sergio Marchionne, assume o posto de Montezemolo

Luca di Montezemolo negou em Monza, no último fim de semana, que estivesse saindo do comando da Ferrari, mas as especulações sobre seu futuro não se acalmaram. E a notícia do desligamento da chefia-mor da empresa italiana veio na manhã de quarta-feira (10), com o título: 'O fim de uma era'. Agora é oficial, portanto. O italiano deixou mesmo o cargo de presidente da fábrica de Maranello e da equipe na F1. O diretor-executivo do Grupo FCA, Sergio Marchionne, assume o posto de Montezemolo neste primeiro momento.

No comunicado, Montezemolo, figura também chave no paddock da F1, explicou que a saída tem a ver com a entrada do Grupo FCA (Chrysler Fiat Automobiles) na bolsa de valores de Wall Street, em Nova York, no próximo mês.

"A Ferrari terá um papel significativo a desempenhar junto com o grupo FCA na bolsa de valores de Wall Street no próximo mês. E isso vai abrir um novo e diferente estágio que eu penso que deve ser liderado pelo diretor-executivo do Grupo", disse.

"Este é o fim de uma era e, por isso, tomei a decisão de deixar a minha posição de presidente depois de quase 23 anos maravilhosos e inesquecíveis, além dos dias em que estive ao lado de Enzo Ferrari nos anos 70", completou o dirigente, que vai permanecer ligado ao time até a entrada na bolsa de valores em 13 de outubro. 

As especulações sobre o futuro do executivo italiano se intensificaram na última semana e tomaram conta do GP da Itália, em Monza. Na ocasião, Montezemolo insistiu que não tinha a intenção de deixar o cargo. E afirmou que, em março deste ano, havia feito uma oferta aos acionistas de que estaria disposto a fechar um contrato por mais três anos à frente da companhia. 

Na sequência, o assunto voltou às manchetes com as críticas feitas por Marchionne, que deixou claro que o desempenho da esquadra da F1 era "inaceitável". O executivo agora é quem assume o posto de comando da marca e do time no Mundial. 

"Luca e eu discutimos o futuro da Ferrari longamente. E o nosso desejo mútuo é ver a Ferrari melhorar e atingir seu verdadeiro potencial na pista. E isso levou a alguns mal-entendidos. Mas tudo se tornou visível ao longo do fim de semana", afirmou Marchionne. 

Já Montezemolo agradeceu o apoio da Ferrari durante o tempo que esteve na chefia e fez ainda uma referência especial ao filho de Enzo, Pietro. Na nota à imprensa, entretanto, não há menção ao nome de Marchionne. 

"A Ferrari é a empresa mais maravilhosa do mundo", falou o italiano, que iniciou sua carreira na marca como assistente do fundador ainda em 1973. "Foi um grande privilégio e uma honra liderar essa marca por tanto tempo. Eu dediquei todo o meu entusiasmo e empenho a essa empresa ao longo dos anos". 

"Junto com a minha família, que era, e continua a ser, a parte mais importante da minha vida. Desejo aos acionistas, principalmente a Pietro Ferrari, que esteve sempre ao meu lado, que todos tenham muito sucesso, porque é isso que a Ferrari merece", acrescentou. 

Fonte: Grande Prêmio

Pensem em uma pessoa feliz!!!! Euuuuu!!!! Já vai tarde sr. "presidente"!!!! Chegou a sua vez de ir embora!!!!!

Na verdade você vai rir melhor né? Eu sei... Vai ser deste lixo que a ferrari se transformou por CULPA SUA!!!! Mas não tem problema, uma pessoa incompetente a menos na equipe italiana, e o mais importante, aquela que tinha poder, ou pelo menos pensava que tinha, já que levou uma bronca ferrada do dono da FIAT.... rsrsrsrsrsrs...

E não, eu não me importo com o que você fez de bom para ferrari (não sou fã da equipe), me importo com o que você deveria fazer, e não fez! Por isto isto indo para rua! rsrsrsrs... Já me dou por satisfeita.

E olha que linda esta parte do texto...

"Luca e eu discutimos o futuro da Ferrari longamente. E o nosso desejo mútuo é ver a Ferrari melhorar e atingir seu verdadeiro potencial na pista. E isso levou a alguns mal-entendidos. Mas tudo se tornou visível ao longo do fim de semana", afirmou Marchionne

Concordo em número, gênero e grau com Marchionne. Inaceitável a Ferrari ser a equipe que se tornou e fazer uma corrida de time pequeno como fez em Monza. Pilotos campeões do mundo sujeitos a este lixo de carro e sendo exigidos para que tenham resultados... Sei....

Como você sempre gostava de deixar bem claro para todos, a FERRARI é o que importa, então... Arrivederci!!!!! hahahaha

 
Beijinhos, Ludy 

FELIZ ANIVERSÁRIO irmã!!!!!!!!!!

Irmã!!!!

UAU!!!! Hoje já é 10 de setembro!!!! YES!!!!

 FELIZ ANIVERSÁRIO!!!!!!!!!!!

Você se lembra quando a gente (apenas) sonhava em viajar para Europa?! Lembra quando a gente ainda vivia fazendo planejamentos (e contas) de uma possível (e distante) viagem?! Lembra quando a gente começou a perceber que as coisas, realmente, poderiam ser possíveis?! Lembra quando, de brincadeira (ou não), eu disse no ano passado "ano que vem a gente VAI a Silverstone ", e você riu no telefone provavelmente pensando que eu era louca!?! Lembra quando você me ligou este ano com uma grande novidade e eu disse: "Ludmila, VAMOS PARA LONDRES"!? hehehehe

Você se lembra que isso tudo começou há pelo menos uns 7 anos, com muitos sonhos e planos?!


Pois é... e sonho chegou!! Nós realizamos mais este, além tantos outros!

Paris e Madrid, julho - 2014
Cada momento, cada instante, cada etapa ... só valeu a pena porque você estava ao meu lado. Eu vive parte do seu sonho de conhecer (e AMAR) Londres e você viveu parte do meu sonho de conhecer  (e AMAR) Paris e (minha inesquecível) Madrid...

E de quebra, vimos Jenson Button! ATÉ HOJE não acredito nisso! Londres é mesmo especial!!!! Jenson foi um brinde! hehehehe


O que me resta é agradecer a Deus por ter você como irmã, o pai e mãe como minha família! Amo vocês!

Obrigada por fazer parte da minha vida e por me permitir fazer parte da sua! Obrigada pela viagem dos nossos sonhos! Obrigada por tudo que vivemos e que AINDA iremos viver... JUNTAS!!!!!
  

Gracias, irmã!!!! Te amo!!!!!!!!!!!!!!!!!

Bjuss, Tati

9 de setembro de 2014

Pode vir Bob!

Bob Bell to join Ferrari from Mercedes?
          
It's expected that Ferrari will confirm the appointment of Bob Bell as it looks to bolster its technical team in the hope of returning to the front of the grid in 2015.

Bell, who currently works for Mercedes on "non-F1 projects" after resigning as technical director in December last year, would be a good fit for the Italian team as not only has he worked with Fernando Alonso and James Allison in the past, but he is also aware of the inner-workings at the Silver Arrows.

Journalist Adam Cooper suggests Bell might sit directly under team principal Marco Mattiacci and work with Allison on developing the '15 car.

However some believe Bell might even take over from Mattiacci in the not too distant future. Mattiacci has only been in the role of team principal since April, but many saw the move as an initiation, to learn the ways of Ferrari before eventually taking over Luca di Montezemolo's role as chairman of the company.

With Ferrari's parent company Fiat taking over Chrysler using large amounts of debt to finance the deal, it has been suggested Fiat boss Sergio Marchionne - who recently criticised Di Montezemolo - is looking to float Ferrari in order to raise finance to repay the debt, an idea Di Montezemolo is strongly against.

Mattiacci, now that he's been in charge of both the American road car business and the F1 team for a few months, now understands how Ferrari works on both the commercial and sporting sides and is therefore better placed to take over as chairman. He also fits Marchionne's long-term vision for the company.

 (fonte: Thef1times.com)

***

Bob, venha e sinta-se à vontade!!!!!! Que tal relembrarmos o velhos tempos (de vitórias!) ?! hehehe 

;)  ;)  ;)

Bjuss, Tati