25 de julho de 2016

Semana Fernando Alonso 2016: Polêmicas

FERNANDO ALONSO: POLÊMICAS


1. Ordem de equipe: GP da Alemanha 2010
(eu não mudo minha visão até hoje: aquele GP era e foi fundamental para Alonso
 entrar na luta pelo título. E no final, ele entrou! Sorry, haters)

**

Bjuss, Tati

Semana Fernando Alonso 2016: Momentos

FERNANDO ALONSO: MOMENTOS


1. Vitória no GP da Europa 2012: Nós choramos junto!
(e eu chorei de novo... e de novo!)


** ** **

Bjus, Tati

Semana Fernando Alonso 2016: Em 10 anos...

2006

2007

2008

2009

2010-2014

2010-2014

2015-2016

2015-2016

"People talk about perfect timing, but I think everything is perfect in its moment;
 you just want to capture that."
Eddie Huang

Boa semana


Segunda é sempre um dia daqueles, então a foto é só para desejar uma ótima semana para todos.

Beijinhos, Ludy

Semana Fernando Alonso 2016: Face to Face

FERNANDO ALONSO






"The great thing about getting older is that you don't lose all the other ages you've been. "
Madeleine L'Engle

Bjuss, Tati

Semana Fernando Alonso 2016


Olá pessoas,

Já que estamos em Julho, é hora de iniciarmos a 9a. edição da SEMANA FERNANDO ALONSO.

A SFA2016 terá como tema os últimos 10 anos do Alonso na F1, desde seu último título em 2006, quando foi bicampeão do mundo.

Dividirei as postagens ao longo do dia falando de 10 polêmicas (algo que nunca abordei - ainda bem porque se não, eu não terei mais o que falar, rs) envolvendo o Fernando, de 10 momentos importantes da carreira dele nos últimos 10 anos e posts com algumas belas imagens que selecionei para compartilhar com vocês...

Espero que vocês gostem!!!!

E deixem comentários dizendo o que estão achando!

Obrigada mais uma vez!

Bjuss, Tati


24 de julho de 2016

Eu e Nico discordamos

Nico postou, como sempre, o vídeo com os comentários sobre a corrida. Um pouco antes de decolar, ele comentou por quase 4 minutos em m live do FB a corrida e o final de semana. Conclusão: eu e ele pensamos muito diferente sobre o significado de "The start was pretty good" porque ele não teve um "pretty good start"coisa nenhuma largando mal e perdendo a posição no início.

Depois se matar para chegar perto e não conseguir também não "pretty good". Vejam que eu não tenho condições de ser uma chefe de equipe porque não tenho muita calma com as coisas...

Se quer ser campeão - e nas condições que se apresentam de equipe e companheiro - tem que fazer sempre 150%. Só 100% não é o suficiente. Parece que não entende que ele não luta contra um piloto rival só, luta contra o desejo da própria equipe.

Clica na imagem para dar play no vídeo via FB

https://www.facebook.com/nicorosberg/videos/10154409503349874/

Ou ele sabe bem, está super calmo com isso e eu aqui em cólicas. Poxa! Avisa. Eu entenderei, mas avisa.

By Lu

  

Semana Fernando Alonso 2016


Amanhã teremos a SEMANA FERNANDO ALONSO 2016!!!

Aguardem!

Bjuss, Tati

Lema do Dia: Positive and negative


"Positive anything is better than negative nothing." 
 Elbert Hubbard

Bjuss, Tati

Os detalhes da F-1

Porque eu vi estas fotos e amei. E faz tipo, um século que não faço este post de detalhes da F1, então...

A primeira foto escolhi por conta dos três octetes e eles estão com gestos sincronizados nas mãos. #equipeentrosada

A segunda e terceira porque eu amo sapatos e vermelhos então. #perfeição

E a última eu acho que dispensa explicação né? Linda demais a imagem.


Beijinhos, Ludy

Kimi by Ludy: Hungary 2016 - Day 4

 

Beijinhos, Ludy

Kimi x Verstappen

Räikkönen diz que critério da F1 é "piada" e pede mudanças 

Por: Valentin Khorounzhiy

Kimi Räikkönen diz que F1 precisa mudar abordagem em relação à interpretação das regras após controvérsias no final de semana do GP da Hungria; finlandês também criticou Verstappen em disputa pelo quinto lugar Kimi Räikkönen, sexto colocado no GP da Hungria, realizado neste domingo (24), protagonizou uma disputa intensa com Max Verstappen na reta final da prova, chegando a tocar a Ferrari na Red Bull do holandês na curva 2, terminando atrás do jovem piloto.

O finlandês não somente ficou bastante insatisfeito com Verstappen, julgando que a defesa de posição por parte do piloto da Red Bull excedeu os limites, como também deixou bem claro que não está nem um pouco satisfeito com o que ele julga falta de critério dos comissários de prova durante o final de semana em Hungaroring e nas últimas corridas.

"As regras existem, mas foram aplicadas de modo questionável neste final de semana. Não falo somente dos incidentes com Max, mas também das coisas que aconteceram no sábado. Qual a necessidade de termos regras se os comissários dizem 'tudo bem aqui, tudo errado ali'? Não faz sentido ter regras se elas não se aplicam da mesma forma para todos", disparou.

O piloto da Ferrari ainda criticou a decisão dos comissários quanto à permissão a cinco pilotos - incluindo Verstappen e Daniel Ricciardo - de largar em Hungaroring mesmo tendo excedido os 107% do melhor tempo do Q1.

"O que aconteceu na classificação é um bom exemplo. Você tem a regra dos 107% , mas ela não se aplicou para alguns carros ontem, mas se aplica para outros. Como você pode ter uma regra que se aplica de maneiras distintas. Se alguém puder me explicar...", reclamou.

"Mas a F1 é assim hoje, algo precisa mudar. Não é bonito de se ver e não é justo. Se a regra existe, deve ser aplicada da mesma forma o tempo todo, para todos", acrescentou.

Batalha com Verstappen

Ao falar especificamente sobre a disputa com Verstappen, Räikkönen reiterou que, para ele, o holandês passou dos limites na defesa de posição. Sobre a primeira tentativa de ultrapassagem, quando houve o toque na curva 2, o piloto da Ferrari explicou como viu o incidente.

"Para mim, ele se moveu primeiro para a direita, então decidi ir pela esquerda. Quando o outro cara se moveu novamente, fiz de tudo para evitar um contato, mas eu já tinha ido por ali e você não pode simplesmente ir por ali. Pelo menos consegui evitar o pior", disse.

Sobre o segundo incidente, quando o finlandês travou as rodas e quase passou reto na curva um para evitar um toque com Verstappen, o 'homem de gelo' disse que foi uma situação semelhante.

"Foi parecido, escolhi um caminho e, uma vez que tomei a decisão, é difícil voltar atrás e evitar o toque quando o outro carro vem em sua direção. Consegui evitar totalmente o toque, mas nas duas situações, para mim, ele não agiu corretamente", afirmou.

"Obviamente, como eu disse antes, o critério dos comissários - ou as pessoas que decidem o que vai acontecer, os comissários e outras pessoas - é uma piada", completou.

Reportagem adicional por Roberto Chinchero

Fonte: br.motorsport.com

Eu acho que foi um incidente de corrida. Talvez Kimi tenha ido com muita sede ao pote e talvez Verstappen tenha defendido de uma forma mais agressiva para o finlandês. Não sei... O que sei é que fiquei tensa e preocupada na hora porque não queria que Räikkönen acabasse a corrida abandonando.

Além disto, acho que quem mais saiu prejudicado foi o Iceman porque depois com o carro um pouco danificado, foi bem mais difícil tentar ultrapassar Verstappen, embora ele ainda tenha tentado.

Agora uma coisa que Kimi falou na matéria acima e eu concordo plenamente com a indignação dele é sobre a forma dúbia como estes comissários da FIA julgam as infrações. E não é de hoje mesmo. É 8 ou 80, sempre. Nunca é a mesma punição para o mesmo caso.

Sobre Max Verstappen, só tenho uma coisa a dizer. Sim, você tem todo o direito de defender sua posição, ninguém estava pedindo para você abrir, mas se tem uma coisa que eu não gosto é de deboche. Não gosto mesmo. Concordo com a opinião de Vettel sobre você, mas esperarei com paciência budista para presenciar o dia em que você vai engolir estas palavras


Para encerrar, Seb falou algo que muitos falam de Kimi e que eu como sua torcedora sempre presenciei, ele é um dos caras mais justos e sinceramente, mesmo quando erra, nunca o vi fazendo algo de má fé.

Beijinhos, Ludy

Mais veloz, mas...

Vettel vê Ferrari mais veloz que Red Bull no GP da Hungria e pede só por melhor performance em classificação

Sebastian Vettel terminou o GP da Hungria com a impressão de que a Ferrari foi melhor que a Red Bull, embora os resultados digam o contrário. Os dois vermelhos fecharam a prova em Hungaroring pressionando Daniel Ricciardo e Max Verstappen

Sebastian Vettel está convencido de que a Ferrari foi, sim, mais rápida que a Red Bull no GP da Hungria, deste domingo (23). O alemão cruzou a linha de chegada na quarta colocação, já bem próximo de Daniel Ricciardo na parte final da prova. O companheiro ferrarista, Kimi Räikkönen, foi ainda mais incisivo na briga com Max Verstappen pela quinta posição, apesar de ter fracassado nas tentativas de ultrapassagem. Ainda assim, o tetracampeão acredita que a equipe italiana foi bem mais forte em Hungaroring do que os resultados em si mostraram.

"Acho que fomos muito mais rápidos, mas sabemos muito bem que aqui é a Hungria e que precisaríamos de um pouco mais do que isso", disse o ferrarista, que agora está a 82 pontos do líder Lewis Hamilton, que venceu a etapa húngara.

"Creio que tínhamos de meio a 1s nas mãos no final da corrida, mas não foi o bastante para superar os nossos adversários. Nós tínhamos pneus mais novos e sabíamos que poderíamos chegar no fim, mas era complicado passar", completou.

Vettel ainda disse crer que o pódio era possível. "Na corrida, tivemos um ritmo para ir ao pódio, mas estava claro que, se você é que está na frente, então pode ser bastante agressivo. E era exatamente assim que a Red Bull estava. Não havia maneira de passar." 

"No fim, nós éramos os mais rápidos, mas não conseguimos passá-los. Isso mostra que agora temos de tentar melhorar na classificação", acrescentou Seb, que, por fim, reconheceu que a Mercedes disputa uma "liga própria". 

"O carro esteve bem hoje em termos de ritmo e tudo mais. Mas, certamente, não estamos perto da Mercedes. Eles parecem disputar um campeonato próprio", encerrou.

Fonte: Grande Prêmio

É, definitivamente foi difícil de ultrapassar as duas Red Bulls hoje.

Beijinhos, Ludy

O melhor do resto...


E nós fomos os melhores do RESTO... isso é um bom resultado vai?! Sei que a pista ajudou, mas mesmo assim... hehe

Bjuss, Tati

Hamilton venceu na Hungria


Na largada, Hamilton tracionou melhor quando as luzes se apagaram. Nico tentou se recuperar antes de chegar na primeira curva, mas com as Red Bulls ali, o inglês levou a melhor. O alemão ficou com a segunda posição.

Button com problema hidraulicos  e um pedal de freio travado reclama no radio e pela regra, a equipe nada pode fazer ou dizer. Ele só reclama ironico "Ok, vai ser uma grande corrida". O piloto tem engenheiro, tem gente que sabe o que está acontecendo e não pode usar essas pessoas. Regra mais infeliz dos ultimos anos.

Alonso largou bem e se manteve na sexta posição o que comprova a minha teroria de que eles roubaram um outro carro e pintaram de Mclaren. Só iria perder a posição para Kimi lá no meio da corrida após a parada do filandês.

Aliás, Kimi For President mesmo! O finlandês em bom final de semana proporcionou bons momentos bloqueando e lutando com Vestappinho - me respeita moleque, que eu bebo coisas mais velhas do que vocês. E depois nessa ultrapassagem sobre Alonso para conquistar a 6º posição.

Entre as Mercedes, Nico não consegue chegar em Hamilton que mesmo sendo mais lento não recebe a ordem para devolver o favor de Mônaco. Embora, Nico esteja mesmo em um momento mais lento.

O fim de semana terminou com Hamilton ganhando, mesmo com Nico tentando incomodar. Kimi e Max foram a atração da corrida ao disputarem a 5 posição até na linha de chegada. Alonso ficou em sétimo, posição máxima que conseguiria. Vettel, reclamou mais uma vez, mas não teve jeito e ficou atras do Ricciardo. Jenson, não completou a corrida.. tadinho!

Que venha a Alemanha semana que vez!

Bjuss, Tati