23 de maio de 2016

Notícia do Dia...



HAHAHAHAHAHAHAHAHA... ai gente, tomara mas tá dificil de acreditar vai?!

Bjuss, Tati

Mônaco, Mônaco...

É chatinha e travada? É, sim! Mas é uma das que mais amo no ano! Se um dia tirarem do calendário,  vou pessoalmente protestar na frente da FIA em Paris.

By lu

22 de maio de 2016

Hinchcliffe na pole para Indy 500. Montoya 17º.



O canadense James Hinchcliffe, que ano passado sofreu um grave acidente durante os treinos para esta tradicional prova do automobilismo mundial, hoje conquistou a pole position da 100ª edição da Indy 500, que acontecerá no próximo domingo. A poesia do esporte acontece assim, às vezes.

Nosso octete Juan Pablo Montoya infelizmente não conseguiu conquistar uma boa posição, largará em 17º lugar apenas, mas em sua defesa, teve problemas durante a classificação.Vamos torcer para que ele possa brigar pela vitória no domingo que vem. Já que a prova da Indy 500 é uma daquelas que só acaba quando termina, mesmo. 

Saibam direitinho como tudo aconteceu, incluindo a classificação completa do grid de largada, clicando aqui.

Beijinhos, Ludy

Das antigas

É, o tempo realmente passa voando. Esta foto tem 12 anos!!! #UAU


Beijinhos, Ludy

Fernando Alonso: "MotoGP™ riders are heroes"

***

Bjuss, Tati

21 de maio de 2016

Quilos de filtro

Tem gente que nem precisa, mas abusa dos filtros...

Ai como eu acordei Balboa hoje!

It boy - Se tem modelo de óculos que eu detestei é esse! Mal posso esperar a tendência deixar de ser tendência

By Lu

Na Ferrari?

Rosberg desconversa sobre futuro na F1 e gera rumores sobre possível ida para Ferrari em 2017  

Enquanto a temporada 2016 do Mundial de F1 se desenrola e está prestes a realizar sua sexta etapa, na semana que vem, em Mônaco, o mundo do esporte discute o futuro de alguns dos seus protagonistas. Dentre eles, o líder do campeonato, Nico Rosberg, é um dos pilotos que ainda não tem contrato para 2017. Seu vínculo com a Mercedes — equipe onde está desde 2010 — vai até o fim do ano e, apesar de se considerar confortável no time, o alemão, que outrora se sentia garantido no time, agora evita traçar suas perspectivas de futuro na F1. 

Nesta semana, o diário italiano ‘Corriere dela Sera’ pontuou que há em curso um período de negociações entre Rosberg e a Ferrari. A escuderia de Maranello tem um contrato de longa duração com Sebastian Vettel, mas Kimi Räikkönen tem seu vínculo até o fim do ano. O finlandês é o piloto mais velho da F1 atual e, considerando todos os altos e baixos da Ferrari, figura na vice-liderança do Mundial de Pilotos, só atrás de Rosberg. 

Em entrevista coletiva logo depois dos testes coletivos em Barcelona, nesta semana, Nico jogou ainda mais gasolina na fogueira dos rumores sobre 2017. “Eu me sinto muito bem na Mercedes, mas vamos ver o que acontece no futuro”, declarou o líder do campeonato, com quatro vitórias em cinco corridas disputadas. Rosberg falou sobre sua relação com Lewis Hamilton após o incidente na primeira volta do GP da Espanha, quando o britânico cometeu um erro, rodou e acertou o carro do rival, encerrando a corrida de ambos logo no início da disputa em Barcelona. “Sempre é difícil quando você luta pelo título durante três anos. Por outro lado, também é divertido, porque nós pressionamos um ao outro. 

No domingo, evidente, não foi legal, mas nossa relação segue como antes”, disse o piloto em entrevista ao diário finlandês ‘Turun Sanomat’ nesta semana. Já projetando o GP de Mônaco, em que chega como grande favorito por ter vencido as três últimas edições da prova, Rosberg não se mostrou totalmente cômodo. “Precisamos prestar atenção aos nossos adversários, que são Ferrari e Red Bull”, analisou o alemão, que soma 100 pontos no Mundial de Pilotos, 39 a mais que Räikkönen, vice-líder.

Fonte: Grande Prêmio 

Poxa! Se é para ir para uma equipe com um carro pior, vamos voltar para Williams, Nico! Lá "nóis" é feliz e amado.  Para a Ferrari? Nem ferrando. Está doido? Tomou água de parto?

Depois de ler essa matéria ainda li sobre o Lewis negando a Ferrari também. Qual é a moda? A Ferrari está querendo todo mundo? Vai ter 25 carros no ano que vem ou só está soltando esses boatos para pressionar os pilotos que tem? Notaram que estamos falando de dança das cadeiras antes de Mônaco? Faltam 16 corridas ainda, meu povo! Sosseguem os fachos. 

By Lu

20 de maio de 2016

Vídeo: Fernando Alonso repassa la seva vida esportiva

*** Bjuss, Tati

Notícias do dia ...



Hamilton, você tá certinho!!! Você já é tricampeão do mundo e não precisa deste equipe falida e ridícula. Aliás, nenhum piloto precisa da ferrari, só aquele piloto novato que precisa aparecer, do contrário, embora eles não admitam, são eles precisam dos pilotos...


Oi?????? No início queriam... agora não mais... hehehhehehe Este povo é engraçadinho! hehe

Bjuss, Tati

Além do limite

Vettel diz que Ferrari está indo “além do limite” para buscar performance da Mercedes na pista

Terceiro lugar no último GP da Espanha, Sebastian Vettel afirmou que o time de Maranello tem feito um enorme esforço para fazer frente à Mercedes, mas essa agressividade nem sempre se traduz em resultados satisfatórios dentro da pista

A Ferrari parece não ter digerido ainda muito bem a oportunidade perdida de vencer pela primeira vez na temporada 2016 da F1. No último fim de semana, um acidente entre os dois carros da Mercedes abriu caminho para um triunfo dos vermelhos, mas a Red Bull estava muito bem na Espanha e Max Verstappen foi o nome da corrida ao vencer a prova. Sobrou para o time de Marenello um segundo lugar com Kimi Räikkönen e um terceiro com Sebastian Vettel.

Na avaliação de Vettel, a Ferrari está indo além do limite para buscar a performance dominante dos prateados. E essa agressividade nem sempre se traduz em resultados dentro da pista. O tetracampeão afirmou também que tem nas mãos um bólido melhor se comparado com o carro do ano passado, embora a esta altura da temporada já tivesse conquistado a primeira das três vitórias em 2015.

"Nós nos tornamos melhor, apenas os resultados não mostram isso ainda", disse Vettel. "Ainda há uma lacuna para a Mercedes, isso é verdade, mas tornou-se muito menor. Você não pode simplesmente mover montanhas durante a noite", adicionou. 

"Estamos dando tudo - às vezes talvez até um pouco demais. Mas temos de tentar de tudo", falou o dono do carro #5. 

Perguntado, então, se os erros cometidos pela Ferrari para bater a Mercedes são perdoáveis, a alemão admitiu: "Não. Os problemas técnicos que tivemos não estavam nos planos." 

"Mas aproximar-se é sempre um ato de equilíbrio. Talvez algumas melhorias vieram um pouco cedo demais, mas se pensarmos que temos alguma vantagem em velocidade, queremos trazê-la para a pista o mais rápido possível", finalizou.

Fonte: Grande Prêmio

No pain, no gain. 

Beijinhos, Ludy

19 de maio de 2016

Recordes

Vettel minimiza ‘perda’ de posto para Verstappen: “Recordes existem para serem quebrados”

Na visão de Sebastian Vettel, que até antes do GP da Espanha era dono do recorde de piloto mais jovem a vencer uma corrida no Mundial de F1, mais do que a idade em si, o que importa mesmo é a velocidade: “Se você é rápido o bastante, então é jovem o suficiente”

O último dia 15 de maio foi histórico para o automobilismo mundial. Aos 18 anos, sete meses e 16 dias, Max Verstappen conquistou uma vitória épica no GP da Espanha e quebrou um recorde que durava desde 2008, quando Sebastian Vettel triunfou no GP da Itália com sua Toro Rosso quando tinha apenas 21 anos, dois meses e 11 dias. Mas na visão do tetracampeão do mundo e piloto da Ferrari, a idade, em casos assim, pouco importa. O que vale mesmo é ser rápido o bastante, isso ao longo de toda a carreira no esporte.

“Os recordes estão aí para serem batidos”, salientou o alemão em frase já dita outrora sobre as marcas já batidas pelo piloto, que além dos quatro títulos mundiais soma 42 vitórias, 46 poles e 82 pódios em 162 GPs disputados no Mundial de F1.

Vettel se lembrou da primeira de todas as vitórias, ocorrida debaixo de chuva em 14 de setembro de 2008, no lendário circuito de Monza. “Fiquei tão emocionado quando venci minha primeira corrida que não me importava se tinha 20, 25 ou a idade que fosse, não acho que isso importe”, comentou.

“Se você é rápido o bastante, se pertence a esse mundo e enquanto esteja aqui, não importa se tenha 18. Acho que Schumacher continuou correndo até os 43, não? Estive com Stirling Moss há algumas semanas. Infelizmente, ele só guiou até os 30, mas acho que ele poderia ter ido até os 50”, disse o tetracampeão. 

“Obviamente, os carros de agora são mais fáceis de guiar que no meu começo, mas, ainda assim, acho que não há nada que deponha contra isso. Não sei a idade de Kimi Räikkönen, mas com 35 anos, em forma, se você é rápido o bastante, ainda é jovem o suficiente, essa é a minha conclusão”, finalizou o piloto. 

Vettel, apesar do currículo invejável, tem apenas 28 anos — completa 29 em 3 de julho. Já seu companheiro de equipe, Räikkönen, é o piloto mais velho em atividade na F1, com 36 anos, sendo o único nascido antes dos anos 80. O finlandês completa 37 em 17 de outubro.

Fonte: Grande Prêmio

Ficar se apegando a recordes para mim é uma bobagem, ainda mais com a F1 evoluindo tão rápido. Como disse Vettel, eles estão aí para serem quebrados.

Beijinhos, Ludy

17 de maio de 2016

Bolão do Octeto - Espanha 2016

Noite de terça terminando e finalmente cheguei com o resultado da última rodada do Bolão do Octeto 2016.

Etapa esta que graças a Lewis e Nico, atrapalhou as apostas da galera!!!! rsrsrs...

Sem mais, confiram o desempenho de vocês.

clique na imagem para ampliar


Resultado do GP da Espanha

Pole: Lewis Hamilton (Mercedes)
P1: Max Verstappen (Red Bull) 
P2: Kimi Räikkönen (Ferrari)
P3: Sebastian Vettel (Ferrari) 
P4: Daniel Ricciardo (Red Bull) 
P5: Valtteri Bottas (Williams) 
VR: Daniil Kvyat (Toro Rosso)
1º a abandonar: Lewis Hamilton (Mercedes) / Nico Rosberg (Mercedes)

Fonte: www.formula1.com

Até o GP de Mônaco gente. Qualquer dúvida, me mandem um e-mail. 

Beijinhos, Ludy

Para rir... hahaha

Adorei!!!!! hahaha...
Rolf Van Den Heuvel via Kimi Raikkonen Fan Club - Facebook
Beijinhos, Ludy

Noticia do Dia...



Posso rir??? SIM ou COM CERTEZA!???

Bjuss, Tati

FlyingFinn100 - Conheça o projeto

Kimi Räikkönen esteve hoje na pista de kart Bembölen, onde ele começou a pilotar, em Espoo, sua cidade natal.

E o que ele foi fazer lá? O Iceman foi doar dois karts e dar uma olhada na galerinha que está começando a carreira e que participa do projeto "Flying Finn 100" que visa dar suporte a novos talentos na Finlândia, reunindo empresas e nomes famosos do esporte a motor finlandês como Kimi, seu melhor amigo, Toni Vilander (piloto de GT), Heikki Kovalainen, entre outros.

Saibam mais visitando o site oficial do projeto neste link. Ou sigam a página deles no Facebook.

E é claro que nosso querido e fofo Robin tinha que estar ao lado do papai nesta visita. Olha como ele está super à vontade no volante? E o cara de orgulhoso de Kimi?! #amodemais


Fotos via: FlyingFinn100 (Facebook)

Beijinhos, Ludy

Kimi, o vovô da F-1... hahaha

Pobre Kimi, a zoação com ele não vai parar! rsrsrs...


A reação do Iceman no penúltimo gif... hahaha... #adorei

Beijinhos, Ludy

Ferrari lidera dia de testes em Barcelona

Mais rápido no primeiro dia de testes, Vettel acredita que atualizações da Ferrari podem fazer diferença já em Mônaco

Sebastian Vettel foi o mais rápido no primeiro dia de testes em Barcelona, andando com os mesmos pneus que Nico Rosberg. O tetracampeão exaltou as atualizações da Ferrari, que podem fazer a diferença já no GP de Mônaco, próximo do calendário

Sebastian Vettel conseguiu ser mais rápido que Nico Rosberg e a poderosa Mercedes no primeiro dia de testes da F1 em Barcelona, nesta terça-feira (17). O resultado serve para deixar o tetracampeão otimista, esperando que as atualizações da Ferrari possam ser o diferencial já no GP de Mônaco, próxima etapa do calendário.

Vettel, todavia, é cauteloso. Mesmo melhorando, o alemão faz questão de deixar claro que a Mercedes será a favorita em condições normais, buscando a recuperação após um desastroso GP da Espanha.

“Acho que seremos fortes em Mônaco, ano passado estávamos muito competitivos lá. Agora melhoramos o carro em algumas áreas importantes para o GP, então já deve ajudar. Não estamos na melhor posição, não somos os favoritos em Mônaco, a Mercedes segue sendo. Mas vamos tentar muito e, se tivermos a chance, vamos tentar vencer. Vamos dar um passo de cada vez, sem pensar muito adiante. Tenho certeza de que a chance existe”, apontou Vettel.

O alemão ficou feliz com a chance de comparar os tempos de volta dos testes com os registrados ao longo do fim de semana do GP da Espanha, onde foi terceiro. 

“É uma chance única testar logo após o GP, na mesma pista e mais ou menos nas mesmas condições. Sábado sofremos um pouco, então hoje testamos algumas coisas. Precisávamos dar uma boa olhada nessas coisas. Certamente tentamos fazer o máximo possível em um só dia. 

A F1 promove mais um dia de testes na quarta-feira. Desta vez, a Ferrari vai dar o carro para Antonio Fuoco, piloto da GP3 e membro da Academia de Pilotos.

Fonte: Grande Prêmio 

É sempre positivo pode testar entre corridas. Uma pena que isto é raro na F1 atual.

Beijinhos, Ludy

16 de maio de 2016

Foi de 3 pontos??


Vi no Formula One News And Memes.

Hahahahahahahahahahahahahahahahahahha

Bjus, Tati

Indy 500: os 33 inscritos

Com Castroneves, Kanaan e ex-F1, Indy divulga lista dos 33 inscritos para edição 100 das 500 Milhas de Indianápolis

A Indy divulgou a lista dos 33 inscritos para as 500 Milhas de Indianápolis, que celebra sua edição 100 no próximo dia 29 de maio. Serão seis vencedores, além de cinco novatos e cinco campões da categoria norte-americana na pista

A lista dos inscritos para a edição de número 100 das 500 Milhas de Indianápolis foi divulgada nesta segunda-feira (16), também primeiro dia de treinos livres para a mais importante corrida da temporada 2016 da Indy. A prova está marcada para 29 de maio.

33 pilotos foram nomeados para os 33 carros inscritos para a corrida no IMS. No total, serão 17 carros empurrados e com kits aerodinâmicos da Honda e 16 da Chevrolet. A Indy 500 também vai ver seis vencedores na pista: Juan Pablo Montoya, que ganhou no ano passado pela segunda vez, além de Helio Castroneves, Buddy Lazier, Scott Dixon, Tony Kanaan e Ryan Hunter-Reay.

Deles todos, Castroneves é o que possui mais vitórias: são três, em 2001, 2002 e 2009. O brasileiro da Penske tenta agora igualar o feito de A.J. Foyt, Al Unser e Rick Mears, que conquistaram a mais tradicional das corridas quatro vezes e lideram o ranking.

Ao todo, 19 pilotos dos inscritos já venceram ao menos uma prova da Indy, incluindo o líder do campeonato, Simon Pagenaud, que conquistou a vitória no GP de Indianápolis no último fim de semana. Já entre os novatos, a lista veio com cinco nomes: Spencer Pigot, os ex-pilotos de F1 Alexander Rossi e Max Chilton, além de Stefan Wilson e Matt Brabham. 

"A edição deste ano das 500 Milhas contém todos os ingredientes de uma boa história para essa lendária corrida, que se prepara para chegar à edição 100", disse J. Douglas Boles, presidente do IMS. 

"Sei que os fãs estão bastante ansiosos para cada minuto de ação e curiosos para saber quem vai beber o leite no dia 29", completou.


Fonte: Grande Prêmio

Ano de corrida histórica, já que será a 100ª edição da mais do que famosa 500 Milhas de Indianápolis.

Bem que Montoya poderia vencer novamente né?! #natorcida

Aproveito para pedir mil desculpas pois acabei me esquecendo que no último fim de semana tinha corrida pelo campeonato. Mas quem quiser saber o que houve em mais uma vitória de Pagenaud, clique aqui

Nosso octete Juan Pablo acabou a prova na oitava colocação e ocupa o terceiro lugar no campeonato. Aliás, clicando aqui vocês podem conferir todas as posições da classificação deste ano.

Beijinhos, Ludy

Então...

Ninguém foi punido, a FIA achou que o incidente foi de corrida, o Lauda esbravejou e o Toto colocou panos quentes e pronto. Ninguém pontuou, e no final o Nico ainda foi o que saiu ganhando mais. A diferença entre eles se manteve e ele ganha,se souber usar, capital político dentro (vide que Lauda sempre foi #teamlewis, mas estava ferrado com ele)  da equipe. Lewis está descontroladinho e propenso a fazer coisas erradas. Tem de se tomar cuidado, mas foi bom ver do que ele é capaz e em que nível ele está.

Óbvio, a Mercedes vai resolver tudo isso longe dos nossos olhos. Ontem, os pilotos foram ouvidos separadamente e obviamente pedir desculpa para a equipe, mas não entre eles. A equipe deve promover um encontro eles e vai pedir que se respeitem. Na Mercedes é muito claro que vence e tem o apoio da equipe quem estiver com mais chances de levar a equipe para a vitória. Não parece ser pessoal, parece ser por resultado. 

Vai ser um campeonato interessante daqui para frente. Pode se desenhar um campenaoto daqueles lutadinho e cheio de briga interna. Vamos ver como vão estar os animos em Mônaco. Bem em Mônaco, ali naquelas ruas apertadas...

Vejam aqui o que Nico comentou ontem em um rápido live no Facebook com os fãs


by lu