21 de agosto de 2014

Shell Eco-Marathon

Alonso em evento da Shell hoje em Spa!



 
 

Bjuss, Tati

Valeu Ferrari!

El objetivo de Fernando Alonso es ser “tercero” del Mundial

Gesto distraído, como si la vida no fuera con él. Un clásico de los genios locos. Uno de esos deportistas que aparecen en España una vez en la historia llega al circuito belga de Spa-Francorchamps con barba de varios días y pinta de haberlo pasado bien en vacaciones, pero con la mirada del que quiere más de lo que tiene. Habla en rueda de prensa, como suele.

Mientras Button está moreno como si le hubieran quemado y algún otro como Rosberg ha estado por las playas de Ibiza, Alonso ha optado por las montañas. “Relax, necesitamos algún tiempo de descanso en esta época del año y cargar las baterías para una segunda parte de la temporada bastante exigente, con muchos viajes y demás, así que estamos listos para esta última parte. He estado en los Alpes, no era caso de ir a la playa en el mes de agosto, porque están muy llenas estos días”, declara.

Después tiene que responder a mil y una preguntas sobre Max Verstappen: “No hay problemas con que llegue este piloto, realmente no. Creo que la edad es sólo un número en tu pasaporte; al final simplemente necesitas estar listo para el desafío, para un gran premio de F-1. Algunos están listos con 17 años, y otros lo están con 28. Eso es lo que no sabemos. Así que antes decir nada, tenemos que ver cómo lo hace Verstappen el año que viene y después de seis u ocho carreras tendremos que ver si estaba listo o no, pero por ahora todo el mundo está listo. Y por otra parte llevo ya varias preguntas respondidas sobre este asunto, es algo que quizá también buscaban en Red Bull”. Dicho esto alabó, a pregunta de AS, al piloto que se ha visto perjudicado por la decisión de Helmut Marko: “Carlos Sainz Jr. tiene 19 años, creo que le queda mucho por hacer, tiene talento, tiene la mentalidad necesaria, aún es joven y creo que tarde o temprano estará con nosotros en F-1, lo merece y tarde o temprano estará”.

Una vez dejó de hablar de los demás, le preguntamos por él. Por la mañana, había comentado que su objetivo era ser tercero en constructores, así que le cuestionamos por su meta como piloto, que realmente es lo que más interesa a la afición española: “La prioridad es ayudar al equipo y seguir en la lucha por el tercer puesto en el campeonato que perdimos ante Williams en Alemania y recuperado en Hungría. Creo que va a ser una pelea muy cerrada hasta el final. Tenemos dos carreras ahora que están un poco a favor de las características de Williams, así que tenemos que entregar buenos resultados en los próximos dos fines de semana para anotar puntos buenos. En el campeonato de pilotos, me gustaría terminar en tercer lugar, la lucha con Ricciardo va a ser dura. Ya sé que esto es todo un objetivo ambicioso, así que veremos lo que podemos hacer”.


Ese es un objetivo ambicioso, pero posible si se trata de Alonso, otra cosa es ganar una carrera: “No, eso creo que es irreal”. ¿Quién sabe?
(fonte: As.com)

***

Hoje nosso objetivo é terminar o campeonato em 3o.! Para Alonso é pouco, muito pouco... é... sei lá o que...

Obrigada Ferrari por fazer Alonso desejar tão pouco, e ao mesmo, tanto...

Aliás, já disse que ODEIO a Ferrari hoje?! hehe

Bjuss, Tati

Para encerrar o dia...

Escolhi estas quatro fotos para encerrar o dia porque sinceramente, está para nascer uma cara tão alegre como este mocinho chamado Daniel Ricciardo. #quefiguraça

O sorriso é aberto e constante, não importa quando e onde.


 E esta última foto eu selecionei porque achei bonita em sua simplicidade. Os ídolos atendendo aos fãs.

Beijinhos, Ludy

“Mas eu aprendi várias coisas"

Sem dar detalhes, Rosberg cita reunião após polêmica na Hungria e diz: “Aprendi várias coisas com aquela corrida”

Nico Rosberg falou em mudar sua abordagem após o polêmico GP da Hungria, quando Lewis Hamilton desobedeceu a ordem de abrir caminho para o companheiro de Mercedes e principal rival na briga pelo título de 2014.

Ainda líder do Mundial de Pilotos, Rosberg tem agora 11 pontos de vantagem para Hamilton, já que ficou com o quarto posto em Hungaroring, logo atrás do britânico.

 Nesta quinta-feira (21), falando à imprensa em Spa-Francorchamps, Rosberg se recusou a dar detalhes, mas falou em mudar sua abordagem.

“Percebi um pouco de confusão [na imprensa] depois da Hungria, então é melhor eu não adicionar mais nada e não dar muitos detalhes”, ponderou. “No geral, nós discutimos isso depois da corrida, pois é importante revisar uma situação assim”, continuou Nico.

“Mas eu aprendi várias coisas com aquela corrida e vou tentar me adaptar a isso no futuro”, garantiu.

Questionou especificamente sobre o que aprendeu, Nico, mais uma vez, evitou pormenores.  “Não quero entrar muito em detalhes, mas nós sentamos e discutimos tudo, avaliamos se precisávamos mudar algo para o futuro e foi isso que fizemos”, completou.

Fonte: Grande Prêmio

Esse foi o trecho mais "polêmiquinho" da coletiva de hoje com Nico. O site fez matéria em cima das declarações, mas para ler a entrevista completa e em inglês no site da F1 clica no nosso conhecido aqui. 

Jamais, nunquinha da Silva Santos, Nico vai brigar pela imprensa ou dar mais pano para a manga. Esperem sentados ou criem uma confusão muito, mas muito maior que isso para ter lavagem de roupa suja nas linhas dos jornalistas e sites.

Em outra matéria do Grande Prêmio, Lewis diz que ele não conversou com ninguém sobre isso. Bem, em nenhum momento Nico disse que conversou com Lewis depois da corrida. Ele disse que teve uma conversa, não especificou com quem. Não falta gente importante para se discutir isso na Mercedes além do Lewis, vamos concordar.


By Lu

Iceman em quatro fotos

 Porque estas quatro fotos do Iceman merecem um post separado!!!!


 Beijinhos, Ludy

F1 2014 - 12 Belgian GP - Is 17 too young for F1?


Desde que Helmut Marko anunciou que a Toro Rosso terá Max Verstappen (hoje com 16 anos e disputando a F3 Euro) para a temporada de 2015 no lugar de Jean-Éric Vergne, muito buxixo tem rolado pelo meio do automobilismo. 

A divisão é clara: há quem seja contra e há que seja a favor. Eu sinceramente acho que 17 anos (que ele terá quando a temporada que vem começar) é uma idade muito precoce para um piloto chegar à F1. 

Não conheço o talento de Verstappen então nem vou entrar neste mérito, o que eu discuto aqui é a idade. Não acredito que com tão pouca idade ele esteja preparado psicologicamente para o que enfrentará na F1.

E quando eu digo na F1 é porque todos nós sabemos que por lá as coisas não são como nas outras categorias. Tudo é elevado à milionésima potência. Não há espaço para erros. A pressão vem de todos os lados, do patrocinador, da equipe, da torcida, dos chefes, do Bernie e é claro, deles mesmos.

Conforme vocês puderam ver, no vídeo acima os jornalistas Ted Kravitz e David Croft discutem exatamente isto. Embora eu concorde com Ted quando ele diz que hoje, pilotar um F1 nem é tão difícil e exigente assim, estou mais para o lado de David, que é de opinião contrária à chegada de um piloto com tão pouca idade e experiência àquela que é considerada a maior categoria de automobilismo mundial.

Ah, mas e o Kimi, Ludy?! Não, Kimi pode ter tido pouca experiência (assim como Max tem) quando chegou à categoria em 2001, mas tinha 21 anos (faria 22 naquele ano) e definitivamente 4 anos de diferença entre as idades carrega uma tonelada de experiência especialmente na parte psicológica, que para mim, é onde está o problema em se aceitar meninos tão jovens assim.

Enfim, como disse antes, não julgo o talento de Verstappen porque não o acompanho. Ao final de 2015 ele pode muito bem mostrar que as preocupações discutidas por quem achou exagerada sua chegada com tão pouca idade tenham sido em vão. Mas o contrário também pode acontecer, e ele em tão precoce idade poderá ver o fim de sua chance na F1. O tempo dirá.

E você, o que acha da polêmica da idade?

Beijinhos, Ludy

Kimi by Ludy - Belgium - Day 1


 Beijinhos, Ludy

Belgian GP – Raikkonen: “The sport is more straightforward now”

Spa-Francorchamps, 21 August – The Spa circuit is famous for its high speed challenge and, at his usual Thursday meeting with the media in the Belgian paddock, Kimi Raikkonen was asked if he regretted the fact the current cars are a bit slower than in the past. “In a way yes, if you think of F1, you’d think we would have everything possible in the car to make them go faster, as it was in the past,” began the Scuderia Ferrari driver. “But obviously, now the rules have changed aimed at making the cars slower, while improving the show. I think the cars looked nicer in the past and were much more challenging to drive and it was more fun in some ways. On the other side, maybe we have more overtaking now, but sometimes I think it would be nice to go back and race with the cars from the past.” 

When Kimi made his F1 debut there were concerns voiced about his lack of experience, so he is ideally placed to comment on the story of the day, next year’s arrival of the currently 16 year old Max Verstappen at Toro Rosso. “I did one full year, 23 races in a car before coming to F1,” recalled the Finn. “He has probably done more. I did well; time will tell how he will do. The sport is more straightforward now than in the past, the points are given out to more finishers. So I don’t think he will have problems and I hope he does well.” 

Kimi’s last win at Spa came at the wheel of a Ferrari in 2009, which at the time he described as “a miracle.” He was asked what a victory would represent on Sunday. “It would be a similar story!” he said. “That year, we were one of the few teams running KERS and that was a good help for us here. Hopefully we can have a good weekend overall and a good race, so that we start improving. But here and Monza are probably not the easiest places for us as we are missing some straightline speed, which is very important at this circuit and the next one. I think that the final part of the season can only be better for us, especially as I’ve had a much better feeling from the car at the last two races.” 

See more at: http://formula1.ferrari.com/news/belgian-gp-raikkonen-the-sport-straightforward-now#sthash.LxFFzBcE.dpuf

Duas coisas para comentar do texto acima, Kimi não é do tipo que vai falar mal de alguém para a imprensa sem motivos (aliás, nem quando tem razão para isto ele o faz), então acho que ele foi educado com a resposta a respeito do Max Verstappen, embora eu, Ludy, ache um absurdo um menino de 16 anos já pilotando um F1. Mas enfim...

E com relação ao "milagre"... rsrsrs... Realmente, aquela vitória de 2009 foi mesmo isto e como disse Kimi acima, se acontecer este ano, será mais ainda. Humor ácido! #adoro

Só que eu debito no talento de Räikkönen o fato daquela conquista ter acontecido com aquele lixo de carro (padrão ferrari, claro). 

E este ano, o talento de Kimi em seu quintal terá que ser homérico, porque o milagre que ele vai ter que fazer é quase impossível. Mas quem sabe né?

Beijinhos, Ludy

A lap of the track at Spa with Scuderia Ferrari


Maranello, 21 August – Spa-Francorchamps is one of the tracks the drivers love most, thanks to its high speed corners, its drops and climbs and its historic points such as Eau Rouge and the Bus Stop chicane. Fernando Alonso and four times winner here, Kimi Raikkonen were keen to try the track ahead of time, racing model cars on a track made by licensee Carrera, the leader in the field of the latest generation of electric racing car tracks. The layout was built up in one of the Logistics buildings at Maranello. The two Scuderia drivers were teamed with their respective data engineers, Edoardo Brosco and Giuliano Salvi as they fought a thrilling duel and they made the most of the occasion to describe the key points of this legendary track. Enjoy! 

Fonte: formula1.ferrari.com

Um vídeo simples, mas que vale pelos sorrisos dos pilotos da equipe. Pelo menos ali eles conseguem se divertir pilotando uma ferrari, já que na pista de verdade...



Beijinhos, Ludy

#ALSIceBucketChallenge: mais desafio para Alonso

Juan Mata foi mais um que indicou Alonso #ALSIceBucketChallenge...

vídeo: http://instagram.com/p/r9unqYkCFM/

Está na hora do Alonso resolver isso logo!!!! hehehe #ansiosa

Bjusss, Tati

Daniel Ricciardo ALS Ice Bucket Challenge

E ele finalmente enfrentou o desafio... sorrindo, claro!!! hehehehe


E ainda indicou Hamilton e Horner!

Enquanto isso eu espero Alonso tomar coragem e ir para desafio também... hehe

Para assistir, cliquem AQUI no site da SkySport

Bjusss, Tati