29 de abril de 2016

Octeto TV: Stop and Go! - 1x04

**

Stop and Go! - Episódio 4, temporada 1

Tati comentando sobre:

- Expectativas para primeiros pontos de Alonso na temporada
- Se a HONDA vai dar certo na F1 novamente;
- Sobre Bernie, o "ditador".

Bjusss, Tati

LOL !!!!!!!!!

Assista!! E morra de rir junto com eles... hehehehehehe


LINK Aqui

Bjuss, Tati

Kimi by Ludy: Russia 2016 - Day 2


 Beijinhos, Ludy

Russian GP 2016 - Robin Räikkönen in paddock

Primeiro a foto abaixo para deixar a sexta-feira linda!!!! #amodemais


Daí vou nas minhas inscrições do You Tube e me deparo com este vídeo que tem tanta fofura que é impossível você não amar Robin!!!!!

Por que chora coisa linda? Fica assim não!!!!! #ohmeudeus Ele parou na hora que viu a câmera. #adoro rsrsrs

E depois sendo carinho com o bichinho de pelúcia? #morriiiii 

Fora que ele está adorável dando seus passinhos todo confiante, andando sozinho!!! 

E o que é este visual descolado? #muitafofura

Robin é a coisa mais linda, gente!!!! Impossível não amar!!!!



Sério, nunca pensei que um dia eu ia ver isto. Um filho de Kimi andando pelo paddock. Achei que este dia nunca fosse chegar. hahahaha....

Mas a cada dia que vejo Robin sendo esta criança linda que é, e Kimi sendo pai, fico mais feliz, porque ele merece uma família assim.

Eu duvido que você seja capaz de resistir a isto!!! DU-VI-DOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!! Stefania está encantada também! Como não estaria?! #muitoamorenvolvido



Beijinhos, Ludy

O dia de hoje na Ferrari: Kimi e Vettel


Kimi not entirely happy with handling yet

It was not an ideal day, one of those days you struggle to make the tires work and get the car where you want. I wasn’t doing any proper lap, but today it’s only practice, I’m sure we can improve for tomorrow. Overall I think we just have to work on the set up to make it as we want and then it should be ok. We have a new engine and new parts on the car, so far it has been working well. We wouldn’t use any new thing if we did not expect it to be good.


Seb unfazed by electric problem in practice 

Looks like we had an electric problem, but I am sure we can fix it. Still, it is a shame, because now we are lacking some laps, especially in the long runs on race trims, which would have allowed us to see how competitive we are. But Kimi did the homework for the team, so it is not too bad. Also, here in Russia we know roughly what to expect. I think we can still learn a lot from what other people did. In Qualifying trim we still have some stuff to improve. I think the car was getting better though. The track was quite dirty in the morning and then during the day it came more towards us. I felt happier as the day continued, it’s true that for the race we are lacking a bit of information, but we will see tomorrow morning, when we have another practice session.

Fonte: formula1.ferrari.com

Para Kimi não foi um dia ideal, eles tiveram algumas dificuldades com o acerto dos pneus, mas deu para coletar alguns dados e como foram apenas nos treinos livres ele espera melhorar para amanhã.

Para Vettel foi um dia de problemas em uma das sessões, mesmo fazendo o segundo melhor tempo. Mas como ele disse, é possível aproveitar os dados coletados pelo time com o companheiro para melhorar no que for necessário.

Beijinhos, Ludy

Mercedes e Mercedes nos treinos livres

Se no primeiro, Nico foi mais rápido, no segundo foi a vez do Hamilton. Vettel se enfiou ali pelo meio dos dois e Kimi ficou pela quarta posição. Ferraris e Mercedes se enrolando por ali como tem sido esse início. Poucos deram menos de 30 voltas na hora e meia de pista aberta. 

By Lu



28 de abril de 2016

Mobil 1 | Endless Roadtrip... HAHAHAHAHAHA... senhor!

Divirtam-se galera!!!!!!!!!!! HAHAHAHHAHAHAHA

Ameiiii gente!!! O que é isso????? MUITO BOM!!!!!!! Ai... estes dois!!! AMOOO!


** ** ** ** **

Ohhh My!! They are soooooo adorable!!!!!

O meu favorito??? ME JULGUEM: O da Russia!  hehehehe

Bjuss, Tati

Sustentabilidade

Uns viajam sozinhos ou no máximo com o staff próprio no jatinho. Mas tem a turma do fundão e da mão fechada - nem sei como o Alonso não está nesse bando - que gosta mesmo é de rachar a conta do jatinho.

Tenho um crush no Wurz. Sempre achei ele uma simpatia em forma de gente. Nem sei se é de verdade,  mas na minha imaginação é e isso que importa.

 Na ocasião, todos indo para Sochi

by Lu

Coluna "O que elas pensam?" by Ludy


"Momentos de felicidade" by Ludy

O que é a felicidade quando curtimos um esporte ou torcemos por um atleta? O que nos faz sorrir, chorar de alegria, nos enche de orgulho e nos motiva para os próximos desafios? As vitórias, é claro. 

Qualquer um que ame o esporte, viva ou faça dele parte de sua vida seja como praticante, dirigente, esportista ou torcedor, jamais afirmará o contrário. Todos nós procuramos a vitória, a conquista, porque ela é o combustível que nos move. 

E por que estou falando disto hoje? Porque neste exato dia 28 de abril, há 20 anos, Jacques Villeneuve vencia pela primeira vez na F1. 

Foi na Alemanha, no circuito de Nurburgring, valendo pelo GP da Europa que ele conquistou de ponta a ponta (ao assumir a liderança na largada) seu primeiro triunfo na categoria na qual seu pai um dia também havia vencido. 

Naquele domingo, 20 anos atrás, ao seu lado no pódio estiveram seu maior adversário na F1, o alemão Michael Schumacher, e aquele que veio a se tornar seu melhor amigo, o escocês David Coulthard. 

Naquele dia 28 de abril de 1996, eu, Ludmila ouvia pela primeira vez o hino do Canadá (que eu tanto amo) ser tocado em homenagem ao piloto que me ensinou a amar (e muitas vezes odiar) a F1 em proporções gigantescas. 

Naquele domingo de abril, o mundo passou a ver Jacques além da sombra de seu pai, a admirar um pouco mais do canadense que chegou à F1 causando e acontecendo, com um estilo diferente dos padrões europeus. 

Naquela tarde na Alemanha, Jacques começou a escrever seu próprio nome na história da categoria e a honrar o sobrenome que seu pai havia eternizado. 

Naquele dia 28 de abril de 1996, eu, Ludmila, torcedora de Jacques Villeneuve, vivi com ele o primeiro dos onze momentos felizes que nos foram reservados na história desta categoria que reúne há mais de 60 anos, os melhores pilotos do mundo. 

E se alguém me disser que estes onze momentos foram poucos, eu só tenho a dizer que esta pessoa não poderia estar mais errada. Porque é a intensidade com a qual a gente vive nossos momentos, que nos dirá se no final das contas, alcançamos a felicidade. E eu posso garantir que sim, tanto Jacques, quanto eu, fomos felizes na F1.


Beijinhos, Ludy

Kimi by Ludy: Russia 2016 - Day 1


 Beijinhos, Ludy

Seb “not overly concerned” after first three races

Seb “not overly concerned” after first three races 

“We didn’t have the first three races that we were looking for, but I think we are in a better position than last year. It is natural to have a sense of pressure, especially from myself. There have been races where I was very happy for what I’ve done and there have been occasions in which I know I didn’t do my best, but that’s how it is. Usually, when you finish second the year before in the Championship overall, you want to be the best team next year. We said many times we are happy with the car, we are on the right track. We are not overly concerned. I think it’s about putting things together and things coming together as well. For sure we are not sitting here waiting to have a lucky race. We are working very hard and we want to make progresses. The race is on Sunday and there’s always a chance. So, for now we have to focus on Friday and then go from there. Honestly, I think about how I feel with the car and our feeling is good. We look at ourselves and not too much at the others.”

Fonte: formula1.ferrari.com

Cada um sabe onde o calo aperta. #fato 

Se ele não está preocupado demais, então tem seus motivos para isto.

Beijinhos, Ludy

Kimi’s plans to fine-tuning for a ‘nice’ track

Kimi’s plans to fine-tuning for a ‘nice’ track 

“In the first races we had some struggles, but at least we got some points out of it. Our aim is to always do better, having a normal weekend, hopefully with no issues. It is a hard season but we have to keep working and make progress. We know we have things to be done and improved but we have a good package which would allow us to go quite happy in the race weekend. There are small details that can make a big difference in an overall result and we have to get the maximum out of it. We have to improve the areas we know we are not very happy with, making things better and driving better. About what happened in China, it’s not ideal but it’s part of racing and it’s in the past already, and anyway we managed to make a pretty good recovery and it was not a disaster. This track is quite nice. In the past years it has been quite tricky to make the tires work, especially on a short run. Last year the weather was pretty poor. This weekend probably for the first time we are going to have nice weather all the time, hopefully we are going to have a normal practice and go from there, but making fast laps is never easy, so we’ll see what we can do tomorrow and move from there.”

Fonte: formula1.ferrari.com

Só quero uma corrida sem problemas, só isto.

Beijinhos, Ludy

27 de abril de 2016

Stop and Go!: Mandem suas perguntas!


Hello people!

Este fim de semana tem corrida, e com isso o quarto epi de SoG!

Este findi quem responderá será euzinha: TATI! Portanto, mandem temas e perguntas para eu conversar com vocês!

Eu gravarei na sexta-feira, então aceito perguntas até lá!!!

Fico no aguardoooo!!!! Participem!

Bjuss, Tati

Motor inovador!?

Honda ya trabaja en un motor innovador de McLaren en 2017

Sólo estamos en puertas de la cuarta carrera del Mundial 2016, pero Honda ya trabaja en el motor de 2017. Pese a la evolución evidente en las tres primeras citas del campeonato, la suministradora de motores quiere dar a McLaren un coche campeón para la próxima temporada y para ello no queda otra que trabajar a destajo. "“El ERS es mucho mejor que el año pasado, pero aún tenemos que alcanzar a nuestros rivales con el motor de combustión interna, ahí fallamos", decía hace unos días Yusuke Hasegawa, el máximo responsable de Honda en la F1.

Pese a las mejoras, el McLaren no tiene la potencia deseada y en velocidad punta siempre queda al descubierto si lo comparamos con Mercedes o Ferrari, sus grandes referentes para volver a la cima de la F1. En la carrera de Shanghái, por ejemplo, Fernando Alonso firmó una velocidad punta de 338.2, mientras que Daniel Ricciardo, con el Red Bull, llegó a los 349.9.


Según apuntan desde Auto Motor und Sport, será en el GP de Canadá, el próximo mes de junio, cuando Honda estrene un innovador motor de encendido por chispa inspirado en el que ya tiene Mercedes. Desde Honda reconocen el error en la ubicación de su unidad de potencia y confían en que con un nuevo diseño el McLaren disponga de la potencia para aspirar a estar en la parte alta de la parrilla.
(fonte: As.com)

***

Eu só digo uma coisa: MEDOOOO!!!

Bjuss, Tati

Sebastian Vettel previews the Russian GP



Beijinhos, Ludy