Não concordo!

REVISTA DEIXA BRASILEIROS FORA DE LISTA DOS 15 MELHORES DA 1ª PARTE DA TEMPORADA

Massa e Senna ficaram empatados em 16º; piloto da Ferrari ainda acumulou pior nota em relação ao companheiro de equipe

Leonardo Felix
20/08/2012  

O site da revista alemã “Auto Motor und Sport” publicou no último fim de semana uma lista que avalia o desempenho de todos os pilotos que fazem parte da temporada 2012 da F1, após a realização da primeira parte da temporada, composta por 11 das 20 etapas previstas.

No artigo, assinado pelo jornalista Tobias Gruner, cada competidor recebeu uma nota de zero a dez e Fernando Alonso, líder do campeonato com 40 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, constou sem surpresas na primeira posição, com nota 9,09.

O espanhol da Ferrari foi o único a ser julgado acima da casa dos oito pontos, acumulando margem de 1,45 de vantagem sobre Sebastian Vettel. “Ele lidou com o fraco início da Ferrari, levando o carro do time ao limite”, elogiou.

Para os brasileiros, o ranking não foi nem um pouco generoso. Felipe Massa e Bruno Senna ficaram fora do grupo dos 15 melhores, rigorosamente empatados na 16ª colocação, com nota 5,18, juntos com Daniel Ricciardo.

Para Massa, a diferença em relação a Alonso é de 4,91, a maior entre dois companheiros de equipe. Senna, por sua vez, teve ao menos a ressalva de ter terminado à frente de Pastor Maldonado. Mesmo tendo dado à Williams sua primeira vitória desde 2004, os inúmeros erros e confusões provocados pelo venezuelano deixaram-no em penúltimo, com avaliação 4,45, à frente apenas de Narain Karthikeyan.

Ainda sobre os brasileiros, ambos ficaram abaixo de alguns competidores que disputam a temporada com carros claramente inferiores, casos de Nico Hulkenberg, Paul di Resta, Heikki Kovalainen e Vitaly Petrov.

Em compensação, alguns pilotos da casa foram bastante relevados pela “Auto Motor und Sport”. Vettel, que está em terceiro na tabela, atrás do companheiro Mark Webber, aparece como vice-líder do ranking, enquanto o australiano é o quinto.

Se a revista parece ter sido generosa com o atual bicampeão da categoria, o que dizer de Michael Schumacher? Décimo segundo colocado no campeonato, com 29 pontos, o heptacampeão foi posicionado em sexto, enquanto o outro representante da Mercedes, Nico Rosberg, que possui 48 a mais do que ele e tem até vitória, ficou em nono.

Outro alemão, Nico Hulkenberg, aparece empatado com Schumacher em sexto, contrastando com o décimo posto de seu parceiro de Force India, Paul di Resta. No certame, contudo, é o escocês quem leva vantagem: com 27 pontos, ocupa o 13º lugar, contra 19 do companheiro, 16º.

“Alguns pilotos estão muito melhor [colocados] do que aquilo que aparece na pontuação do Mundial. Michael Schumacher ficou para trás por problemas de equipamento, por exemplo. As quebras constantes lhe privaram de vários pontos”, justificou o jornalista.

Outros destaques são a terceira e quarta posições dos campeões Lewis Hamilton e Kimi Raikkonen, ao passo que seus respectivos companheiros Jenson Button e Romain Grosjean terminaram em 12º e 13º.

Confira a lista completa formada pela Auto Motor und Sport:




Fonte: Tazio

Desculpa aí, mas não acho que Vettel e Hamilton estejam melhores no campeonato do que Räikkönen. A diferença real entre estes pilotos (e coloco Webber na equação, é que Kimi é o único dos cinco primeiros colocados a não vencer).

Já falei sobre isto em uma postagem da Tati na semana passada (link aqui), comentei sobre o mesmo assunto no Podcast do Octeto que gravamos na última sexta (e que estará no ar no fim de semana) e vou repetir, Kimi está fazendo um excelente campeonato, e na hora que conseguir melhorar sua classificação, a luta pela vitória será finalmente, real. Porque de fato, este tem sido seu único ponto franco até agora, a posição no grid de largada.

Beijinhos, Ludy

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mas logo o Maradona??