Coluna Velocidade e Batom: "Kimi, o WRC e um possível retorno à F1" by Ludy

Escrevi uma coluna no início do mês, falando sobre esta possibilidade de retorno de Kmi à F1. Quem não leu, segue o link. E apesar de nada muito novo ter acontecido, preciso escrever novamente sobre este assunto.

Desde o começo do dia, depois de postar a matéria de Heikki Kulta com Mark Arnall (aqui), não consigo tirar da cabeça que alguma coisa realmente está acontecendo desta vez.

Desde o início da tarde tenho lido umas coisas aqui e ali, recebido informações importantes sobre este assunto e não consigo acreditar que o fato de Kimi ter simplesmente saído dos dois últimos rallies, seja simplesmente por sair. Digo, depois que os problemas acontecem. Há algo acontecendo com ele, com o que ele tem em mente para o futuro.

Se você acompanhou a trajetória de Räikkönen no WRC, vai entender perfeitamente o que estou falando. Ele nunca esteve tão desanimado como está agora e tenho uma data para esta situação ter começado. Desde a Finlândia, quando o chefe da Citroën Olivier Quesnel resolveu publicamente, criticar Kimi pelos resultados não satisfatórios dele (na opinião do francês, é claro), as coisas começaram a esfriar. Kimi estava em oitavo lugar no mundial àquela altura, entre os oito melhores pilotos de rali do mundial. O que mais Quesnel queria? Vitórias? Como um carro que não recebe nem metade das atualizações que recebem os Citroëns de Loeb e Ogier pode vencer? #impossível

Eu sei que não tenho a qualificação para analisar tecnicamente o rali (nem é a minha intenção), mas tenho sim o direito e o conhecimento, para analisar o que vi Kimi Räikkönen fazer nestes quase dois anos de WRC. Vi um piloto que foi jogado em um ambiente completamente diferente daquele em que se tornou o melhor, se adaptar da melhor forma que podia, vi um piloto superar suas falhas, lutar, ser humilde em aceitar que não estava no nível dos outros, aprender, evoluir, e acima de tudo, vi um piloto voltar a ser feliz com o simples fato de estar fazendo o que gostava.

Só que há alguns meses (desde a Finlândia, para ser mais exata), notei que esta felicidade passou a ser menos frequente. Este mesmo piloto que para mim, fez muito bem aquilo que se propôs quando chegou ao mundo do rali, passou a sorrir menos, a curtir menos, a se divertir menos, e quando falamos de Kimi Räikkönen esta leitura diz muito sobre o que se passa dentro dele. O vídeo abaixo mostra o que eu tenho percebido há meses. #anosdeexperiência



As coisas começaram a dar errado, ele não foi à Austrália, abandonou a etapa na França no primeiro dia, assim como a deste fim-de-semana, na Espanha. Ele poderia ter continuado? Na etapa francesa, com certeza, foi por isto que fiquei chateada dele não continuar, já o tinha visto seguir em ralis onde ele havia enfrentado acidentes piores e não tinha desistido.

Na etapa espanhola, apesar de terem conseguido resolver o vazamento de óleo que causou o seu abandono ontem e poder retornar através da regra do Super Rally, o finlandês resolveu não voltar para poupar o carro para o último rali da temporada, que acontecerá no País de Gales e foi apoiado por seu chefe de equipe, Benoit Ogier.

Fora tudo o que já falei, ainda tem a questão financeira. Não é fácil manter uma equipe particular de rali, Petter Solberg (campeão do WRC de 2003) comentou esta semana sobre ter que tirar do seu bolso o dinheiro para bancar sua equipe nestas 2 últimas etapas do WRC. E não poder encontrar um patrocinador que queira investir em você, ainda mais em tempos de crise econômica na Europa, também ajuda a te desanimar.

E como se tudo isto não bastasse, os rumores da F1 não param. E alguns deles, que li fóruns afora (porque acreditem, o que mais faço e ler fóruns sobre automobilismo...rsrsrs) seriam que na semana que vem ou em 2 semanas, Kimi estaria agendado para ir à sede da equipe inglesa e que no GP da Índia (dia 30) ou depois, a equipe Williams fazer o anúncio oficial de seu acordo para trazer o finlandês de volta para a F1. #rumores

Se é verdade ou não, ainda teremos que esperar para ver. Mas tenho motivos (concretos) para pensar que desta vez, sim, estes rumores podem ser verdade. É claro que tudo pode mudar, de repente, porque de verdade, pelo que vi de Kimi no WRC, acho que a vontade dele é continuar no rali, mas diante das circunstâncias complicadas, principalmente financeiramente falando, e por ele amar tanto correr, ficar parado ainda não é uma opção para o Iceman, e daí o motivo dele retonar à F1, mesmo que seja em uma equipe que ele sabe bem (mesmo com investimento que eles estão tentando fazer), não vencerá novamente na categoria em um futuro breve.

E aí eu torno a repetir o que disse na outra coluna (do link do início deste texto), se esta possibilidade tivesse acontecido há um ano, eu de verdade, estaria comemorando de felicidade. Mas hoje, nem se fosse prometido a Kimi mais milhões de títulos de F1, eu gostaria de vê-lo por lá novamente.

Se ele voltar, vou aceitar, claro, porque eu sou fã deste finlandês e não vou abandonâ-lo. Nunca! Não o abandonei no rali, que foi uma das coisas mais difíceis que enfrentei tanto como torcedora (pois tive que aprender do zero) quanto como blogueira (vocês não têm ideia esforço que fiz neste dois anos), e sendo a mais sincera possível, se realmente acontecer de Kimi retornar à F1, o dia que anunciarem isto, vocês podem ter certeza que eu serei uma das poucas fãs de Kimi que estará triste com isto.

Peço desculpas pelo texto imenso. E desculpem-me também se não consegui explicar bem o que se passa com meus pensamentos. Eu mesma estou confusa! A única certeza que tenho é que hoje, eu sinto a mesma tristeza que senti quando no dia 30 de setembro, a Ferrari e Kimi anunciaram o fim de sua parceira.

Beijinhos, Ludy

Comentários

Carol M disse…
Ludy, além de te enteder, estou sentindo o mesmo. Estou tão desanimada que nem vou comentar muito, sorry dear! Nossa mente está uma confusão, mas como diz o próprio Iceman : wait and see!
Entendo Carol! :) Quando estava escrevendo este texto, recebi seu e-mail, então acho que ele responde bem o que vc me perguntou né?! rsrsrs...

bjs, Ludy
ju oliveira disse…
ludy o que deu neste moço nao tou entendo nada nao to gostando nada nada desculpa por Insistir a carinha dele nao ta nada bem isso nao deve ser boa coisa isso sera uma aposentadoria ? bj ju oliveira
Silvia disse…
Só discordo de uma coisa no seu texto, o que mais vejo na internet são fãs do Kimi que não querem que ele volte. Incluindo eu :(
Não acho que ele queira se aposentar não Ju. Mas sei lá né? Tudo pode acontecer.

Silvia, os fãs de Kimi com os quais tenho contato aqui no Brasil, são poucos, a galera que conheço através do blog e amigos feitos da ápoca da F1, alguns deles não acompanham mais Kimi com faziam quando ele era da F1. Outros sim. A maioria do pessoal com quem converso e leio as opiniões diariamente, vem de fora e lá fora, embora eles estejam acompanhando e torcendo por Kimi no WRC, o desejo desta maioria é que ele volte sim para F1. Claro que estou falando dos fóruns que acesso, talvez em outros, o pessoal não pense assim.
Mas não falei sobre isto neste texto, você deve ter confundido com o primeiro texto. rs

bjs, Ludy
Ah, Silvia, e bom saber que vc também quer vê-lo no WRC. :) Não sabia!

bjs,

Ludy

Postagens mais visitadas deste blog

Para Lu... um Feliz Aniversário!!!!!!

Lu, parabéns pelo seu dia!!!!