GP do Canadá adiado

GP do Canadá de F1 é adiado por impacto do coronavírus

O GP se juntou oficialmente à lista de etapas adiadas da temporada 2020 da F1 devido à crise causada pena pandemia da Covid-19

Marcado inicialmente para 14 de junho, o GP do Canadá, realizado em Montreal, é a nona etapa afetada pela pandemia da Covid-19. Com isso, o GP da França, em 28 de junho, é oficialmente a primeira prova da Fórmula 1 em 2020, caso não seja adiado.

Apesar de ser realizado apenas uma semana do GP do Azerbaijão, que foi adiado em 23 de março, Montreal tinha um tempo extra antes de tomar a decisão por necessitar de menos tempo para preparar a pista.

Uma nova data está sendo buscada, com fontes sugerindo que pode ser no fim do verão no hemisfério norte. 

Em um comunicado, os organizadores da prova enfatizaram que as autoridades locais tiveram um papel chave no processo: "O adiamento não foi uma decisão facilmente tomada. Ao longo do último mês, estivemos em contato constante com a Fórmula 1 e as autoridades de Montreal, da Secretaria de Turismo da Cidade e os Governos Federal e da Província". 

"Seguimos as diretrizes divulgadas pelas autoridades sanitárias como um resultado direto da pandemia da Covid-19 e seguimos os conselhos das autoridades. Nossos pensamentos e sinceros agradecimentos vão aos homens e mulheres que trabalham incessantemente para nos manter saudáveis, seguros e alimentados nesse período de incertezas". 

O CEO da F1 Chase Carey destacou que uma nova data será encontrada para a prova. 

"Estávamos trabalhando em proximidade com nossos amigos do GP do Canadá nessas últimas semanas e os apoiamos na tomada dessa decisão necessária para garantir a segurança dos fãs e da comunidade da F1", disse. 

"Sempre esperamos para viajar para a incrível cidade de Montreal e, apesar de termos que esperar um pouco mais, vamos organizar um grande evento quando chegarmos lá ainda esse ano. 

O CEO do GP do Canadá e promotor François Dumontier enfatizou o papel que as equipes da F1 tem no desenvolvimento de tecnologia no combate da Covid-19". 

"Estou muito orgulhoso em ver iniciativas maravilhosas e avanços tecnológicos saindo da Fórmula 1 e sendo aplicadas nesse momento de crise", disse. "No momento é crucial que todas as nossas energias sejam colocadas no combate à Covid-19". 

"Receberemos vocês de braços abertos no Circuito Gilles Villeneuve logo que for possível". 

No último mês, Dumontier falou ao Motorsport.com / Autosport que, caso o GP fosse adiado, ele não poderia ser realizado a partir da segunda metade de outubro, devido ao clima. 

Fonte: Motorsport.uol.com.br

Eu sabia que a F1 não começaria no Canadá. Era meio óbvio. O país está praticamente na mesma época de enfrentamento ao coronavírus que o Brasil, o que significa que os meses de abril e maio serão bem difíceis, portanto, realizar a prova em junho seria impossível.

E complemento, não acho que a temporada começará na França, no final de junho, já que o país é um dos locais na Europa que vem sofrendo bastante com a pandemia. Se algo começar, acho que só em agosto.

Beijinhos, Ludy

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Para Lu... um Feliz Aniversário!!!!!!

Lu, parabéns pelo seu dia!!!!