9 de julho de 2018

2018 Great Britain - Raikkonen v Brundle v Herbert in a hovercraft

Adorei!!! Adorei mesmo o vídeo!!!! Nada melhor para encerrar meu domingo do que com este vídeo, Kimi leve e feliz, se divertindo, tirando onda com os outros, sendo ele mesmo.



Que maravilha assistir a isto e perceber o quanto da carreira de Kimi eu estive por aqui. Uau! Não sabia que ele se tornou o segundo piloto com mais experiência na Ferrari depois de Michael Schumacher. Deveria ter me dado conta disto, foram 8 anos da carreira dele dedicados a esta equipe.

Não tenho falado muito sobre o assunto aqui porque não tenho motivos para ficar remoendo, mas pelas respostas dele sobre a questão do futuro, as palavras usadas, a linguagem corporal, é possível perceber que ele não fica mais na F1.

Estou de bem com isto, de verdade, que ele faça o que for bom para ele, é o que importa. Se for a hora de se aposentar vou entender, de verdade. Aliás, entenderei perfeitamente.

Para encerrar, um comentário pessoal, a vida da gente é uma coisa incrível mesmo, feita de sinais, que vamos lendo como nos cabe. Durante boa parte do vídeo, eles usaram trechos da ópera Carmen de Bizet (um trecho desta peça inclusive, é usado na hora do pódio da F1 todo domingo). 

E por que isto é um sinal para mim? Este pedaço da ópera usada na matéria de Kimi é exatamente a parte que os patinadores de Dança no Gelo do Canadá e bicampeões olímpicos, Tessa Virtue e Scott Moir (de quem eu sou torcedora há 8 anos), usaram como uma de suas apresentações em seus 20 anos de carreira. E "Carmen" é uma das minhas preferidas da dupla canadense. 

A conexão entre eles e Kimi, além da música? Tessa e Scott vão se aposentar este ano, estamos apenas esperando o anúncio oficial. Assim como Kimi.

Como eu disse, a gente aprende a ler os sinais que a vida nos dá ao longo dos anos.

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: