8 de junho de 2018

Ritmo difícil

Raikkonen: Em Montreal é sempre difícil conseguir ritmo

Piloto da Ferrari lamentou dia complicado, embora esteja convencido de que tomou o caminho certo no final

Kimi Raikkonen teve dificuldades de encontrar o acerto de sua Ferrari, mas no final conseguiu ficar apenas 0s130 da Red Bull de Max Verstappen.

O "Iceman" explicou que não é tanto uma questão de problemas de sua SF71H, mas porque a pista canadense tem características especiais, o que dificulta a busca do ritmo.

"Eu não acho que foi um dia simples, é sempre muito difícil conseguir ritmo, porque há pouca carga, baixa aderência, bem como muitos solavancos e freios muito altos. Tentei cortar a chicane, tanto quanto possível." 

"Não é fácil, pelo menos melhoramos, então significa que tomamos a direção certa, ainda há trabalho a fazer, mas estou muito feliz ", disse Raikkonen à Sky Sports. 

"É claro que tentamos fazer o nosso trabalho normal, estar o mais preparados possível, mas amanhã veremos se estamos na pole, daremos o melhor de sempre e veremos o resultado que alcançamos", acrescentou.

Fonte: br.motorsport.com

Segundo lugar na segunda etapa de treinos livres do dia, mas a gente infelizmente sabe que não vai servir para nada quando for para valer.

Tão triste isto!

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: