5 de abril de 2018

Kimi sobre o futuro da F1

Kimi não se importa com futuro da F1: “não estarei aqui”

Pedido para comentar e sugerir ideias sobre novos rumos do campeonato, finlandês se esquiva: “não estou interessado” 

Grande assunto do paddock no circuito de Sakhir nesta quinta-feira (5) no Bahrein, o novo plano da Liberty Media para a F1 a partir de 2021 não interessa ao finlandês Kimi Raikkonen.

O campeão de 2007, notabilizado por dizer o que pensa, mais uma vez deu das suas quando perguntado o que esperava das novas medidas que prometem tentar igualar a distribuição de renda e as forças do grid da F1.

"Depende deles, não é nossa decisão. É o negócio deles”, disse Kimi. 

“A verdade é que eu não sei o que eles estão fazendo. Eu sei muito pouco sobre isso e eu também não estou interessado. É uma decisão que irá afetar os próximos anos, e eu duvido que estarei aqui."

"Eu não entendi sua pergunta. Eu não tenho nenhum poder de decisão, então não sei para que vale a pena isso. Eu não posso mudar nada, não fazemos as regras. Por que dar a eles uma lista de coisas que não valem nada?"

Raikkonen fará seu 273º GP neste fim de semana em Sakhir, um circuito onde nunca venceu ou conquistou a pole position.

Fonte: br.motorsport.com

O texto acima parece um recorte das declarações que Kimi deu na coletiva. Ele não foi grosseiro como fica parecendo acima.

Ele simplesmente falou algo que no caso dele, será realmente verdade, não vai afetar para ele, porque ele não estará na F1 em 2021,  o que não significa que ele queira que as coisas deem errado.

Na última parte, a pergunta foi se ele mudaria algo na F1, se pudesse, mas isto não está no texto acima. Segue abaixo a coletiva completa se quiserem ver.


Um comentário:

Diogenes SSSCorreia disse...

É assim mesmo... a mídia corta trechos das entrevistas, colocam palavras na boca dos outros e etc. Se não formos inteligente e buscarmos informações certas, muitos continuarão sendo manipulados pela "massa".