13 de abril de 2018

Dia positivo

Räikkönen fala em “sexta-feira muito boa”, mas admite que ainda não sabe onde Ferrari está em ritmo de corrida

Kimi Räikkönen teve, de fato, uma sexta-feira bastante positiva em Xangai. O finlandês, que venceu no circuito no ano da conquista do título mundial, em 2007, mostrou que a Ferrari está praticamente no mesmo nível da Mercedes ao ficar a apenas 0s007 da melhor marca do dia, registrada por Lewis Hamilton. Mas quanto ao potencial em ritmo de corrida, o ‘Homem de Gelo’ não tem ideia do que esperar

Kimi Räikkönen foi um dos grandes nomes desta sexta-feira (13) de treinos livres do GP da China de F1. Pela manhã, o ‘Homem de Gelo’ levou a Ferrari à segunda colocação depois de ter ficado a 0s359 do tempo do líder da primeira sessão, Lewis Hamilton. À tarde, porém, o finlandês mostrou que a Ferrari também está forte em ritmo de classificação e ficou a apenas 0s007 do tetracampeão, que fechou o dia como o mais rápido.

Ao fazer um balanço do dia de treinos em Xangai, Kimi não escondeu a felicidade com o comportamento da SF71H. “Foi uma sexta-feira muito boa e estou feliz com a impressão do carro. Acho que temos uma boa base para começar, parece muito bom”, declarou o dono do carro #7.

O veterano disse que poderia ter registrado tempos ainda melhores se não fosse pelo tráfego, algo que atrapalhou alguns pilotos durante as duas sessões do dia.

“O carro tem sido bastante simples desde o início, então é fácil ajustar as coisas. Em volta lançada, tivemos algum tráfego, tenho certeza que poderíamos ter ido mais rápido”, afirmou.

Räikkönen destacou o grande equilíbrio de forças visto nesta sexta-feira — com os quatro primeiros colocados separados por apenas 0s108 —, mas não tem ainda como projetar o real potencial da Ferrari em ritmo de corrida. O clima, na visão de Kimi, ainda pode desempenhar um papel importante neste sábado, quando ainda há alguma previsão de chuva em Xangai.

“Nos long-runs, jamais tivemos uma ideia adequada em razão das condições: começou a chover e tivemos uma quilometragem limitada, por isso é um pouco complicado saber onde estamos. Hoje foi muito apertado, mas quem sabe amanhã qual vai ser o tempo? As coisas podem mudar muito rápido de um dia para o outro”, concluiu.

Fonte: Grande Prêmio

Primeira vez na temporada que Kimi está realmente satisfeito com um dia de treinos. Pena que não vai continuar assim, nós bem sabemos.

Para mim a temporada já nem importa mais. Eu perdi o ânimo, sei que é cedo, mas é tudo óbvio demais. 

Kimi tem sido mais rápido do que o companheiro em praticamente todos os treinos (livres e classificatórios) e no final, sempre acontece algo, sempre. 

Queria poder acreditar em algo bom, mas não acho que vai rolar. Vou apenas aproveitar Kimi pilotando e é isto.

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: