2 de novembro de 2017

Contagem regressiva - Octeto 10 anos: Jacques Villeneuve


Jacques Villeneuve

By Tati

Campeão polêmico. Sem papas na língua. Sem filtros. Este é Jacques Villeneuve. Às vezes fala demais, mas sempre muito sincero. Jacques, embora não faça mais parte da F1 na pista, continua polemizando com o microfone nas mãos.

By Lu

Jac foi meu primeiro amor, gente. Lá por 1997, eu liguei – eu juro! – tive a ideia brilhante de durante o final de semana do GP do Brasil ligar lá da minha cidadezinha, para o Hotel Transamérica aqui em São Paulo e pedir para transferir para ‘Mr Villeneuve, please’. Claro que não transferiram, mas minha ideia foi genial, né? hahaha... Enfim, mais do que um amor platônico de adolescente, Jac foi uma grande piloto. 97 um campeonato disputado como a gente poucas vezes viu depois. Título incontestável. Dava gosto de ver na pista. Autêntico e honesto com o que acredita, ver entrevistas dele sempre é demais, mesmo que seja para discordar do que ele fala. E de pouca gente a gente pode falar isso na F1. Pouca gente. Bem pouca.

By Ludy

Jacques me ensinou tudo sobre F1. Por causa dele aprendi a amar tudo que envolvia a categoria. Senna me apresentou o esporte, mas Jacques foi o primeiro que eu escolhi torcer e por causa dele, estamos aqui hoje. Sem ele, o Blog do Octeto Racing Team jamais teria se tornado realidade. Vivi intensamente cada uma de suas 11 temporadas na categoria. Foram muito mais derrotas, momentos dolorosos, decepções, traições, do que vitórias. Mas eu faria tudo de novo, mesmo que me dissessem o quanto seria difícil. Eu torceria por ele novamente. Sempre! Hoje ele é comentarista, sempre de língua afiada (menino venenoso...hahaha) e pai de quatro meninos. E eu confesso, estou apenas aguardando o dia em que verei Jules, Joakin, Benjamin ou Henry em um carro de F1 e aquele amor infinito que eu tenho pelo sobrenome Villeneuve vai novamente me fazer roer as unhas de nervoso. Obrigada Jacques, pela F1, pelas vitórias, pelas lições, pelas amizades, pelo aprendizado e pelo Blog do Octeto!

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: