15 de outubro de 2017

Semana Kimi Räikkönen 2017: "21 de outubro de 2007 - Minhas lembranças"


"21 de outubro de 2007 - Minhas lembranças" por Eric Oliveira

Meu 21/10/2007 

Aquele dia sem dúvida foi dia um muito especial, a começar pela noite anterior... como que dorme sabendo que o piloto pelo qual você torce tem uma remota chance de ser campeão? Com os pensamentos a mil, pensando em cada possibilidade que poderia acontecer na corrida, pois mesmo que pequena, a chance existia e isso já bastava, na época eu tinha 16 anos, e tinha que conter todo aquele misto de sensações dentro de mim, até porque ninguém que eu conhecia gostava de F1, minha única comunicação era com o pessoal do Orkut no grupo do FKR, nessa época eu não tinha internet em casa, então sempre que Kimi tinha uma corrida boa, ou muito marcante, na tarde depois dos GPs eu corria para um cyber/lan house que ficava perto de casa e ia comentar no grupo com a mesma galera de sempre, enfim... 

Voltando ao dia 21/10/2007, independe do resultado, eu iria correr no cyber naquela tarde para comentar novamente, aquela corrida foi tão difícil, não digo nem por Kimi, que fez uma largada espetacular e quase pula pra ponta, ou também pelo fato de que Lewis erra logo na curva 4, e seis voltas depois tem um problema que sinceramente eu tenho que dizer que pulei feito louco!! Hahaha... as chances que eram pequenas, de repente cresceram e começaram a existir de fato, e a sorte finalmente sorria para aquele piloto que tinha aquela fama de azarado. 

A corrida em Interlagos costuma ser das mais rápidas do calendário, mas essa, parece que não acabava nunca, foram mais de 60 voltas com o coração saindo pela boca, primeiro torcendo para que Hamilton não recuperasse as posições que precisava para ser campeão, segundo o trio global o tempo inteiro despejando energia negativa pelo fato de que o companheiro do “amado Felipe” seria campeão, e terceiro porque quem é fã de Kimi Raikkonen sabe mais do que qualquer outro torcedor que a corrida só acabar quando o finlandês cruza a linha de chegada (2005 deixou uma cicatriz muito profunda em nossos corações rsrs...), enfim... a corrida se desenrolou exatamente como mandava o script, a Ferrari inverteu as posições de maneira que ninguém pudesse questionar nada, já que o jogo de equipe estava proibido naquela temporada, e com isso a ansiedade apenas aumentava, Kimi virava líder da prova, Lewis estava brigando lá atrás, Alonso não demonstrava nenhuma ameaça, e Raikkonen estava cada vez mais próximo do título, cada volta era mais longa que a seguinte, depois daquela segunda metade de campeonato incrível que ele fez, não seria justo que algo acontecesse, mas a insegurança como sempre falava mais alto, até que a corrida finalmente acabou e Kimi Raikkonen se tornava o campeão mundial da Formula 1 de 2007.

Nossa, juro que não soube descrever o misto de emoções que eu senti naquele momento, depois de tanto sofrimento, de tantas corridas injustas, ele finalmente conseguiu, foi difícil de conter a emoção, ver o piloto que torcia no degrau mais alto do pódio e como campeão mundial, foi algo difícil de descrever, parecia um sonho, engraçado como alguém que nem sabe da nossa existência causa isso na gente, um sentimento tão bom, uma felicidade sem tamanho, e foi mais ou menos isso que senti naquele momento. 

Acabada a transmissão da Globo, na mesma hora eu queria correr pro Cyber pra comemorar com os únicos amigos que entenderiam tal emoção, mas ainda estava fechado, tive que me contentar em ficar êxtase em casa mesmo, enfim... até o momento que o cyber abriu, e pude comemorar mesmo que com palavras escritas a tão esperada vitória. Lembro que na página do FKR já tinha um tópico aberto com o título “É CAMPEÃOOOO”, muitos comentários postados comemorando, eu enfim pude me sentir “em casa”, comemorando com a galera a tão sonhada vitória. 

Engraçado que naquela época nunca passava pela minha cabeça beber, se esse campeonato tivesse vindo nos dias atuais, com certeza eu comemoraria ao estilo Kimi Raikkonen, com muita vodka até cair!! Hahahah... deixemos isso em off... 

Logo em seguida também a McLaren reivindicou o fato das BMW’s estarem correndo com combustível resfriado, alegando que aquilo era ilegal, nessa hora novamente a insegurança bateu, pois seriam duas possíveis posições que Lewis poderia subir e o título passaria para ele, o coração novamente voltou a acelerar, porém não demorou muito para que a FIA declarasse que tudo estava de acordo, e que Kimi era o legítimo campeão de 2007! Kimi o título é seu e ninguém nunca vai mudar isso, teu nome está na história desse esporte eternamente. 

Lembro também que naquele dia vi o Fantástico inteiro só para ver a matéria completa que sairia em torno do nosso finlandês, mais uma noite difícil de dormir!! Hahaha... confesso que aquilo parecia um sonho, no dia seguinte a mesma coisa, Globo Esporte, até o Jornal da Globo no final da noite hahahah... em uma época que ter internet em casa ainda não era tão comum, era o único meio que a gente tinha para poder viver aquele momento o máximo possível. 

Enfim, essa é a minha lembrança desse dia tão especial. Obrigado Ludy mais uma vez pelo convite, é sempre uma honra participar em momentos do Octeto e desse finlandês que já nos deu muitos momentos de alegria. 

Bjo meninas. 


******** 

Eric tem sido parceiro há alguns anos já. Corrida chega e corrida vai estamos nós lá sofrendo juntos via mensagem inbox ou na timeline do Facebook. E nas semanas sem corrida também, porque precisamos xingar a Ferrari, é nossa terapia! hahaha...

Seu texto me trouxe lembranças meu companheiro, memórias boas de uma dia inesquecível. Obrigada mais uma vez por topar estar por aqui.

Beijinhos, Ludy

3 comentários:

Eric Oliveira disse...

Valeu mais uma vez pelo convite parceira!! Realmente não tem sido fácil, e concordo, uma ótima terapia por sinal, hahahaha... enfim... é isso, vamos continuar torcendo pelo Ice até o fim. bjo meninas. ^^

Manu disse...

Excelente texto do Eric! ;) Parabéns!

=*

Eric Oliveira disse...

Obrigado Manu. ^^

bjo.