17 de setembro de 2017

Kimi não sabe, mas eu sei

Räikkönen diz não saber o que causou acidente na largada em Singapura: “Estava na frente e me acertaram por trás”

Kimi Räikkönen nem entendeu direito o desenrolar do acidente na largada do GP de Singapura. O finlandês argumenta que já estava na frente de Max Verstappen e Sebastian Vettel quando sentiu um toque por trás

Kimi Räikkönen ainda não entendeu direito o que causou o frustrante acidente na largada do GP de Singapura deste domingo (17). No enrosco com Max Verstappen e Sebastian Vettel, tudo que o finlandês sabe é que virou passageiro após ser acertado por trás.

“Eu tive uma boa largada, mas em seguida eu já estava na primeira curva e não tinha mais o que eu pudesse fazer”, recordou Räikkönen. “Eu perdi uma roda, e aí é claro que você perde controle do carro. Eu estava indo reto, não sei o que aconteceu na minha direita”, seguiu.

O finlandês também acredita que não tinha o que fazer para evitar o toque. “Eu já tinha passado, estava com as rodas na frente quando me acertaram por trás”, comentou.

Mesmo que de forma involuntária, Räikkönen e Vettel espremeram Verstappen logo nos primeiros metros. Kimi e Max saíram de combate no mesmo instante e ainda levaram Fernando Alonso de arrasto. Sebastian até manteve controle do carro e tentou ir em frente, mas os danos na lateral eram graves demais. 

O debate sobre o culpado pelo acidente é motivo de controvérsia nas redes sociais. Na sala dos comissários da FIA, nem tanto. A entidade optou por não punir nenhum dos três pilotos pelos toques. 

O acidente na largada é um golpe duríssimo nas esperanças de título de Vettel. Além de deixar Singapura sem pontos, o alemão viu Lewis Hamilton vencer e abrir 28 pontos de vantagem no Mundial de Pilotos.

Fonte: Grande Prêmio

Na minha opinião, a culpa foi do Vettel. Tinha 50% da corrida nas mãos largando da pole em um circuito como Cingapura e resolve arriscar na largada (ainda mais com chuva), ao invés de dar uma maneirada, já que o maior adversário dele vinha quatro posições atrás e ainda tinha o doido do Verstappen do lado?

Foi um incidente de corrida e nem acho que foi para punição mesmo (como analisaram os comissários), mas para mim e para muitos, Vettel foi quem causou o caos. Kimi não mudou sua trajetória desde o momento da largada, aproveitou apenas o espaço deixado por Max e no final deu o que deu.

O "se" não muda porcaria nenhuma, mas se Vettel não causa a confusão poderia ter tido o escudeiro dele ali tranquilamente (como isto é doloroso de aceitar, senhor!!!), já que por milagre, Kimi conseguiu fazer uma ótima largada e estava assumindo a segunda posição, e é claro que ele não poderia brigar pela vitória, então Vettel só teria que administrar até o final. #simplesaasim

Enfim, é isto o que penso!

Beijinhos, Ludy

2 comentários:

mário Paz disse...

Culpa do Vetel, sem sombra de dúvida, uma largada errática fazendo um movimento brusco e totalmente imprudente para a esquerda, acertando de forma bisonha os carros de Raikkonen e Verstappen. Alguém aí lembrou da largada do GP de Spa em 2016 ? E a equipe de transmissão da rede globo culpando o Kimi pelo múltiplo acidente pois "ele deveria ter feito uma largada conservadora para não arriscar a corrida do Vetel".
Mário Paz

Octeto Racing Team disse...

Exatamente Mário!

Sobre a Globo, falei sobre isto no episódio do Stop & Go que vou publicar ainda hoje. Fora que é a mesma atitude que o lixo da imprensa italiana está tomando. Era óbvio que esta imprensa asquerosa iria culpar o Räikkönen. Nem me surpreendo.

bjs, Ludy