16 de agosto de 2017

Boullier fala sobre Kimi, Fernando e Jenson

KIMI RÄIKKÖNEN

“Kimi is quite a special case [laughs]! His driving style is similar to Jenson’s in that he is very gentle with the tyres, very smooth, almost phlegmatic. He brakes earlier and in a gentle manner while carrying more speed through the corners, which is not what Nordic drivers usually do.

“Kimi’s greatest asset though remains his racecraft. He can read a race as if he had a GPS in his mind. I remember the 2012 Hungarian Grand Prix. He had started P5 and was quite slow and already 9s behind Hamilton who was leading the race. I asked him over the radio why he was not picking up the pace when he could have gone much faster. I did not get any answer, you know how Kimi is, ‘leave me alone’ and everything.

“All of a sudden, he started banging laps that were 1.5s quicker all the while keeping a 2s gap to Hamilton. We could not grasp what was happening. That’s only when he pitted that we understood his strategy: he was leapfrogging Romain [who had started from the front row alongside Hamilton]. Kimi’s plan worked to perfection and he came home in second place. The entire strategy was just unfolding live in his head, looking at the data, gaps, and screens: I’ve never seen anything like this.

“Kimi is a more sensitive guy than what he looks like from the outside. That would be a mistake to think otherwise. A good example of the difference between who he really is and what he wants to show the world is his 2012 Abu Dhabi Grand Prix victory. On his in lap after crossing the line, he was warm, even emotional in his thanks to the team over the radio. Then, as soon as he stepped out of the car, the ‘Iceman’ was back. Of course, that’s part of his personality but it’s also a form of protection.”

Fonte: http://en.f1i.com

Enquanto que no lixo de equipe em que Kimi compete as palavras são sempre cobrança, de agressão, ou então para dizer o quão competente ele é no seu lugar de segundo piloto, do outro lado temos alguém como Eric Boullier.

Eu amo as vitórias da McLaren, amo aquele carro prateado que Kimi pilotou, onde fez as corridas mais marcantes e maravilhosas de sua carreira, mas a Lotus, especialmente em 2012, que ano lindo, especial, maravilhoso. E ler o respeito que vem das palavras de Boullier só me faz ter ainda mais saudades. 💓

Eu não tenho dúvida alguma sobre as qualidades de Kimi e o fato de Eric elogiar o piloto e a pessoa me faz ter ainda mais orgulho do Iceman. É sempre bom demais ver alguém que trabalhou com o finlandês comentar sobre como ele é dentro da pista, o quanto ele é talentoso. E como ele é bacana fora delas também.

No momento em que me encontro como torcedora, vendo o piloto pelo qual sempre torci ser relegado a segundo dentro da equipe pela qual ele foi campeão e pior, vê-lo aceitar isto, confesso, é algo triste.

Mas estas palavras, estes elogios, este depoimento respeitoso de Boullier sobre Kimi como profissional e pessoa, foram a única coisa boa que alguém falou dele este ano. Então vou guardar com carinho, porque isto foi sincero.

E se quiserem ler o que ele falou dos nossos outros octetes Fernando Alonso e Jenson Button, cliquem nos nomes deles.

Aliás, quando Boullier fala que para pilotos como Fernando e Kimi, ele apenas estabelece o momento em que talvez ele deverá intervir, os deixando totalmente livres para serem o que são, mostra o quão respeitados e capazes são o espanhol e o finlandês. 👏👏👏

Beijinhos, Ludy

2 comentários:

Eric Oliveira disse...

Por isso que digo que Kimi não deve em nada pro Alonso, Vettel e Hamilton, nós já vimos isso, já lutaram pelo titulo duas vezes, mas hoje as circunstâncias mudaram muito, infelizmente ele se transformou nisso, apesar dele ter conseguido o titulo na Ferrari, ele nunca foi piloto de Ferrari, pra ser piloto a Ferrari tem que ter muita malícia, ser político, atributos que ele não tem, infelizmente chegamos a essa situação, a mídia e os demais metem o pau em Kimi, e ele com esse jeitão dele, simplesmente não desmente, e fica na dele, enfim... realmente foi muito bom ler isso, queria muito vê-lo terminar na Mclaren. Mas não vai ser possível. Gostava do Boulier trabalhando com ele, Kimi apesar de nunca pedir esse status, era visto pela equipe como o líder, realmente 2012 e 2013 foram ótimos anos, mas agora só são boas lembranças. Bjão meninas

Anônimo disse...

Concordo com o Eric em numero genero e grau. A Mclaren seria um otimo lugar para o Kimi encerrar a carreira sim mas mta coisa teria que rolar para q isso aconteca. Mas prefiro mil vezes ver Raikkonen na Mclaren lutando pra entrar num Q3 e pontuar do que continuar capacho da ferrari e do Vettel.
Andrey Neves