8 de junho de 2017

Futuro decidido

Raikkonen: Vettel não tem status de número 1 na Ferrari

Finlandês refutou ideia de que companheiro de equipe seja o preferido da escuderia italiana e disse que já tem decisão sobre futuro

Sebastian Vettel superou Kimi Raikkonen após os pit stops para ganhar o GP de Mônaco, com o alemão negando que a estratégia fazia parte para mudar a ordem dos carros em benefício de suas esperanças de título.

Mas Lewis Hamilton sugeriu o contrário, e disse que estava claro que a Ferrari havia escolhido Vettel como piloto principal.

Quando perguntado pelo Motorsport.com se a escuderia tinha uma política que determinasse que Vettel é o número um, Raikkonen disse: "Não, nós não temos nada."

"Mas quando se trata desse ponto da temporada, quando um cara tem chance e o outro não tem chance, é normal."

"É como em qualquer equipe que já estive na F1. Eu não tenho problemas com isso, acho que é um jogo justo. Nós lutamos até onde podemos e se devemos fazer outra coisa, então é justo."

Quanto aos comentários de Hamilton, Raikkonen disse: "Eu não sei o quanto ele sabe sobre as outras equipes. O que ele pensa está OK para mim. Nós sabemos o que fazemos e às vezes esse tipo de coisas acontecem, não é nada incomum."

"Como sempre, somos livres para competir. Conhecemos nossas regras na equipe, sabemos o que o time quer e é simples. Nós competimos o máximo que pudermos."

Quando perguntado se o acordo com a Ferrari é que Vettel seja o piloto número um, o alemão respondeu: "Não, não sou. Neste ponto do ano, não faz sentido porque você tem muitas corridas pela frente. Não estamos tentando desperdiçar energia sobre o que as pessoas pensam sobre o que estamos fazendo." 

"Estamos fazendo o nosso melhor, e como eu disse, temos uma política clara." 

Raikkonen ficou com cara de poucos amigos no pódio em Mônaco, mas insiste que não estava frustrado com a equipe, mas sim pelo fato de ter terminado em segundo lugar. 

"Eu não estou louco", disse ele. "Eu nunca fui louco. Eu não estava feliz em terminar o segundo, simples assim." 

Futuro já decidido 

Raikkonen, cujo contrato expira no final da atual temporada, sugeriu que já definiu seus planos para 2018, mas que mantém a boca fechada. 

"Eu tenho elaborado os meus planos, mas não tenho nada a compartilhar com nenhum de vocês", disse ele. "Não é da sua conta, você continua escrevendo de qualquer maneira, então nada muda." 

"As pessoas que precisam saber já sabem. Vamos ver o que acontece." 

"Não tenho contrato para o próximo ano. Sempre há muitos rumores sobre o meu contrato todos os anos. O que aconteceu em Mônaco não tem nada a ver com meu contrato", completou.

Fonte: br.motorsport.com

Sobre o status de primeiro e segundo pilotos na Ferrari só tenho uma coisa a dizer: cada cabeça, uma sentença. Ou seja, cada um pense o que quiser não é mesmo Kimi?

Sobre o futuro, para mim, ele vai parar. A forma como ele falou não pareceu como alguém que queira continuar mais. Tive esta impressão. Mas posso estar errada também. 

A única certeza que tenho é que vou apoiar o que ele decidir. Mas se for a aposentadoria, que ele por favor avise para eu poder me preparar psicologicamente. O que obviamente não vou conseguir... hahaha...

Beijinhos, Ludy

4 comentários:

Octeto Racing Team disse...

Acho assim Carlos, por que você ainda comenta sobre o que diz respeito ao Kimi se tudo te enoja tanto?

Sinceramente, seu comentário não foi aprovado. Não gostei. Há maneiras e maneiras de você criticar alguém. Há tempos você vem agredindo Kimi em seus comentários aqui no blog e tenho publicado todos, mas hoje não.

E não é da conta de ninguém mesmo, ele não falou nenhuma mentira. Os caras vão falar mal dele quer ele responda com educação ou de forma mais grossa.

Ludmila

Lu disse...

Sinceramente, eu não concordo com o kimi em dizer que é justo o que a Ferrari e qualquer outra equipe faz! No caso da Ferrari o campeonato nem chegou na metade, tudo é incerto, e eles favoreceram o Vettel. Seria justo se cada um tivesse a liberdade de correr, sem esse jogo de equipe e que as posições fossem definidas dentro da corrida e não do Pit stop da equipe!
Eu também acho que ele vai se aposentar, mas eu não estou preparada pra isso, nenhum pouco! Aliás, nunca vou estar ����

Lu disse...

Ah, eu amaria ver o Raikkonen campeão antes dele se despedir da Fórmula 1, e amaria ainda mais poder assistir o meu primeiro GP ao vivo e com ele ainda correndo de F1.

Octeto Racing Team disse...

Diógenes, para evitar confusão (não quero discussões e xingamentos por aqui), seu comentário não foi aprovado ok? Espero que entenda o meu lado.

Abs,

Ludy