28 de maio de 2017

Nada a perder

Vettel explica estratégia: “não tinha nada a perder”

Piloto alemão diz que viu oportunidade em parada prematura de Raikkonen e celebra quebra de jejum ferrarista em Mônaco

A 45ª vitória de Sebastian Vettel na F1 com certeza será uma das mais doces de sua bem-sucedida carreira. O alemão da Ferrari se usou de uma estratégia certeira para passar seu companheiro de equipe Kimi Raikkonen e vencer pela segunda vez em Mônaco - desta vez encerrando um jejum de 16 anos da Ferrari no principado.

Após a prova, Vettel disse que foi obrigado a utilizar ao máximo a janela aberta após a parada de Kimi para andar o mais rápido possível.

“É inacreditável. Foi uma corrida muito intensa”, iniciou. 

“Estava querendo ter uma boa partida na largada, mas Kimi também teve uma boa largada e não tive para onde ir. Depois, tive uma fase no primeiro stint que foi muito difícil, os pneus começaram a escorregar. Não foi muito confortável. Bottas começou a chegar em mim. Tivemos um pouco de tráfego também.” 

“Mas depois tive algo como uma segunda tentativa - era quase um segundo set de pneus. Dei tudo o que podia, usei ao máximo essa janela e saí dos boxes na frente de Kimi.” “Depois da relargada acho que todos nós tivemos problemas com os pneus frios. Foi difícil, mas depois de algumas voltas consegui controlar a vantagem. A equipe fez um grande trabalho, agradeço muito a eles. Foi um final de semana fantástico para a Ferrari.” 

O piloto disse que a equipe não planejou sua ultrapassagem em Raikkonen nos boxes. “Não pudemos planejar muito. Nosso plano era abrir, o que conseguimos fazer.” 

“Valtteri (Bottas) tinha um bom ritmo, nós tivemos problemas com os pneus traseiros do carro. Quando Valtteri parou, abriu uma janela. Kimi respondeu, e não tinha nada a perder em segundo. Depois de algumas voltas consegui abrir uma vantagem para retornar na frente.” 

Vettel só pensa em comemorar sua terceira vitória no ano e sua liderança de 25 pontos sobre Lewis Hamilton. “Esperamos que possamos ir bem no Canadá. Canadá é uma pista completamente diferente, mas é muito especial vencer aqui. Vamos ter uma noite divertida e vamos ter um bom tempo para nos preparar para o Canadá.”

Fonte: br.motorsport.com

Este vai ser o campeonato mais fácil de todos os que Vettel já venceu na carreira dele.

Beijinhos, Ludy

6 comentários:

Luana disse...

É impressão minha ou a Ferrari demorou mais tempo com o raikkonen no pit stop, para que quando o vettel parasse ele conseguiria voltar a frente do raikkonen? A partir deste momento eu desliguei a TV e voltei a dormir. Pq sério sério Ferrari sempre da um jeitinho em tudo.
Outra impressão, é so eu que acho que o raikkonen e o vettel não estão tãoooooooo mais próximos como antes?

Octeto Racing Team disse...

Não, não é impressão sua Luana. Embora eles nunca admitam isto, é óbvio que houve um jeitinho ali...

Quanto ao dois, acho que continua a mesma coisa.

bjs, Ludy

Julia Souza disse...

Vettel fazendo a egípcia hahaha

Anônimo disse...

A ferrari chamou Kimi pro pitstop proprositalmente para q quando Kimi voltasse pra pista pegasse trafego. Foi o que aconteceu. E so ver o vt na Sportv . A ferrari e suja demais, sabotaram o Kimi como fazem desde 2008. Maledetos!
Andrey Neves

Luana disse...

Pois é Ludy, hoje tive a certeza que eles vão fazer esse jogo de equipe o campeonato todo.
Me preocupa o raikkonen ter que ceder sempre. Acho que isso deve ser muito frustrante para ele! É uma pena ����.
Fórmula 1 ta parecendo concurso de miss que eu participo, sempre favorecem quem eles querem. Não ha igualdade e não é justo!

Diogenes SSSCorreia disse...

Ser campeão com a equipe sacaneando, prejudicando seu companheiro de equipe é mole, mole. Quero ver na vera mesmo...