13 de maio de 2017

Errei

Sem desculpas, Räikkönen assume erro na classificação em Barcelona e mostra caminho para reagir: “Pilotar melhor”

Líder do terceiro treino livre nesta manhã de sábado, Kimi Räikkönen até deu pinta de que poderia rivalizar com Lewis Hamilton e Sebastian Vettel e lugar pela pole do GP da Espanha. Mas o finlandês não conseguiu encaixar uma boa volta na classificação e teve de se contentar com um frustrante quarto lugar no grid

O forte desempenho de Kimi Räikkönen no terceiro treino livre que abriu os trabalhos da F1 neste sábado (13) em Barcelona deu pinta de que o finlandês poderia rivalizar com Lewis Hamilton e Sebastian Vettel e quebrar um jejum de quase nove anos sem poles. Mas tudo caiu por terra durante o treino classificatório, realizado no período da tarde. Com a pista mais quente, o ‘Homem de Gelo’ não conseguiu encaixar uma boa volta no Q3 e tudo o que conseguiu foi ser o pior dentre os pilotos de Mercedes e Ferrari. Em quarto lugar no grid do GP da Espanha, Räikkönen deixou as desculpas de lado e foi direto, bem ao seu estilo: “Cabe a mim melhorar”.

“Sofri, por alguma razão, para encaixar uma volta decente, encaixar todas as curvas na classificação. Pensei que tinha muita velocidade, mas nunca consegui administrar para fazer uma boa volta. É decepcionante. Ok, é quarto lugar, mas estar tão perto dói um pouco”, lastimou o finlandês de 37 anos, que marcou 1min19s439, ficando a 0s290 do tempo do pole, Lewis Hamilton.

A decepção de Kimi é ainda maior porque seu companheiro de equipe, Sebastian Vettel, ficou muito mais perto de Hamilton, exatos 0s051. Räikkönen andou à frente do tetracampeão em praticamente todo o fim de semana, exceção feita ao treino classificatório desta tarde na Catalunha.

“Isso não é nada novo, amanhã vamos tentar de novo. O carro tem sido bom, mas tem sido um pouco complicado com as condições, mas é a mesma coisa para todos. O carro tem funcionado muito bem, estou feliz com isso, mas é um pouco decepcionante cometer pequenos erros aqui e jamais ter conseguido fazer uma boa volta”, disse. 

Sem papas na língua e sem desculpas, Räikkönen sabe o que é preciso para reagir. “É pilotar melhor. Não cometer mais esses erros. Não tem segredo. Quando você tem essas condições e chega um pouco errado, é difícil reagir. Estou decepcionado por não ter conseguido fazer um resultado melhor”, lastimou. 

“Estou feliz pela forma como estávamos correndo. Sofremos um pouco a partir de então, mas, apesar disso, as coisas correram bem, o carro parece bom, então cabe a mim melhorar”, concluiu o finlandês.

Fonte: Grande Prêmio

Quando você torce para um piloto que assume os próprios erros é assim que você se sente...







Sério Kimi, ainda bem que você mesmo já viu que desta vez o problema da classificação foi sua. Fico orgulhosa. Mas também sei que ninguém mais do que você está decepcionado, então estamos quites. Agora é tentar um bom resultado amanhã, se tudo der certo.

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: