15 de maio de 2017

Emoção verdadeira


Tudo no vídeo abaixo é lindo. Assistam!!!



As emoções de Thomas (ele quase não acredita quando vê o Iceman na frente dele) e seus pais, a forma como o dia dele se tornou o melhor de seus seis anos de vida (tenho certeza) e o fato de finalmente a F1 ter tido a coragem de abrir-se para momentos como este, onde ídolo e fã podem se encontrar, podem trocar carinho. 

Kimi com sua simples presença, algumas palavrinhas, um aperto de mão (que nem foi um aperto... hahaha) e um boné, transformou aquelas lágrimas de Thomas no começo da prova, em sorrisos sem fim. E o pequeno francês mostrou ao mundo como é bacana ter um ídolo.

Além disto, as reações de Jordan e Colarice (os pais do pequeno ferrarista) na hora em que Kimi chega são lindas, nem eles estavam acreditando no que estavam vendo.

Era disto que a F1 estava precisando, emoção verdadeira sendo compartilhada. Já vimos situações assim em diversas categorias esportivas, mas nunca na F1. Porque era proibido se emocionar! Não mais! E confesso, para mim, como torcedora do Iceman, é impossível assistir a este vídeo e não me emocionar. É lindo!

Beijinhos, Ludy

Um comentário:

Anônimo disse...

Se eu chorei? Claro! Há muito tempo que não via uma cena tão linda! Gente! A reação da mãe e do pai do pequeno Thomas, poderia ser a de qualquer um nesse mundo! Parabéns a todos os que fizeram desse dia inesquecível para esse pequeno e, principalmente, para nós, fãs, por nos mostrar que ainda vale pena acompanhar, torcer, gritar, vibrar e por que não, chorar a cada largada, volta e ultrapassagem!
Como dizem do futebol, não é só um esporte, é uma paixão!
E ao Kimi, adorei a reação dele! Simples, do jeito quieto dele, mas foi lá, fazer a alegria de um pequeno fã! Quem sabe, algum dia, não veremos alguém fazer o mesmo para o Robin?

Bjs meninas!

Ana!