18 de abril de 2017

Mais confortável

Finlandês insiste que progrediu desde o início da temporada e se sente mais confortável, mas afirma que ainda precisa melhorar nos detalhes

Kimi Raikkonen admitiu que está levando “tempo demais” para se encontrar com a nova Ferrari SF70H e começar a dificultar a vida de Sebastian Vettel, seu companheiro de equipe.

O finlandês parecia próximo do alemão ao fim da temporada de 2016, mas teve dificuldades para repetir essa tendência neste campeonato. Ele ficou atrás em todos os treinos classificatórios e corridas nas três etapas disputadas até agora, sendo que Vettel venceu duas corridas e lidera o campeonato, enquanto que Raikkonen sequer foi ao pódio.

Depois da terceira etapa, no Bahrein, Raikkonen admitiu que está decepcionado por estar nessa situação. 

“Para ser honesto, está demorando demais. Era para estarmos [andando bem] logo de cara, mas, obviamente, não estamos. É por vários motivos. Na última corrida [na China], não ajudou o fato de não termos andado no primeiro dia. Quando você passa por problemas, você quer mais tempo na pista”, disse. 

Raikkonen, que sofreu com o carro saindo de frente tanto na Austrália quanto na China, afirmou que o problema que o atrapalha foi muito menos visível durante o GP do Bahrein.

Fonte: br.motorsport.com

Não tenho nem vontade de comentar nada porque não há nada muito mais a ser dito. Eu já falei o que penso. O que está acontecendo é bem claro, só não ver quem não quer.

Obviamente a maioria acha que Kimi está fora de forma, velho, desmotivado e aquelas porcarias de sempre. Isto é exatamente o que a equipe nojenta pela qual Räikkönen compete quer que você pense. Mas deixe estar, o tempo vai mostrar a verdade. E a Ferrari vai pagar por isto. Um dia...

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: