6 de abril de 2017

Boa impressão

Räikkönen diz que “poderia ter sido mais rápido” na Austrália, mas prevê melhora no fim de semana em Xangai

Diferente de Sebastian Vettel, Kimi Räikkönen ficou muito longe de ser brilhante no GP da Austrália. Muito pelo contrário. O finlandês não passou de um opaco quarto lugar e sequer ameaçou Valtteri Bottas, que terminou a prova em Melbourne em terceiro. Agora em Xangai, o ‘Homem de Gelo’ confia em ter um fim de semana mais positivo

Tudo o que Kimi Räikkönen deseja para o fim de semana do GP da China, segunda etapa da temporada 2017 da F1 em Xangai, é viver uma jornada bem mais positiva em relação há duas semanas, no GP da Austrália. Em Melbourne, Räikkönen não conseguiu sequer lutar pelo pódio e terminou num discreto quarto lugar, totalmente ofuscado pela grande vitória de Sebastian Vettel, seu companheiro de equipe. O ‘Homem de Gelo’ reconheceu que poderia ter sido mais rápido no circuito Albert Park, mas espera dar a volta por cima e reagir com uma grande performance em Xangai, onde já venceu em 2007, no ano do seu único título na F1.

Ao comentar sobre o desempenho no GP da China durante a entrevista coletiva desta quinta-feira (6) em Xangai, Räikkönen afirmou que os estudos feitos em conjunto com a Ferrari mostraram que o finlandês poderia ter sido bem mais rápido na Austrália.

“Acho que nós aprendemos muito, entendemos um pouco, mas tudo veio um pouco tarde. Não conseguimos ter um bom resultado, mas, na comparação com o ano passado, ficou longe de ser um desastre”, explicou.

“Tivemos algumas dificuldades, soubemos depois que poderíamos ter sido muito mais rápidos, mas fizemos um trabalho muito sólido como equipe, temos alguns pontos, mas agora é um novo lugar, então vamos ver”, acrescentou o veterano de 37 anos.

Kimi acredita que a Ferrari poderá desempenhar um bom papel em um circuito normal, diferente das características singulares do traçado de Albert Park.

“Pode ser bom, temos um pacote muito bom, tenho uma boa impressão no carro em todos os lugares em que estamos, mas não há nenhum ponto em tentar adivinhar como vai ser ou não. Vamos ver no fim de semana, e no domingo tudo vai ficar claro”, disse.

Questionado sobre como seria o desempenho da Ferrari no molhado, Räikkönen se mostrou otimista. A previsão do tempo indica grande possibilidade de chuva para a sexta-feira de treinos livres e também para domingo, dia do GP da China de F1.

“Temos novos pneus de chuva aqui, então isso é um pouco desconhecido, mas é o mesmo para todo mundo. Geralmente, quando um carro é bom no seco, ele não é muito ruim no molhado. Vamos esperar e ver, não estou preocupado com as condições, mas acho que devemos estar bem em qualquer situação”, finalizou. 

Fonte: Grande Prêmio 

Impressionante a forma SEMPRE negativa como o Grande Prêmio fala de Kimi. Melhor eu ignorar, caso contrário vou escrever textão... hahaha..

Sobre o GP, espero que seja melhor do que na Austrália, que o Iceman possa aproveitar com mais intensidade o que de bom o carro tem para oferecer e que isto seja convertido em melhores resultados. Vamos torcer!

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: