23 de março de 2017

No escuro

Vettel se diz “razoavelmente feliz” com novo carro da Ferrari, mas evita previsões: “Ainda estamos no escuro”

Sebastian Vettel afirmou que ainda não dá para dizer se a Ferrari vai mesmo se colocar como uma concorrência séria para a Mercedes. Mas afirmou que o trabalho da equipe durante a pré-temporada o deixou razoavelmente feliz

Diante da boa impressão deixada pela Ferrari após os testes coletivos do início deste mês, Sebastian Vettel logo foi questionado pelos jornalistas, em Melbourne, onde a F1 larga neste fim de semana para a temporada 2017, sobre qual a expectativa de desempenho do time vermelho para a etapa no Albert Park. E o tetracampeão novamente reiterou o discurso cauteloso das últimas semanas e afirmou que ainda "não é ´possível" dizer em que posição a equipe ocupa, de fato, no grid.

Sentado ao lado de Daniel Ricciardo, Lewis Hamilton e Fernando Alonso na primeira coletiva de imprensa da temporada, o alemão, por outro lado, não se furtou a dizer que gostou do trabalho feito pela Ferrari nesta nova era da F1. "Estamos um pouco no escuro, como qualquer outra pessoa", disse o piloto de 29 anos.

"Mas acho que podemos dizer que estamos razoavelmente felizes com o nosso trabalho", completou. "Nenhum de nós realmente sabe onde estamos em termos de desempenho. Mas creio que será interessante descobrir isso no sábado e, principalmente, no domingo", emendou Seb. 

"Esses novos carros nos dão uma boa sensação de velocidade nas curvas e são talvez até mais rápidos realmente do que há dez anos", acrescentou Vettel, falando sobre o impacto do novo livro de regras da F1.

Por fim, o ferrarista não quis apontar possíveis rivais e deu a entender que a Mercedes segue como favorita ao título. "Se uma equipe for forte, eles vão construir um carro forte, não importa quais sejam as regras. Estamos aqui para recuperar esse atraso para a Mercedes", concluiu.

Fonte: Grande Prêmio 

Concordo em gênero, número e grau com Vettel, especialmente com relação ao que ele disse a respeito de uma equipe que é grande e que vai construir um carro forte, não importa quais sejam as regras.

Hamilton e Mercedes estão fazendo o joguinho de colocar a Ferrari como favorita para aliviar o lado deles, mas eu sinceramente acho que nada vai mudar neste ano. Talvez apenas que a Red Bull e a Ferrari brigarão mais pelo segundo lugar, porque de resto, acho que Hamilton será tetracampeão.

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: