19 de março de 2017

F1 ladies - A filha do Piquet

DNA Piquet tem poder! Ela é a cara do pai!
Pessoa quando é chic,  é F1 Lady desde que nasce quando cresce ainda arruma namorado no paddock. Dona Kelly Piquet faz parte da proledo tricampeão brasileiro e anda de namoro com o fofinho do Kyvat faz uns meses.

Olhem a matéria do Mortosport.com sobre o relacionamento. O russinho ainda não conheceu o sogrão, mas o encontro é esperado para logo. Como será Piquet - sem papas na língua - como sogro???

Piloto russo namora filha de tricampeão mundial, Kelly, e espera encontrá-lo em breve: "deve acontecer em algum momento”

Desde 2016, Daniil Kvyat tem uma conexão com o Brasil. O russo, piloto da Toro Rosso, namora com Kelly Piquet, filha de Nelson Piquet, tricampeão mundial de Fórmula 1.
Em conversa exclusiva com o Motorsport.com, Kvyat contou como a história entre ele e Kelly teve início.

“Tudo começou em Mônaco. Em agosto, durante as férias da F1, acabamos nos encontrando novamente. Não começamos direto, tive de ser paciente por um mês, então decidimos que seria uma boa ideia começar a namorar”, disse.

Apesar de manter o relacionamento desde então, o russo ainda não conheceu o tricampeão. “Ainda não tive esse prazer, pois ele vive no Brasil e ainda não nos encontramos. Mas creio que isso vai acontecer – ou deve acontecer em algum momento”, afirmou o russo.

Sobre o jeito piadista de Nelson, Kvyat revelou não se preocupar e diz estar preparado. “Sei que ele faz piadas o tempo todo, eu também sou assim. Espero encontrá-lo - quando o destino assim quiser, vai acontecer. Só não sei quando.”

Kvyat diz ainda que, na Rússia, o relacionamento é alvo de curiosidade, mas nada além do normal para uma pessoa pública.

"Bom, é normal. As pessoas sempre querem saber o que você faz na vida pessoal. Kelly foi a primeira namorada que levei para corridas e testes. Claro que todos ficam empolgados e isso é legal”, contou, apesar de ainda colocar uma fronteira entre vida profissional e vida pessoal.

“Quero manter uma boa fronteira entre a vida pessoal e a profissional. Se as pessoas querem nos seguir, tudo bem. Cada um faz o que quer fazer”, completou.

 by Lu

Um comentário:

arthur disse...

Tá aí um piloto que eu respeito, o Kvyat. Ser descartado da forma covarde que foi (covarde sim já que praticamente fritaram ele e só colocaram na Toro Rosso para não piorar o que já estava ruim pro lado da imagem da equipe) e conseguir no fim sobreviver a todo este turbilhão que foi jogado não é para qualquer um. Espero que neste ano consiga ir melhor e quem sabe conseguir um assento em uma equipe que ele tenha futuro, pois Red Bull nem pensar mais.