24 de março de 2017

Dá para melhorar

Räikkönen vê dia difícil para comparações por conta do asfalto sujo e garante que Ferrari sabe onde precisa melhorar

Lewis Hamilton teve o controle do primeiro dia de treinos oficiais da temporada 2017 da F1 - não Kimi Räikkönen, como acontecera na pré-temporada em Barcelona. Mas o campeão mundial de 2007 não joga a toalha e diz que o asfalto sujo torna difícil entender qual o real posicionamento da Ferrari em relação à Mercedes

Depois de controlar os testes de pré-temporada de Barcelona, Kimi Räikkönen não teve o mesmo poder frente ao resto do grid nos primeiros treinos do GP da Austrália que abre o campeonato da F1 em 2017. Na madrugada desta sexta-feira (24), Räikkönen lidou com um fato que aparece como claríssimo: Lewis Hamilton ainda está sobrando. Mas o finlandês acredita que a pista do Albert Park não é boa para comparações.

Räikkönen ficou atrás de Hamilton, Valtteri Bottas e Sebastian Vettel em ambos os treinos, além de Daniel Ricciardo no primeiro - foi quinto no TL1, quarto no TL2. Mas sendo a pista australiana de rua e com bastante sujeira no primeiro dia de atividades, o campeão de 2007 não crê que dê para tirar muito desse dia em relação ao resto do final de semana - ou dessa pista em relação à temporada.

"É difícil fazer comparações pensando nos treinos. Essa pista dá sensações diferentes [durante o fim de semana], o asfalto é bem sujo no começo e bem diferente das pistas onde trabalhamos no inverno. O dia não foi ruim, aprendemos muito e sabemos onde precisamos melhorar. Fizemos tudo pensando na classificação", afirmou.

"No sábado saberemos mais claramente onde estamos, especialmente na comparação com tanques cheios em níveis parecidos. Esta pista, porém, não dá direções definitivas quanto à real força de cada uma das equipes, absolutamente. Veremos", encerrou. 

Ao concordar com o companheiro Vettel de que a equipe italiana tem coisas a melhorar, já no primeiro treino do sábado Kimi e a Ferrari devem conhecer melhor os adversários num dia que promete tempos ainda mais baixos. 

Fonte: Grande Prêmio 

Como eu comentei na notícia abaixo, Kimi falou sobre a pista de Melbourne e suas características particulares, e em função disto comparações com o que houve nos testes coletivos são mais complicadas.

Veremos como vai ser o carro em corrida, porque sempre foi óbvio que a Mercedes estava escondendo jogo nos testes coletivos.

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: