27 de novembro de 2016

Não foi uma corrida fácil

“Not an easy race”

Kimi: car was ok but suffered with tires

Kimi Raikkonen: “It was not an easy race for me, the car was pretty ok, but I suffered with the tires, to make them last. I was constantly trying to keep the fronts alive. After the start I was in a good position, but I struggled with the first set of Softs: at the end of the stint they kind of came back and improved, but we kept losing places. When Seb came close to me, I knew that he was on a different strategy and I let him go. Obviously it has been quite a tricky year, far from what we want as a team, but lately we have been working well, doing the right things. Now we need to keep working this way and hopefully next year, with the new car, we’ll be where we want to be.”

Fonte: formula1.ferrari.com

Pensei, por um momento que a corrida poderia terminar com um pódio para Kimi quando ele largou bem e depois até disputou posições com Ric. Achei, no meio aos meus devaneios que a Ferrari seria capaz de ajudá-lo a conseguir isto, mas infelizmente não aconteceu. Acordei do sonho rapidinho.

Kimi é o exército de um homem só desde que voltou para este time em 2014. Será sempre assim. Perdi todas as minhas esperanças de um dia vê-lo vencer novamente, não vai acontecer, a não ser que os deuses do automobilismo assim queiram. Confio nele, mas não confio na equipe pela qual ele compete.

Mas para não encerrar meu post com melancolia, deixo meus parabéns pela temporada que ele fez, porque foi boa dentro do possível. Ele deu o máximo que conseguiu diante de todos os problemas. Foi a melhor dele desde seu retorno para este time. Poderia ter terminado em quarto, mas não deu. Valeu assim mesmo Iceman!

Tenho orgulho de torcer por este finlandês e sempre terei. Vencendo ou nunca mais podendo vencer, a torcida jamais vai deixar de existir.

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: