13 de novembro de 2016

Hamilton vence pela primeira vez no Brasil

Hamilton vence e leva a decisão do título para Abu Dahbi daqui 15 dias. Nico, conservador, chegou em segundo e garante a vantagem de chegar até a terceira posição na próxima corrida. Verstappinho fez e aconteceu e chegou em terceiro.

E Chuva e chuva e quase não teve corrida sem SC nas primeiras 20 voltas em Interlagos.

Na largada o SC só saiu da pista depois da sétima volta. Mas logo já estava de volta quando o Ericsson estampou o carro na entrada da reta e foi parar todo quebrado na entrada dos box.

Antes disso, Vettel rodou sozinho sem bater em ninguém e voltou para a corrida. Já Kimi, na retomada, roudou na reta após aquaplanar na reta e estampou no muro. Kimi tem um anjo da guarda maravilhoso! Rodou, atravessou a pista e ficou rodando proximo ao muro enquanto outros carros passavam. Tudo certo com o piloto, mas fim de prova. Vai assistir a corrida com Slash, seu convidado especial do final de semana.

Bandeira vermelha! Corrida parada e só relargou às 15:21.

E tome volta atrás do SC!

8 voltas de SC e tome bandeira vermelha e corrida parada novamente.

Resultado? Gritaria da torcida, mas a segurança dos pilotos vem em primeiro lugar.

16:05 e mais uma largada com SC...

Na relargada, Verstappinho ultrapassou Nico que protege seu campeonato de maneira segura.

Verstappinho encheu o saco e atormentou o alemão durante o período de SC todo. Quase provocou erros ao pressionar sem poder passar o tempo todo. Deve ser o piloto mais pentelho que a F1 já viu em todo o tempo.

Verstappinho é talentoso, mas falta dignidade e maturidade. Há um título sendo disputado ali na frente. Falta hombridade para saber como correr com dignidade.

Nas voltas seguintes, Hamilton manteve a ponta e manteve distância segura de Verstappinho. Sem spray, se valeu disso.

Na volta 39, Verstappinho roda, mas segura o carro e mantém a posição a frente do Nico. 

Rosberg extremamente conservador nessa corrida. 

Alonso, no seu momento, foi lindo lutando com Vettel. Como dizem os fãs do espanhol "Alonso é Alonso".

Nico balançou, mas segurou. Eu quase enfartei, mas eu to legal.

Nunca curti muito o Massa, mas bacana as imagens dele se despedindo do GP Brasil após rodar. Ser piloto de F1 é carreira raríssima e com altos e baixos todos são demais por estarem lá.

Lindo a Rafaela indo buscar ele no pitlane e tidos de todas as equipes abraçando ele.

Nova relargada e Alonso roda, mas sem necessidade de SC. Segue o baile.

E o Verstappinho? Errou na escolha de pneus, tentou intermediários, não deu e caiu lá para trás. Mas como ele corre como se não houvesse amanhã sem medo de nada foi escalando o pelotão até lutar pela terceira posição.

Com Vettel teve até empurradinha... Estão criando um relacionamento tumultuado os dois.

Lá na frente, Hamilton e Rosberg jogando pelo regulamento sem correr riscos desnecessários nesta corrida que teve de um tudo.

By Lu

2 comentários:

Carlos disse...

Como o Kimi tem andando mal no molhado, meu deus do céu. Parece que depois que acabou-se o TC nunca mais que anda minimamente decente.

Carlos Junior disse...

Ou foi induzido pelo monstrinho Vestappen.
Quando houve o Sfety Car (SC) todos os carros devem forma uma fila não havendo diferença de pilotar, ou seja, não havendo intenção ou se preparando a forma de atacar. Eu vi na transmissão o Vestappen estava correndo de forma diferente com intenção de ataque de levar vantagem me questiono isto pode??? Foram três intervenções do SC fazendo movimentos diferentes com intenção de atacar. Isto pode?? Alguém viu este movimento também????