21 de outubro de 2016

Pé atrás

Vettel admite frustração com treinos livres em Austin e diz que “Ferrari começou fim de semana com pé atrás”

Sebastian Vettel reconheceu que o primeiro dia de treinos livres em Austin não foi bem como esperava, mas acha que a Ferrari ainda tem chance de melhorar e brigar com a Red Bull pelo posto de segunda força do grid para o GP dos EUA

Sebastian Vettel admitiu que o começo do fim de semana do GP dos EUA não foi tão bom quanto esperava, mas prometeu que a "Ferrari vista hoje não será a mesma que será vista amanhã".

O tetracampeão perdeu muito tempo de pista pela manhã, quando danificou peças aerodinâmicas debaixo do bico do carro, após uma escapada pelas zebras da curva 19 do Circuito das Américas. Sebastian foi apenas o quarto colocado na tabela e ficou a pouco mais de 0s8 do melhor tempo de Nico Rosberg, o líder do dia em Austin.

"Foi um dia difícil para ser honesto", afirmou o ferrarista aos jornalistas após os treinos desta sexta-feira (21). "Esta manhã, tivemos alguns problemas, com uma pequena asa, que falhou e quebrou. Então, perdemos muito tempo de pista, o que nos custou muito à tarde, já que não conseguimos encontrar o melhor acerto para o carro", completou.

"Creio que começamos o fim de semana com o pé atrás. Não estou inteiramente feliz com o equilíbrio do carro. Ainda está um pouco nervoso. Mas acho que, para amanhã, nós vamos conseguir melhorar. Acredito que vamos voltar mais fortes", acrescentou o alemão. 

Questionado se existe uma chance de a Ferrari bater a Red Bull neste fim de semana, apesar do desempenho forte apresentado por Daniel Ricciardo no TL2, Vettel respondeu: "Acho que temos uma chance. Hoje, eles foram mais rápidos, sem dúvida, mas, novamente, a sexta-feira não me preocupa. Você simplesmente não sabe o que os demais estão fazendo. E nós sabemos o que estamos fazendo." 

"Com certeza, o desempenho está próximo e será difícil acompanhá-los amanhã, especialmente diante da velocidade que apresentaram hoje, mas acho que a Ferrari que você viu hoje, não será a mesma que verá amanhã", concluiu. 

Fonte: Grande Prêmio

Acho que só recentemente Vettel descobriu como é ser piloto Ferrari. Frustração constante!

Bem-vindo ao clube Seb! Não sou piloto, mas sou torcedora de piloto da sua equipe, então entendo perfeitamente o que só hoje você percebeu.

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: