22 de outubro de 2016

Não é o suficiente

Vettel lamenta classificação e admite que Ferrari “não está veloz o suficiente” nos Estados Unidos

Certamente largar da sexta colocação não era o que Sebastian Vettel esperava para o GP dos Estados Unidos. Após a classificação na tarde deste sábado (22), o alemão reconheceu que não tinha ritmo para competir com adversários à sua frente, e agora torce para que corrida seja melhor que sua classificação

Sebastian Vettel esperava mais de sua classificação para o GP dos Estados Unidos que aconteceu na tarde deste sábado (22). O piloto, que ficou com a sexta colocação, reconhecer que tinha um ritmo inferior ao de seus demais adversários.

Novamente na temporada o tetracampeão classificou-se atrás de seu companheiro de Ferrari, Kimi Räikkönen. Ainda, o alemão vê a dupla da Mercedes e da Red Bull largarem na sua frente no domingo.

Agora, o piloto do carro #5 espera que a corrida em Austin tenha um desfecho diferente de seu treino classificatório. “A classificação não foi tão boa, espero que a corrida amanhã seja melhor. Com certeza não estamos felizes com a diferença para os carros em nossa frente”, avaliou. 

“Não foi a melhor sessão para mim: no geral foi ok, o carro estava bom, mas no final não estávamos velozes o suficiente. Com certeza no Q3 poderia ter feito uma volta um pouco melhor, mas no final do dia é claro que estamos devendo em comparação aos demais carros, então amanhã será um novo dia. Provavelmente na minha volta rápida eu fui um pouco agressivo demais”, seguiu. 

Vettel ainda ressaltou alguns problemas que seu carro apresentou, como a falta de performance nas curvas, e encerrou afirmando que os pneus podem ter grande papel na disputa nos Estados Unidos. “Temos que colocar um ponto de interrogação e procurar o motivo de estarmos tão competitivos nas curvas em Suzuka e deixarmos tanto a desejar aqui”, afirmou. 

“Para amanhã veremos, há sempre uma chance de superar os outros, mas acredito que teremos que reagir na hora. A estratégia é para o início, para os pneus que iremos largar, mas temos um jogo de pneus novos, então veremos. Será uma corrida interessante, a degradação das borrachas é sempre importante, então podem ter um grande papel amanhã”, encerrou.

Fonte: Grande Prêmio 

Ferrari hoje realmente esteve complicada, nem sei como ficou entre as dez. Vamos ver amanhã.

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: