12 de setembro de 2016

Chegou chegando...


Em primeira semana conturbada na F1, presidente da Liberty se desentende com Ecclestone e compra briga com Ferrari

O presidente da Liberty Media - nova dona da F1 -, John Malone, começou sua estada à frente do Mundial arrastando tijolo contra tijolo. Logo nos primeiros dias, não conseguiu se entender com Bernie Ecclestone e já está em pé de guerra com Sergio Marchionne, presidente da Ferrari, pela ideia de cortar as premiações por importância histórica. A informação é da revista alemã 'Auto Motor und Sport'

Os primeiros dias da Liberty Media como nova dona da F1 estão sendo já um tanto conturbados. Depois de receber o pedido para permanecer à frente do Mundial por mais três anos, Bernie Ecclestone brigou com o presidente da Liberty, John Malone, logo de cara. Aliás, não só ele: o presidente da Ferrari, Sergio Marchionne, também se desentendeu com Malone.

A informação é da revista alemã 'Auto Motor und Sport'. De acordo com a publicação, as diretrizes para o futuro da F1 que Malone tem em mente vão frontalmente de encontro às de Ecclestone - e vice-versa. Depois da clara demonstração de pensamentos diferentes, Ecclestone agora considera deixar o barco ao final do ano, logo após o GP de Abu Dhabi.

E se nem a ajuda pedida pelo presidente da Liberty a Bernie para que se faça a transição do comando para o novo presidente da F1, Chase Carey, fez com que Malone se controlasse, imagina na relação inicial com as montadoras. Malone não está inclinado a manter a bonificação para times históricos. Sergio Marchionne, presidente da Ferrari, maior beneficiada pela premiação, não gostou.

De acordo com a revista, Marchionne ameaçou processar Malone, que respondeu com um desafio. "Me processa, tenho tempo e dinheiro". Apenas em 2014, a Ferrari faturou R$ 296 milhões pela importância histórica. 

Nem apenas de dor de cabeça vive a primeira semana da Liberty ao timão. O presidente da Mercedes, Dieter Zetsche, considera investir em se tornar acionista minoritário da categoria.

Fonte: Grande Prêmio

Xiiii!!!! O senhorzinho da foto chegou batendo de frente com a Ferrari.... isto vai azedar!!!! Nem Bernie causa tantos problemas se tiver seus interesses contrariados... E olha que estou falando de Ecclestone...

Agora chegar mexendo com o que está diretamente ligado aos interesses da turma de Maranello, o homem tem que ser bom de briga.

Aguardemos as cenas dos próximos capítulos.

Beijinhos, Ludy

3 comentários:

Carlos disse...

Comprou, chegou e mandou do tipo tem que fazer do meu jeito e resultando colisão e também bater na frete dos interesses da Ferrari, tem o meu apoio, porque a Ferrari tem o quer: orçamento gordo, sendo a equipe mais antiga da F1 pode vetar qualquer regulamento ou detalhes de um regulamento, acho absurdo, e ganha uma mesadinha da FIA para evitar ataques de mimada, não mostra um carro nada competitivo desde a época do ciclo vitorioso da Red Bull e não faz cosquinha da Mercedes.
A Ferrari tem que aprender que a F1 é feita de equipes históricas e também novas, pistas de corridas antigas e novas , fãs e torcedores. A F1 não pode estar girando dos interesses da Ferrari, uma equipe só atrapalha e se comporta como uma mafiosa.
O presidente da Liberty se trazer novas esperanças e conquistar todos admiradores da F1 e colocar limites contra esta equipe (Ferrari) esta ótimo e tem meu apoio e também da maioria que não aquenta mais isto. Se a Ferrari não esta contente se retire pois a F1 é forte e não precisa dela.

Octeto Racing Team disse...

Oi Carlos! Concordo contigo quando fala que a Ferrari precisa ser enfrentada, que é necessário mais igualdade para todos e menos poder nas mãos dos italianos. E também acho que se o pessoal da Liberty conseguir melhorar a F1, a imagem da categoria e a interação com o público, vai ganhar todo o meu apoio. A única coisa que não concordo contigo é que a F1 não precisa da Ferrari. E olha que eu não sou ferrarista, muito pelo contrário, só não acho que ela é tão dispensável assim como você quis dizer.

abs,

Ludy

Manu disse...

Vixe! Vai aparecer uma cabeça de cavalo na cama deste senhor logo, logo... (se já não apareceu...)

=*