28 de agosto de 2016

Lamentos

Vettel lamenta incidente que tirou chance de pódio em Spa e se queixa de Verstappen: “Não foi muito inteligente”

Sebastian Vettel também reclamou de Max Verstappen e culpou o jovem piloto da Red Bull pelo toque na primeira curva do circuito de Spa-Francorchamps, neste domingo. O ferrarista disse que Max não foi muito inteligente na manobra. O alemão também lamentou o contratempo, acrescentando que a equipe italiana tinha ritmo para chegar ao pódio na Bélgica

Sebastian Vettel viveu um GP da Bélgica tumultuado e também teve de promover uma recuperação para alcançar a sexta colocação neste domingo (28). Largando de quarto, o alemão acabou rodando depois de um toque com o companheiro Kimi Räikkönen ainda na primeira curva. O incidente o fez cair para o fundo do pelotão, mas o tetracampeão não deixou de apontar o culpado pelo contratempo: Max Verstappen.

Para o ferrarista, o toque só aconteceu por Räikkönen estava tentando se defender do ataque de Verstappen na curva 1. Por conta do contato, Kimi perdeu a asa dianteira e teve de ir aos boxes, enquanto Seb perdeu várias posições.

"Eu fiz uma boa largada e tive um início melhor do que muita gente que estava à minha frente. Na verdade, já estava em segundo na curva 1. Nico estava na minha frente, mas eu estava bem atrás do lado de fora na liderança da primeira curva. Mal pude ver o Kimi quando fiz a curva, porque estava com meio carro à frente para ser honesto. Eu virei e ele já estava no ponto de cego de Max", explicou Vettel.

"Foi uma manobra muito ousada do Verstappen tentar recuperar duas posições em uma curva só daquela forma. E essa é razão pela qual Kimi não conduziu fazer a curva. O problema é que você não consegue colocar três carros naquela curva sem ter problemas", completou. 

O tetracampeão ainda foi mais longe em sua análise sobre o comportamento do jovem holandês e disse que a pilotagem de Max em Spa "não foi muito inteligente". "Acho que é direito criticar, mas é errado tentar fazer uma história em cima disso. Eu me dou bem com ele, gosto dele, é um piloto agressivo, e esse é seu ponto mais forte, mas em certas manobras, especialmente nas freadas, não acho que seja correto. Acho que é uma coisa que ele precisa entender." 

Por fim, Sebastian afirmou que a Ferrari tinha ritmo para terminar no pódio. "Hoje, o ritmo foi muito bom. Certamente, o meu carro ficou bastante danificado, assim como o de Kimi, então não foi o ideal e não conseguimos mostrar o nosso verdadeiro ritmo. Mas foi suficiente para nos recuperarmos. Em uma prova normal, acho que daria para terminar em segundo e terceiro", concluiu.

Fonte: Grande Prêmio

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: