19 de julho de 2016

Prost: Kimi é um ícone e a F1 precisa dele

Prost: “La F1 ha bisogno di piloti come Raikkonen”

Il campione francese plaude alla scelta Ferrari che ha da poco rinnovato con il finlandese

Alla vigilia del GP di Silverstone la Ferrari ha annunciato il prolungamento del contratto di Raikkonen per il 2017, una notizia che a molti detrattori del finnico ha fatto venire il mal di pancia ma di certo non ad Alain Prost che invece parlando a Canal + ha definito la decisione del Cavallino come la migliore possibile. 

“Kimi è un’icona. Un personaggio unico e la F1 ha bisogno di lui” – ha detto il Professore. 

“Riguardo la scelta della Scuderia era ovvio che avrebbe preso quella strada considerate le nuove regole che entreranno in vigore, inoltre mettere vicino a Vettel un giovane in una fase che permane di ristrutturazione interna sarebbe stato destabilizzante” – ha analizzato il 61enne. 

“Bisogna pure considerare che ora a causa della crescita della Red Bull Maranello non è più la seconda forza del mondiale e ad esempio in Inghilterra l’abbiamo vista in bagarre con la Force India. Una stagione di calma sarà di conseguenza necessaria per tornare al livello che meritano”.

Chiara Rainis 
19th luglio, 2016

Fonte:  f1grandprix.motorionline.com

Não é sempre que a gente vê pessoas do circo da F1 elogiando Kimi, ainda mais quando este alguém é Alain Prost, então sim, fiz questão de traduzir um pouco do que ele falou (desculpem-me os erros, mas italiano não é meu forte).

"Kimi é um ícone. Um personagem único e a F1 precisa dele. Em relação à escolha da Scuderia era óbvio que ela tomaria este caminho, considerando as novas regras que entrarão em vigor."

Pois concordo com Prost, acho que a F1 precisa sim de personagens (a categoria anda um porre...) e pilotos (de talento e campeão) como Kimi. 

Há quem o veja apenas como um profissional em final de carreira (cada um pensa o que quiser), mas eu não, e fico contente em saber que nem todos os ex-pilotos só saibam falar mal do Iceman.

Acho que as equipes que mantiverem seus pilotos experientes terão um pouco mais de vantagem em trabalhar com os carros do ano que vem. Não afirmo que vencerão o mundial, mas definitivamente será uma vantagem.

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: