24 de julho de 2016

Mais veloz, mas...

Vettel vê Ferrari mais veloz que Red Bull no GP da Hungria e pede só por melhor performance em classificação

Sebastian Vettel terminou o GP da Hungria com a impressão de que a Ferrari foi melhor que a Red Bull, embora os resultados digam o contrário. Os dois vermelhos fecharam a prova em Hungaroring pressionando Daniel Ricciardo e Max Verstappen

Sebastian Vettel está convencido de que a Ferrari foi, sim, mais rápida que a Red Bull no GP da Hungria, deste domingo (23). O alemão cruzou a linha de chegada na quarta colocação, já bem próximo de Daniel Ricciardo na parte final da prova. O companheiro ferrarista, Kimi Räikkönen, foi ainda mais incisivo na briga com Max Verstappen pela quinta posição, apesar de ter fracassado nas tentativas de ultrapassagem. Ainda assim, o tetracampeão acredita que a equipe italiana foi bem mais forte em Hungaroring do que os resultados em si mostraram.

"Acho que fomos muito mais rápidos, mas sabemos muito bem que aqui é a Hungria e que precisaríamos de um pouco mais do que isso", disse o ferrarista, que agora está a 82 pontos do líder Lewis Hamilton, que venceu a etapa húngara.

"Creio que tínhamos de meio a 1s nas mãos no final da corrida, mas não foi o bastante para superar os nossos adversários. Nós tínhamos pneus mais novos e sabíamos que poderíamos chegar no fim, mas era complicado passar", completou.

Vettel ainda disse crer que o pódio era possível. "Na corrida, tivemos um ritmo para ir ao pódio, mas estava claro que, se você é que está na frente, então pode ser bastante agressivo. E era exatamente assim que a Red Bull estava. Não havia maneira de passar." 

"No fim, nós éramos os mais rápidos, mas não conseguimos passá-los. Isso mostra que agora temos de tentar melhorar na classificação", acrescentou Seb, que, por fim, reconheceu que a Mercedes disputa uma "liga própria". 

"O carro esteve bem hoje em termos de ritmo e tudo mais. Mas, certamente, não estamos perto da Mercedes. Eles parecem disputar um campeonato próprio", encerrou.

Fonte: Grande Prêmio

É, definitivamente foi difícil de ultrapassar as duas Red Bulls hoje.

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: