26 de julho de 2016

Decisão da FIA

Para Button e Vettel, FIA é quem deve decidir sobre Halo

Por: Jonathan Noble, Formula 1 Editor

Sebastian Vettel e Jenson Button acreditam que item de segurança não deve ser decidido pela vontade dos times, mas imposto pela entidade que controla a Fórmula 1

O Grupo de Estratégia da Fórmula 1 se reúne na próxima quinta-feira para discutir a introdução do Halo em 2017, com o aparato de segurança tendo grandes chances de ter o uso aprovado.

Devido ao curto espaço de tempo, entretanto, qualquer movimento que implique na introdução do Halo precisará de apoio unânime da Comissão da F1 - a Red Bull já deixou claro, entretanto, que é contra a ideia.

Após a apresentação feita pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) aos pilotos em Hungaroring, no último final de semana, Sebastian Vettel e Jenson Button, diretores da GPDA (Grand Prix Drivers' Association), creem que a decisão sobre o Halo deveria ser pura e simplesmente da FIA. 

"A decisão deve ser tomada tendo a segurança como critério. Não cabe a nós decidirmos se devemos implantar a peça ou não, a decisão deve ser de quem comanda o esporte", disse. 

"Se a FIA acredita que haverá problema de segurança se não utilizarmos, devemos ter o Halo no carro. Se acharem que não há problema, não instalamos. Não acho que caiba às equipes decidir a questão - é um problema de segurança", acrescentou. 

Vettel foi questionado se ele ficaria insatisfeito caso as equipes descartassem o Halo devido à aparência e respondeu de forma irônica: "Não foi feito pensando na aparência, foi?", disse. 

"Para mim, a apresentação da FIA foi muito clara. O resultado da implantação do Halo é positivo em todos os cenários mostrados por eles, então creio que agora cabe à FIA impulsionar a introdução da peça", ressaltou. 

"Você pode até debater as vantagens e desvantagens no Grupo de Estratégia, mas creio que devemos respeitar o estudo da FIA e os resultados apresentados - que pareceram positivos em linhas gerais. Como disse, acho que cabe mesmo à FIA decidir o que fazer", completou.

Fonte: br.motorsport.com 

Eu sinceramente não acho que o Halo seja uma necessidade ou que vá evitar problemas maiores, mas enfim.

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: