19 de junho de 2016

Sobre Kimi e a corrida de hoje


Räikkönen critica sanção e reclama da falta de bandeiras azuis: “O cara que me puniu deveria fazer o trabalho dele”

Kimi Räikkönen reclamou da punição que recebeu por passar por cima da linha que marca a entrada dos pits, já que não ganhou tempo com sua ação. Finlandês também se queixou da ausência de bandeiras azuis durante o GP da Europa

Kimi Räikkönen é sempre uma atração à parte na F1. Quarto colocado no GP da Europa, o finlandês foi punido com o acréscimo de cinco segundos ao seu tempo de prova neste domingo (19) por pisar na linha que marca a entrada dos pits, mas não engoliu muito bem a sanção.

Após a corrida em Baku, Kimi disse que entende a regra, mas a considera “um pouco estúpida”, uma vez que não tem ganho de tempo com a ação.

“Eu meio que entendo a regra sobre cruzar a linha, mas é um pouco estúpido, já que você ganha absolutamente nada ao passar por cima dela”, disse. “Infelizmente, eu fui punido”, lamentou.

Ao longo da corrida, Kimi permitiu a passagem de Sebastian Vettel, que vinha com pneus mais novos, e aí tentou manter uma margem de 5s para o piloto de trás, o que conservaria sua posição na pista.

Sergio Pérez, no entanto, não quis compactuar com o plano, alcançou o piloto da Ferrari e garantiu o terceiro posto no pódio.

“Eu tentei manter 5s para o cara de trás, mas por duas vezes eu acabei seguindo uma Sauber e uma Haas por mais do que uma volta e perdi tempo”, contou. “O mesmo cara que me deu a punição deveria fazer o trabalho dele e dar as bandeiras azuis”, sugeriu.

“Foram pequenos problemas, mas a velocidade estava mais ou menos lá. No geral, estou um pouco desapontado com um fim de semana difícil. Não foi um desastre, mas não foi muito divertido”, avaliou.

Assim como aconteceu com Lewis Hamilton, Kimi também não pôde contar com a ajuda da Ferrari para solucionar problemas com o carro por conta da limitação às comunicações de rádio.

Irritado, Räikkönen chegou a questionar o engenheiro ao longo da corrida: “Tem certeza que você não pode me dizer nem sim ou não?”.

Já mais calmo após a bandeirada, o finlandês seguiu mostrando sua irritação: “Você deveria poder dizer sim ou não, mas é o que é”, concluiu.

Fonte: Grande Prêmio

Estou chateada, frustrada, triste e decepcionada com esta corrida e com Kimi. É horrível ver que infelizmente ele nunca mais terá o direito de vencer na F1, porque infelizmente, ele não passa de um segundo piloto. Vocês não tem ideia do quanto dói ver e perceber isto.

Ele deu resposta via rádio depois que abriu para Vettel, mas de quê adianta? Nada! Não foi a primeira vez que isto aconteceu e nem será a última. 

O que vimos hoje é a forma como a Ferrari o vê desde que ele voltou (eu sabia que seria assim), é deste jeito que ela o trata, e infelizmente ele acabou aceitando tudo isto. Desde o começo. Por isto dói em mim como torcedora.

Defenderei Räikkönen sempre, mas há momentos em que nem eu posso deixar de ver o que acontece. E como disse no Facebook/Twitter, se isto faz de mim menos torcedora dele, paciência.

Sobre a corrida, o quarto lugar, pouca importa. Estou triste e desanimada. Muito mesmo!

Para quem quiser ver, abaixo a entrevista onde ele falou o que está no texto acima.


Beijinhos, Ludy

3 comentários:

Carlos disse...


A Ferrari hoje uma equipe mascarada(falsa) não mostrou serviço dos treinos e ainda seu piloto Vettel reclamando em cima do Alonso como foi noticiado, quem deveria ganhar a segunda posição e terceira são os pilotos da Force India, tomara que leva um surra da Red Bull ou da Force India se esta equipe encontrou alguma solução dos seus problemas ou a Williams. Hoje a Ferrari ameaça só faz cosquinha e leva uma surra da Mercedes mas ao longo do campeonato espero leva um solapado na Red Bull, Force India ou da Williams pois a Ferrari merece.

Anônimo disse...

Ludmila, diga!: será a última vez que isto acontece.
Concordo com você, ele é segundo piloto. INFELIZMENTE. Agora, ele deve ter pessoas
contra ele na equipe e no box a comecar
pelo Chefe da equipe que torce pelo Vettel( vide elogios) porque o Kimi é o culpado.
Cristina.

Octeto Racing Team disse...

Última vez? Não, não será não, Cristina. Infelizmente. Se ele não tivesse aceitado isto até poderia não acontecer novamente, mas ele também não se revolta, então...

Eu me irrito porque me incomoda como torcedora dele, mas tenho que aprender a ficar menos irritada, porque isto não mudará.

Arrivabene não gosta dele, finge apenas, mas se Kimi não vê, fazer o quê?

abs, Ludy