28 de junho de 2016

Que nojo!

Chefe elogia dupla da Ferrari e defende Räikkönen: “Quando carro está lá, não é inferior a ninguém”

Chefe da Ferrari, Maurizio Arrivabene elogiou Kimi Räikkönen e avaliou que, quando o carro colabora, o finlandês não é inferior a ninguém. Dirigente voltou a negar pressa em definir a dupla de 2017

Kimi Räikkönen pode não estar em sua melhor fase, mas está longe de desagradar a Ferrari. Na visão de Maurizio Arrivabene, o finlandês é imbatível quando o carro colabora.

O contrato de Kimi com a escuderia de Maranello chega ao fim neste ano, o que resultou em uma onda de rumores, com Sergio Pérez e Daniel Ricciardo sendo apontados como possíveis substitutos. A Ferrari, porém, não tem pressa e tem elogiado o trabalho de Räikkönen.

O finlandês ocupa hoje a quarta colocação no Mundial de Pilotos, 15 pontos atrás de Sebastian Vettel, o terceiro, e com 60 de atraso para Nico Rosberg, o líder da F1.

Eu disse várias vezes que nós temos dois pilotos campeões mundiais”, disse Arrivabene ao site norte-americano ‘Motorsport.com’. “Sebastian queria vir para a Ferrari — era a ambição dele, assim como é a de muitos pilotos. Ele é focado em seu trabalho e acho que quer ficar aqui por um longo tempo”, seguiu.

“Kimi está dando sua contribuição no Mundial de Construtores e ele foi bem na primeira parte da temporada 2016. Quando o carro está lá para ele, não acho que ele seja inferior a ninguém”, opinou. “Mas ainda é muito cedo para dar respostas definitivas para o próximo ano — nós ainda temos dois terços da temporada pela frente”, ponderou. 

Ainda, o chefe da escuderia vermelho garantiu que não há favoritismo na equipe e se mostrou bastante satisfeito com os dois pilotos. 

“É um equilíbrio. Tenho uma relação bem direta e honesta com eles, e vice-versa”, falou. “Encaramos um ao outro de forma muito clara e muito direta. Nunca há necessidade de impor alguma coisa, nós simplesmente lidamos com o que precisa ser feito. As características são diferentes”, comentou. 

“Kimi é mais introvertido, mas, no último ano e meio, ele começou a falar mais e é muito preciso quando dá uma indicação. Sebastian é aberto, meticuloso, e doido por detalhes”, descreveu. “Os dois são grandes profissionais, e você pode ver isso quando as coisas não estão indo bem. Em certas situações, você pode ficar desmoralizado, mas nós olhamos para o que aconteceu e seguimos em frente. Se vocês se encontram no jantar, eles são caras legais, inteligentes, que têm de lidar com muitos problemas. Eles leem bastante e tem olhos que vão além do paddock”, concluiu.

Fonte: Grande Prêmio

Eu estou sem palavras para descrever o nojo que sinto ao ler tudo isto, então os gifs bastam.


Para encerrar, depois desta declaração aqui "Quando o carro está lá para ele, não acho que ele seja inferior a ninguém”, deixo a pergunta: que tipo de chefe faz este tipo de "elogio" ao seu empregado? É vergonhoso de tão claro o pouco valor que Kimi tem dentro desta equipe.

Eu tenho lutado muito, muito, para não me importar, mas há momentos em que não dá. É maior do que eu.


Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: