19 de junho de 2016

Nico vence com facilidade em Baku

Com o clássico e sempre feliz clichê "de ponta a ponta", Nico Rosberg vence Baku e aumenta novamente a diferença na tabela para Lewis Hamilton o segundo colocado na temporada. O inglês que largou da décima posição não foi além de um quinto lugar. No pódio, com a Mercedes, a Ferrari de Vettel e a Force India com Sergio Perez.

Em Baku, largada limpa dos dez primeiros e sem incidentes. Só no final do grid algum enrosco, mas sem grandes consequências como uma bandeira vermelha ou SC, por exemplo. Rosberg manteve a ponta e logo as Ferraris chegaram para completar os três primeiros. 

Hamilton, que largou em décimo praticamente largou de pantufas de tão cuidadoso para não se envolver em problemas nas primeiras voltas. Logo, o inglês já escalava o pelotão, mas sempre muito cuidadoso.

Alguém avisa os líderes do Azerbaijão que sacolas retornáveis são o futuro. A quantidade de sacolinha de mercado na pista deixou os pilotos irritados dado o perigo de uma delas ser sugada e entrar em uma radiador e causar problemas.

Kimi vinha bem em uma terceira posição e recebeu uma punição de 5 segundos por ter feito uma manobra proibida e passado sobre as linhas de entrada do pitlane (ou segundo informações da Mariana Becker, porque saiu fora da pista com as quatro rodas para ultrapassar Ricciardo) . Com isso, mesmo em posição de pódio - terceiro - tem os 5 segundos acrescentados no tempo final e perderia a posição para a Carla Perez mesmo que o mexicano não o tivesse ultrapassado na ultima volta.

Mais tarde, Kimi vinha bem novamente, mas a equipe decidiu que Vettel teria de ultrapassar Kimi. O finlandês não impôs dificuldade mas completou pelo radio "mas pede para ir logo e não ficar me atrapalhando". Triste o modo como a Ferrari trata Kimi, o cara que deu o ultimo título que o cavalinho rampante viu.

A corrida foi beeeeemmmm entediante. Se esperavam carros no muro e muito SC ficaram frustrados. A curvinha apertada com a torre do castelo não rendeu nada além de boas fotos. Todo mundo muito cuidadoso e pensando no que faz. Essa corrida deve ficar legal com chuva. Quando é a temporada de chuva do Azerbaijão? Marquem as próximas nessa época.

Os carros da Mercedes não são legais quando se trata de recuperar posições. Hamilton não foi muito além e Nico nas provas anteriores também deu nos nervos quando tinha que escalar pelotão. Parece uma padrão que se forma. Carro estupendo, desde que não tenha que ganhar posições vindo de trás.

Falando me Hamilton, ele ficou realmente irritado com o carro e o desempenho. Começou a falar com equipe pedindo para consertar o que estava sentindo errado, mas a equipe não pode mais ficar orientando o piloto sobre tudo. Resultado? Bons diálogos de rádio em que Hamilton diz que vai fazer tal coisa e o engenheiro completa "não posso dizer se pode ou não fazer isso"e Hamilton completa: "vou apertar todos os botões até arrumar". Sensacional. Fiquei esperando o engenheiro começar a dizer se estava quente ou frio.

Alonso, que vinha remando a corrida toda, acabou morrendo na praia. Faltando menos de 10 voltas para o final, o espanhol foi para p box e não mais voltou. Button,  com a outra Mclaren, se segurava como dava na 11º posição.

Sim! Os teams radios forma mais emocionantes do que a corrida em si - não que eu como torcedora do Nico reclame de uma prova linda assim, claro - e depois de Hamilton querer brincar de quente e frio com o engenheiro, Kimi também tentou. Perguntou algo, o engenheiro respondeu que não poderia dar aquela resposta dado o regulamento e kimi não teve duvidas "é claro que você pode dizer sim ou não".

By Lu

Nenhum comentário: