13 de maio de 2016

Bom ritmo

Vettel ressalta “bom ritmo” em Barcelona e aposta em evolução no fim de semana: “Podemos ter uma Ferrari forte”

Sebastian Vettel não ficou plenamente satisfeito com o que viu da Ferrari nesta sexta-feira em Barcelona, classificando seu dia como “ok”. Entretanto, o tetracampeão acredita em um salto de qualidade na sequência do fim de semana, mas ainda demonstrou certa cautela, sobretudo com o que fez a Mercedes nos dois primeiros treinos do fim de semana

Sebastian Vettel começou no topo da tabela de tempos o fim de semana do GP da Espanha de F1. Em Barcelona, o alemão, usando pneus macios, cravou a melhor marca da manhã, mas claramente numa performance distinta em relação a Nico Rosberg e Lewis Hamilton, com a Mercedes usando apenas pneus médios. Na parte da tarde, em condições iguais, Vettel não foi tão bem e se colocou apenas em quarto lugar, ficando a 1s095 da marca de Rosberg, dono do melhor tempo desta sexta-feira (13).

Assim, Vettel não ficou plenamente satisfeito com o que a Ferrari apresentou ao longo do dia, mas, por outro lado, o tetracampeão acredita em um salto de qualidade na sequência do fim de semana na Catalunha.

“Acho que esta tarde foi um pouco mais difícil. Não tão boa quanto a manhã, mas acho que ainda podemos trabalhar no carro, melhorar ao longo da noite, ficamos fortes fazendo isso”, destacou o alemão, que fez uma análise do dia em si.

“Ainda que hoje não tenha sido um dia perfeito, acho que devemos estar bem. A primeira impressão é que o ritmo é bom, mas nós podemos confirmar isso amanhã. Mas isso depende do que as outras pessoas fizeram hoje. Acho que nós podemos dar um passo em frente e ter uma Ferrari forte”, previu Vettel, sempre atento com o que a Mercedes pode fazer. 

No fim das contas, ainda que a Ferrari tenha andado bem, sobretudo com Kimi Räikkönen à tarde, Vettel sabe que o que importa são os próximos dias. “Obviamente, nós precisamos confirmar isso não apenas hoje, precisamos confirmar especialmente amanhã e no domingo”, encerrou o tetracampeão do mundo.

Fonte: Grande Prêmio

Parece que a Ferrari estará competitiva. Veremos.

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: