1 de maio de 2016

22 anos sem Ayrton

Uma foto publicada por FORMULA 1® (@f1) em


Acho que esta é uma das poucas vezes na vida em que concordo com Niki Lauda.

E sobre os 22 anos sem Ayrton, só quem viveu aquele domingo tão chocante vai entender o vazio que nós, admiradores do tricampeão, sentimos mesmo tanto tempo depois, a cada dia 1º de maio. Senna não foi perfeito fora das pistas, ninguém é. Mas ele foi dentro delas. O maior piloto que eu vi correr. O maior para mim. Saudades Ayrton. Sempre. 

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: