14 de abril de 2016

Tranquilo

Vettel vê Ferrari em condições de travar “dura luta” com Mercedes e diz: “É só uma questão de reunir todos os ingredientes”

Inabalável após abandono no GP do Bahrein, Sebastian Vettel avaliou que a Ferrari tem condições de travar uma boa briga com a Mercedes em 2016. Germânico apostou na evolução do time italiano e considerou que é apenas uma questão de reunir ingredientes

Nem mesmo os problemas de confiabilidade registrados pela Ferrari nesse início de temporada foram capazes de abalar a confiança de Sebastian Vettel. O germânico acredita que a escuderia italiana pode travar uma “dura luta” com a Mercedes em 2016.

Nas primeiras duas corridas da temporada, Vettel e Kimi Räikkönen registraram um abandono cada. O finlandês abandonou a prova australiana por conta de um problema com o turbo, enquanto o germânico teve um problema de motor antes mesmo da largada do GP do Bahrein.

“A performance ainda não é o que gostaríamos o que fosse, então podemos dizer que há alguns pontos negativos”, começou. “Mas não tem nada que me abale ou me deixe nervoso para esta temporada ou para as próximas corridas, porque eu sei que este time é muito forte e sei que podemos melhorar bastante, então sei que o potencial está lá”, afirmou.

“É só uma questão de reunir todos os ingredientes, o que esperamos que aconteça em breve, mas tenho certeza de que vai acontecer e que estaremos em uma posição forte para lutar duro com a Mercedes este ano”, avaliou. 

Depois do abandono em Sakhir, Vettel se mostrou confiante de que não terá o mesmo problema novamente, afinal, acredita que foram circunstâncias incomuns que levaram à falha no Bahrein. 

“Acho que nós entendemos. Não sou especialista em motor, mas, pelo que me explicaram, foi uma combinação rara de circunstâncias. E isso gerou um grande problema no fim”, contou. “A consequência foi enorme, o que é uma pena. Acontece e agora temos de lidar com isso. Não acho que seja um grande problema. Não muda nada para mim”, assegurou. 

“Obviamente, nós temos um novo motor, mas temos muitas corridas pela frente. Vai ser uma longa temporada, temos de ir passo a passo e ver como vai ser”, concluiu.

Fonte: Grande Prêmio 

Se ele está tranquilo, quem sou eu para falar algo?

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: