6 de abril de 2016

Preparado

Diretor da McLaren exalta comprometimento de Alonso e mostra confiança em tê-lo no GP da China

Uma das grandes expectativas que cerca o GP da China diz respeito à presença ou não de Fernando Alonso no grid de largada. O bicampeão do mundo tentou até o último minuto disputar o GP do Bahrein, mas acabou sendo vetado pelo corpo médico da F1 em razão de uma fissura em uma costela, resultado de um gravíssimo acidente sofrido em Melbourne. Éric Boullier, diretor de corridas da McLaren, mostra confiança em contar com o espanhol em Xangai. Porém, de qualquer forma, o engenheiro francês exaltou sua postura e comprometimento durante todo o fim de semana em Sakhir.

Quando soube definitivamente que não participaria do GP do Bahrein, Alonso não arredou o pé do país insular e ficou até o fim para acompanhar a corrida dos boxes da McLaren, acompanhando de perto a performance de Jenson Button, ficando frustrado com seu abandono, mas também muito feliz com o desempenho do seu substituto, o novato Stoffel Vandoorne, que somou o primeiro ponto da McLaren em 2016.

Boullier elogiou demais o comportamento de Alonso, algo que jamais foi surpresa para ele. “Nunca tive dúvida alguma sobre isso. Só vocês da mídia”, disparou o dirigente durante entrevista coletiva logo após o GP do Bahrein.

Quanto ao fim de semana do GP da China, o diretor da McLaren está confiante na presença de Alonso, mas alertou: quem define a participação do espanhol na pista em Xangai é, novamente, o corpo médico da F1. “Acho que ele está confiante. Mas ele vai se submeter aos exames. A FIA vai examiná-lo e vai decidir se ele correrá ou não.”

Em sua conta no Instagram, Alonso disse que já está de volta aos treinamentos visando o GP da China. O piloto, inclusive, está na lista dos competidores que fizeram a escolha dos 13 jogos de pneus para o fim de semana no circuito de Xangai.

De qualquer forma, a presença de Alonso do outro lado do pit-wall se mostrou bastante proveitosa, segundo Boullier. “Foi uma experiência muito boa também. Ele transmitiu alguns comentários muito bons via rádio. Todos eles foram muito construtivos”, elogiou.

Ao comentar sobre o fim de semana como um todo, o diretor da McLaren enxergou fatos positivos no fato de ver sua equipe somando ponto logo na segunda corrida do ano e com um desempenho que é muito melhor em relação ao fracassado ano de 2015.
  
 “Nosso desempenho, o equilíbrio do carro, são bons, e os pilotos se mostraram felizes com o carro. Tanto o chassi quanto a unidade de potência estão convergindo para algo um pouco melhor, então vamos avançar. O fato de que estamos lutando por pontos já é uma melhoria, e sabemos onde podemos melhorar”, disse, mirando para a Honda.


“Sabemos que não temos a unidade de potência mais forte, que é uma das razões pelas quais sabemos que podemos obter alguns ganhos em relação onde estamos hoje”, finalizou.
(fonte: Grande Prêmio)

***

“Nunca tive dúvida alguma sobre isso. Só vocês da mídia”... HAHAHAHHAHAHAHA

Aliás, a imprensa adoraaaa criticar e inventar histórias sobre Alonso.

Bjuss, Tati

Nenhum comentário: