30 de abril de 2016

Nada satisfeito

Räikkönen mostra desânimo, revela “briga para achar melhor acerto” e se culpa por erros na classificação em Sóchi

Sem a concorrência de Lewis Hamilton, que nem acelerou no Q3, e de Sebastian Vettel, punido com a perda de cinco posições no grid, Kimi Räikkönen tinha caminho livre para lutar pelo menos pelo segundo lugar no grid do GP da Rússia. Mas o finlandês falhou no momento crucial e foi superado pelo compatriota, Valtteri Bottas

Em teoria, um terceiro lugar no grid de largada, levando o cenário atual da F1 e a ordem de forças, com a Mercedes melhor que todo o resto, seria para comemorar. Mas considerando que Kimi Räikkönen não teve a concorrência de Lewis Hamilton, que sequer acelerou no Q3 do treino classificatório do GP da Rússia, e de Sebastian Vettel, que foi punido e perdeu cinco posições no grid, ficar atrás até de Valtteri Bottas foi considerado um resultado bastante frustrante pelo piloto da Ferrari na tarde deste sábado (30).

Kimi anotou o quarto melhor tempo da sessão, que se converteu em terceiro lugar no grid de largada, ficando atrás do pole-position, o dominante Nico Rosberg, de Vettel, que de segundo caiu para sétimo, e de Bottas, que surpreendeu e vai largar em segundo com a Williams.

Bastante desanimado, Räikkönen voltou a reclamar da falta de equilíbrio da sua Ferrari e se culpou pelos erros cometidos, sobretudo na última volta do treino classificatório, quando acabou não conseguindo melhorar o bastante para superar Bottas e largar na primeira fila em Sóchi.

“Pisei fundo na última curva, mas lutei o fim de semana todo para encaixar uma volta decente. Fui melhor na classificação, mas continuei brigando com a dianteira em alguns setores da pista”, lastimou o ‘Homem de Gelo’.

“Foi um daqueles dias em que eu fico pensando. A semana toda eu fiquei brigando para encontrar um bom acerto e fazer os pneus funcionarem como a gente queria. Em algumas curvas eu lutei o fim de semana todo”, explicou o piloto mais velho do grid da F1 atual, com 36 anos. 

“Acho que a última volta foi um pouco mais decente, mas em alguns lugares ainda não é o ideal. Então acabei com ela na última curva, mas poderia ter sido muito pior”, finalizou Kimi.

Fonte: Grande Prêmio

Kimi está reclamando do equilíbrio do carro e está insatisfeito com os pneus desde o primeiro treino livre, e os caras não conseguem resolver nem um, nem outro.

Este panorama me deixa mega animada para a prova de amanhã. #SQN

E acho bom o Bottas se comportar na largada!

Beijinhos, Ludy

Um comentário:

Anônimo disse...

Talvez não tenha sido de todo ruim o 3 lugar. Ele vai largar no lado limpo da pista e pode recuperar o 2 lugar pelo menos na largada.
Estou com a sensação de q o Kimi vence amanhã. Não sei explicar como mas sinto.
Andrey