26 de março de 2016

Caminho errado

Villeneuve critica artificialismo da F1 e afirma: “Querer copiar os X-Games é seguir o caminho errado”

Jacques Villeneuve está claramente insatisfeito com os rumos que a F1 está tomando. O canadense afirmou que a categoria precisa parar de querer virar um show e copiar os X-Games para recuperar o prestígio e credibilidade

Jacques Villeneuve foi mais um que criticou o momento da F1. Para o campeão mundial de 1997, a categoria deve deixar de lado a artificialismo e pensar mais no lado esportivo que o de entretenimento.

Villeneuve fez duras críticas ao momento da F1 e deixou claro que não gosta de ver a categoria sendo mais entretenimento do que esporte.

"Tentar transformar a F1 em um show é o caminho errado. A F1 não pode virar aritifical, querer copiar Hollywood, isso pode destrui-la", disse ao jornal francês 'Le Figaro'.

O canadense seguiu com as críticas e se mostrou totalmente contrário aos artifícios por mais ultrapassagens, explicando também que a F1 não pode querer ser X-Games.

"Nós estamos querendo virar os X-Games, isso está errado. Estamos apelando para adolescentes que passam suas vidas fazendo algo diferente a cada dez minutos na internet. Mas a F1 jamais será isso. Não pode querer ser um show de carros explodindo, várias manobras, 10000 ultrapassagens", afirmou. 

Villeneuve não apontou uma direção, mas citou o que a F1 precisa ter para ser respeitada novamente. 

"O que é preciso em um momento como este é recuperar as glórias do passado e o prestígio da categoria para, então, novamente ter credibilidade", completou.

Fonte: Grande Prêmio

A verdade é que ultimamente ficar criando tantos artifícios para mascarar a competitividade da F1 é o que tem feito com que ela perca apelo.

Não gosto do DRS (para mim não são ultrapassagens de verdade), odiei o novo formato de classificação e não gosto do fato de termos apenas uma fornecedora de pneus.

Acho que ser mais simples nas regras já ajudaria a categoria a retomar um pouco do rumo.

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: