12 de fevereiro de 2016

Ferrari mais branca

Jornal italiano divulga primeiras imagens da nova Ferrari e confirma 'faixa branca' inspirada em carro da década de 70

Para evitar o que consideraria como “tragédia” - ficar sem o título de 2016 -, a Ferrari vai à pista inspirada em um carro vencedor. O jornal 'La Reppublica' revelou como será o carro deste ano, confirmando as expectativas de que haverá uma boa parte do carro pintada em branco

A Ferrari vem mesmo com um alto tom branco em seus carros de 2016. O jornal italiano 'La Reppublica' divulgou nesta sexta-feira (12) a primeiras imagens do modelo que será guiado por Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen durante os primeiros testes em Barcelona e as 21 etapas do campeonato da F1. E, sim, a equipe resgata a história iniciada em 1975, aplicando uma camada branca considerável sobre a cobertura do motor.

A primeira vez que a Ferrari aplicou tons de branco em seus carros foi com a 312T de 1975, com a qual Niki Lauda foi campeão, bem como a 312T2 de 1976, com a qual se deu a lendária história retratada no filme 'Rush - No Limite', também tinham os detalhes em branco. 'La Reppublica' informou em sua edição impressa e no site que se trata da versão oficial feita em estúdio pelo time de Maranello.

Houve uma repetição da pintura nos anos 90. Jean Alesi e Gerhard Berger estavam destinados a tirar a Ferrari da maior fila de sua história, que começara em 1979 e acabaria apenas em 2000, com um layout neste estilo em 1993. 

Ao jornal 'La Gazzetta dello Sport', o presidente Sergio Marchionne afirmou que, se a equipe não for campeã neste ano, a Ferrari vai viver uma "tragédia". Algo curioso a se dizer saindo de uma temporada que, apesar de boa e resiliente do time rosso, foi de apenas três vitórias em 19 corridas e reforçou o domínio completo da Mercedes. Especialmente já que só um dos pilotos da Ferrari, Sebastian Vettel, mostrou forças para competir com Lewis Hamilton e Nico Rosberg. 

A equipe de Maranello vai lançar oficialmente o carro 2016, dando-lhe o nome, em 19 de fevereiro. Lá, espera-se também que Vettel batize o chassi que vai tentar bater as Flechas de Prata da atual bicampeã Mercedes.

Fonte: Grande Prêmio

Não gostei. Sou tradicional. Gosto do vermelho no carro todo. Mas também pouco me importa a cor. Isto é preocupação para quem é apaixonado por esta equipe e eu não sou. Muito pelo contrário.

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: