22 de janeiro de 2016

Villeneuve deixa a F-E

Por “discordância sobre o futuro”, Villeneuve rompe contrato com Venturi e deixa de correr na F-E após três etapas

Jacques Villeneuve chegando à F-E pelas mãos da Venturi foi uma das grandes atrações desta segunda temporada da categoria das carros elétricos, mas não durou muito. O campeão mundial da F1 em 1997 e a equipe monegasca acordaram em encerrar o contrato e encerrar a experiência após apenas três finais de semana

Mal deu tempo de aproveitar o que foi uma das maiores histórias do período de pré-temporada da F-E: Jacques Villeneuve está fora da Venturi após três finais de semana e duas largadas na categorias dos carros elétricos. O campeão mundial de 1997 e a equipe monegasca chegaram a um acordo de rescisão contratual que libera ambos.

Os motivos da saída de Villeneuve do que foi sua primeira participação regular em um campeonato em uma década, segundo a própria Venturi divulgou no Twitter, são "discordâncias sobre o futuro do time". O site norte-americano 'Motorsport.com' ainda afirma que será Mike Conway o substituto do canadense.

Conway, por sinal, chegou a testar carros de algumas equipes da F-E na pré-temporada passada, em 2014, quando quase todas as vagas ainda não estavam preenchidas. O britânico era dado como certo em alguma das dez equipes, mas preferiu terminar a temporada que fazia na Indy e ficar com a Toyota no WEC. Ele foi o comentarista do canal oficial da F-E, substituindo Dario Franchitti, nas etapas de Mônaco e Berlim no ano passado, quando o escocês teve outros compromissos.

Villeneuve estreou na F-E em Pequim, onde não fazia uma grande corrida e ainda acabou abalroado por António Félix da Costa no que foi um erro pelo qual o português se desculpou - e Jacques também reclamou de Simona de Silvestro -, terminando no 14º lugar. Depois, em Putrajaya, melhorou e foi o 11º colocado após largar em 12º. No último final de semana, terminou batendo na classificação e sequer conseguiu largar, porque o carro não foi reparado a tempo. 

Para piorar a situação de Villeneuve, o companheiro Stéphane Sarrazin vive uma boa temporada, com pontos nas três provas até aqui. 

Agora sem Jacques, a F-E volta em 6 de fevereiro, sábado de Carnaval, com o eP de Buenos Aires.

Fonte: Grande Prêmio

É... deu xabú!!!! Jacques não estava conseguindo fazer boas provas, infelizmente.

Pelo menos terminaram sem muita confusão. 

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: