7 de janeiro de 2016

Muita calma nesta hora

Cauteloso, Vettel diz que ainda é cedo para fazer previsões sobre 2016: “Com sorte, vamos ter um ano melhor”

Terceiro colocado na última temporada, Sebastian Vettel deixou a euforia de lado ao falar sobre o que projeta para 2016. Sem ainda ver o novo carro da Ferrari na pista em comparação com a rival Mercedes, o tetracampeão do mundo evitou fazer qualquer tipo de previsão

Sebastian Vettel é conhecido pela sua discrição, cautela e pés no chão quando tece comentários a respeito do que espera para o futuro. Da mesma forma, às vésperas de começar os trabalhos de sua segunda temporada como piloto da Ferrari, o tetracampeão do mundo foi muito cuidadoso e deixou claro que, ao menos por enquanto, não há como fazer qualquer tipo de previsão sobre o nível do carro de Maranello em relação à rival Mercedes.

A pré-temporada da F1 começa apenas em 22 de fevereiro, em Barcelona. Até lá, a Ferrari trabalha para desenvolver o carro de 2016, ainda sem nome definido. Sergio Marchionne, presidente da escuderia italiana, já afirmou que o projeto tem um leve atraso em razão dos trabalhos desempenhados na SF15-T, de 2015, mas avisou que nada servirá como desculpas.

Mas Vettel prefere deixar a empolgação de lado antes de ver o novo modelo da Ferrari ir à pista e ter uma ideia melhor do verdadeiro nível de performance da escuderia. 

Em coluna escrita para o jornal ‘TZ’, de Munique, Vettel falou sobre como foi sua expectativa para a temporada passada e os passos trilhados num ano marcado pelo renascimento da Ferrari e dele próprio. Depois de um ano de seca e sem vitórias em 2014, Seb trocou a Red Bull pela Ferrari e voltou ao topo do pódio três vezes: em Sepang, Hungria e Cingapura.

“A Ferrari e eu estávamos preparados, em princípio, para um ano difícil. Ninguém esperava três vitórias. Mas o mais importante foi a consistência que tivemos ao demonstrar que estávamos no caminho certo. No entanto, ainda há muito o que fazer e não devemos nos esquecer em que posição começamos”, declarou o alemão. 

“As coisas foram um pouco difíceis no começo, e agora se tornaram mais fáceis. Acredito que, passo a passo, tudo será conquistado. Claro, a tentação de pensar agora em coisas grandes para este ano que vem é alta, mas não devemos nos esquecer de todos os pequenos passos que é preciso dar para percorrer o caminho”, recordou Vettel, lembrando que a Ferrari mexeu muito no seu quadro técnico, e isso acabou sendo benéfico para a reação do time. 

“No inverno passado, houve uma grande mudança na equipe com muita gente nova, e muitos deles mudaram suas posições, de modo que também é um processo que leva tempo. Com sorte, vamos ter um ano melhor em 2016, mas ainda é muito cedo para fazer previsões”, avisou o tetracampeão mundial de F1.

Fonte: Grande Prêmio 

Falar muito nesta época só traz problemas quando a temporada começa. Tem que falar pouco mesmo. Sem expectativas.

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: