27 de janeiro de 2016

Confiança

Vettel mostra confiança no trabalho da Ferrari com novo carro e fala em lutar pelo título na F1 em 2016

Na visão de Sebastian Vettel, “seria fantástico vencer na Austrália, mas a meta é estar no topo da tabela no fim da temporada”. O alemão, após os testes com os novos pneus de chuva desenvolvidos pela Pirelli, disse que vai intensificar o trabalho de condicionamento físico e também no simulador antes dos testes da pré-temporada, com início previsto para 22 de fevereiro

Restando menos de dois meses para a abertura da temporada 2016 do Mundial de F1, parte dos fãs e espectadores da categoria colocam em Sebastian Vettel todas as esperanças em ver fim ao domínio da Mercedes, que já vem desde 2014. E o tetracampeão acredita que pode levar a Ferrari a brigar de igual para igual com os carros prateados na luta pelo título deste ano. Confiante no trabalho desempenhado pela equipe italiana no novo carro em Maranello, o piloto alemão tem fé em ser competitivo logo na primeira corrida do Mundial, o GP da Austrália, em 20 de março. Contudo, mais do que uma vitória em Albert Park, a meta de Seb é terminar o ano como o número 1 da F1.

“Vencer na Austrália seria fantástico, mas nossa meta é estar no topo da tabela no fim da temporada”, declarou Vettel em entrevista ao diário italiano ‘La Gazzetta dello Sport’ após o fim da bateria de testes com pneus de chuva da Pirelli em Paul Ricard, no começo desta semana.

Vettel foi à pista na última terça-feira (26) e, aproveitando a pista menos molhada em relação à segunda-feira, marcou o melhor tempo no acumulado dos testes. Nada, portanto, significativo, uma vez que todas as equipes presentes a Le Castellet usaram os carros com a especificação de 2015. Mas, ainda que tenha considerado difícil avaliar o quanto evoluíram os pneus de chuva, Sebastian aproveitou para voltar a acelerar um carro de F1.

“Foi gostoso, mas, obviamente, testar pneus tão diferentes torna difícil dizer o quanto eles são bons. Não dá para comparar [com os antigos] Tive uma impressão melhor dos pneus em certos pontos da pista, enquanto outros funcionaram melhor em outras áreas. Foi um dia útil, e os resultados aparentemente foram bons”, pontuou.

Daqui até o começo da pré-temporada, Vettel terá pouco mais de três semanas de intervalo. Mas o alemão não pretende ficar parado até lá. “Estou pensando em ir a Maranello algumas vezes para trabalhar no simulador de modo a ficar pronto. Também preciso melhorar meu condicionamento físico, especialmente depois do Natal”, disse.

Questionado pelo jornal italiano sobre as declarações do presidente da Ferrari, Sergio Marchionne, que antes do Natal disse que desejaria ver a escuderia de Maranello abrindo a temporada 2016 já com vitória, Vettel minimizou.

“Não precisamos que nosso presidente nos diga que precisamos vencer na Austrália, isso é algo que todos nós já sabemos. Todos nós queremos isso e todos nós sabemos que a diferença para a Mercedes na temporada passada foi grande demais para alcança-los. Algo mudou, e vamos ver como as coisas vão acontecer após os testes, mas não devemos ficar falando muito neste momento”, afirmou o alemão. 

“O desenvolvimento do novo carro continua, e certamente vamos tentar vencer em Melbourne, ou somar o máximo possível em pontos. Levando em conta que são 21 corridas, se alguém me perguntar se eu gostaria de vencer logo de cara ou então conquistar o título, enfim, não há comparação”, finalizou o tetracampeão. 

Fonte: Grande Prêmio 

Se os pilotos não sentirem confiança na equipe ou no carro, quem sentirá? Eu que não...

Enfim, querem saber? Para mim pouco importa quem vai estar na frente ou não na Austrália. No final, o que vale é o título no final da temporada. Isto sim.

E o Marchionne, como todo "bom" presidente da Ferrari, sendo um babaca. O que obviamente não me surpreende. Gostei da resposta do Vettel.

Kimi também comentou sobre isto ao ser perguntado na segunda, após o teste, postei o vídeo aqui. E ele falou a mesma coisa, é claro que querem vencer, mas é preciso ver como as coisas vão decorrer com os testes e a temporada.

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: