28 de dezembro de 2015

Ué? Mas não era liberado?

Wolff vê domínio da Mercedes ruim para F1 e fala em liberar briga entre Hamilton e Rosberg em nome do espetáculo

A adoção da nova ‘Era Turbo’ na F1, em 2014, culminou com uma nova dinastia no esporte. Depois dos quatro anos de domínio da Red Bull, em ter 2010 e 2013, a categoria viu a supremacia dos carros prateados da Mercedes, sobretudo com Lewis Hamilton, que conquistou o título nas últimas duas temporadas. Embora a F1 seja desde sempre cíclica, com épocas marcadas por domínios desta ou daquela equipe, o fato é que a soberania da Mercedes vem sendo muito criticada. 

O próprio Toto Wolff, diretor-esportivo da Mercedes, entende que o monopólio prateado é ruim para o esporte e, embora queira que tal quadro continue em 2016, o dirigente austríaco até cogita uma disputa mais aberta e liberada entre Hamilton e Nico Rosberg para elevar o espetáculo na categoria. 
“Nosso domínio é ruim para a F1. Torna as corridas aborrecidas. No momento em que você se converte em dominador absoluto, a marca sofre. Você se converte no lado obscuro”, declarou o chefe da equipe alemã em entrevista ao diário ‘Daily Mail’.
“Quero que o domínio continue, mas se isso continuar assim, tenho de pensar no que fazer para não ser inimigo [da F1] e ajudar para que haja espetáculo. Talvez deixar a briga livre entre os dois completamente. Essa seria uma solução”, declarou o dirigente.
Entretanto, Wolff deseja que um eventual quadro de disputa liberada entre os pilotos não se torne guerra. Muito pelo contrário. O austríaco deseja que nada extrapole a esfera esportiva de uma batalha entre Hamilton e Rosberg, que viveram às turras e trocaram farpas ao longo de 2015.
“Não quero lutas na equipe. Os boxeadores lutam, mas não os treinadores e nem ninguém ao redor do ringue. Eles lutam muito duro durante a batalha, mas quando termina, você pode ser um esportista e abraçar seu inimigo”, disse, para em seguida alertar. “Mas o dilema está aí. É muito fácil quando é apenas uma teoria”, concluiu.

Fonte Grande Prêmio

Só uma pergunta: Ué?!? Não era liberada a briga entre eles? Não havia igualmente, Toto? 

By Lu

Um comentário:

Julia Souza disse...

Kkkkk contraditório! Será que Toto tá precisando de alguém para escrever as suas declarações a imprensa?