16 de novembro de 2015

Ele sempre encontra desculpas

Rosberg fala que Hamilton sempre encontra “desculpas” quando não vence e ironiza: “Ele é muito inteligente”

Lewis Hamilton sempre tenta procurar "desculpas" quando não vence. A opinião é de Nico Rosberg, vencedor do GP do Brasil de F1, neste domingo (15), em Interlagos. O alemão, que largou na pole, liderou de ponta a ponta e quase nem foi ameaçado pelo colega de Mercedes, que, em determinado ponto da prova, questionou a equipe prateada por uma mudança na estratégia de paradas, em uma tentativa de superar o rival e brigar pela vitória.

A esquadra chefiada por Toto Wolff, entretanto, não permitiu ao inglês uma alteração na tática, apesar da insistência. Ao fim da corrida, o inglês pediu mais liberdade e disse que queria arriscar. O tricampeão também afirmou que tinha mais ritmo e contava com uma mudança na tática para tentar a ultrapassagem.

 "Estou aqui para correr e quando nós dois temos de fazer praticamente a mesma coisa na mesma ordem, é algo que foi definido desde o começo, então com certeza eu estava no modo: 'Se houver outra estratégia, vamos lá, vamos assumir alguns riscos, vamos fazer o que der'. Mas eles estavam naquela de 'cuide dos seus pneus'. E eu: 'Não, quero correr. É isso que as pessoas querem ver'", afirmou Hamilton.

Rosberg, por sua vez, vê a situação de forma diferente. "Lá na ponta, eu tinha um ritmo e vantagem em cima de Lewis, então, com certeza, ele não viria para cima, porque, no fim da corrida, eu estava seis segundos à frente."

"Lewis é muito inteligente, então acho que encontrará muitas desculpas quanto precisar", acrescentou o filho de Keke.

O alemão ainda foi questionado que, depois da mudança feita pela Pirelli com relação à configuração dos pneus, seu rendimento melhorou muito também, embora tenha vindo tarde demais para a disputa do título "Não. eu não penso assim", insistiu.

"Eu acho que apenas melhorei meu rendimento", completou.

E aí foi Hamilton que discordou. "A partir de Cingapura houve uma mudança no carro. Seja lá o que tenha acontecido fez a diferença, mas eu não sei o que foi realmente", disse o britânico.

Fonte: Grande Prêmio

Meu deus! Nico já foi embora? Quero dar um beijo nele NESSE MOMENTO!

Hamilton nunca reclama quando o outro é prejudicado, mas ele se beneficia e não tem a mesma atitude mesmo com o título já garantido. 

Nico ainda é seguro o suficiente para assumir os próprios erros e não colocar a desvantagem no campeonato sobre os pneus. 

Espero sinceramente que ele se mantenha assim forte de mente para o ano que vem também. O bate boca com o Lauda parece ter sido bom. Aliás, a cara do lauda e do Toto ontem na bandeirada era descaradamente contrariada.

By Lu

Um comentário:

Julia Souza disse...

Quando a situação é a favor dele, ele não reclama. Hipócrita. Essas coisas eu vi bem em 2007, e depois são os companheiros dele que acabam como chorões. Quero Rosberg com o espírito de guerra em 2016, Hamilton foi campeão com essa facilidade não pq é imbatível, e sim pq não teve adversário, seja lá pq motivo. É um bom piloto,mas já mostrou desequilíbrio, e quando tá pressionado faz muita bobagem, como aquela épica na China em 2007, quando atolou na caixa de brita quando foi para o box.