10 de outubro de 2015

Insatisfeito

Vettel lamenta quarto lugar no grid, diz que “volta não foi rápida o bastante”, mas prevê boa corrida em Sóchi

Sebastian Vettel ficou a 0s053 do terceiro lugar no alinhamento inicial do GP da Rússia, que ficou com Valtteri Bottas, da Williams. Contudo, o tetracampeão acredita que o desempenho no domingo será diferente e, provavelmente, favorável à Ferrari

O desfecho do treino classificatório do GP da Rússia de F1 não foi como o esperado para Sebastian Vettel. Certamente que o tetracampeão não tinha muitas esperanças em derrotar um dos carros da Mercedes, que asseguraram a primeira fila com facilidade, com Nico Rosberg liderando a dobradinha com Lewis Hamilton em segundo na tarde deste sábado (10). Mas o piloto da Ferrari se mostrou frustrado por ter sido superado por Valtteri Bottas.

A diferença que separou Bottas, terceiro lugar no grid, para Vettel foi de 0s053. Em relação ao pole, foi algo muito maior, exatos 0s852. Seb se mostrou insatisfeito com sua última tentativa de volta rápida no Parque Olímpico em Sóchi e acredita que sua posição de largada poderia ter sido melhor.

“Nós poderíamos ter avançado mais uma posição, mas nós simplesmente não estivemos rápidos o bastante no fim. A volta foi ok, mas talvez não tão boa quanto nós deveríamos ter feito”, lamentou. 

Bottas se mostrou bem forte em Sóchi. O finlandês tem um bom desempenho no circuito do Parque Olímpico. Em 2014, o piloto terminou em terceiro e, de quebra, marcou a volta mais rápida da corrida. 

Por sua vez, Vettel entende que o desempenho da Ferrari não foi o melhor ao longo do fim de semana. “Fora isso, foi um pouco complicado para nós. Começamos bem e, em seguida, nos esforçamos para dar grandes passos e melhorar, mas precisamos olhar e entender o motivo [de não ter ido tão bem].” 

A esperança do tetracampeão está em uma boa performance na 15ª prova da temporada 2015 do Mundial de F1. “De qualquer forma, temos um bom carro e devemos ter uma boa corrida”, concluiu.

Fonte: Grande Prêmio 

E pelo jeito, a briga de amanhã de Vettel amanhã será com Bottas.

Beijinhos, Ludy

Nenhum comentário: