22 de setembro de 2015

Sei, sei...

Diretor da Mercedes evita descartar Rosberg da briga pelo título, mas diz que “Hamilton está no auge”

Nico Rosberg manteve vivas as chances de ainda lutar por um improvável título mundial depois de ver seu maior rival, Lewis Hamilton, abandonar o GP de Cingapura. Mas o alemão, em contrapartida, também não brilhou e viu de longe, mas bem de longe, Sebastian Vettel triunfar pela terceira vez na temporada e encurtar a grande diferença para o vice-líder do campeonato.

Toto Wolff, diretor-esportivo da Mercedes, entende que Nico, 41 pontos atrás de Hamilton no Mundial de Pilotos, não pode ser descartado da luta pelo título. Ainda faltam seis corridas para o término da temporada 2015. Entretanto, o dirigente austríaco entende que, em que pese a jornada apagada de Lewis em Marina Bay, Lewis vive a melhor fase da carreira e da vida.

“Ambos estão comprometidos com o título. Mas Lewis está numa grande fase e está no auge da sua vida. Você pode perceber isso com base nos resultados”, destacou Wolff em entrevista ao site oficial da F1 nesta terça-feira (22).

O dirigente foi questionado se considera Fernando Alonso o melhor piloto do grid mesmo vendo, nos últimos dois anos, seus pilotos dominando a F1.

“Fico decepcionado. Acho que ninguém realmente entende como funciona um piloto. Na melhor das hipóteses, você pode ver em um jovem piloto se ele está apto à F1, mas nunca pode prever como ele vai se sair. Tenho visto pilotos promissores que jamais corresponderam e outros que eu não tinha muita certeza sobre e, de repente, eles deram um grande salto”, declarou.

“Agora, na F1, acho difícil dizer quem é o melhor piloto. Poderia lhe dar a minha resposta padrão: os dois que temos estão entre os melhores. Lewis, em sua atual forma, agora provavelmente é o melhor piloto da F1, quando você olha o cronômetro. Isso é um fato comprovado”, emendou Wolff.

Por fim, o chefe da Mercedes deixou claro que não vê qualquer problema em relação ao estilo de vida levado por Hamilton e disse que o britânico se sente à vontade no time. “Lewis sabe exatamente o que ele precisa e qual o ambiente ele precisa estar para ter uma vida feliz. Ele organiza seu entorno ao seu gosto e os resultados falam por si.”

“Uma parte do meu papel é igual a de um treinador de futebol. Você precisa entender que tipo de ambiente um piloto precisa. Alguns precisam de um ambiente estável, outros precisam de um ambiente criativo e outros de um ambiente caracterizado por uma mudança permanente. Os nossos dois caras estão numa fase na qual eles exatamente sabem o que é bom para eles”, finalizou Toto.

Fonte: Grande Prêmio

Vocês também ficaram com a impressão de que a equipe está alinhada para o estilo de Lewis?  Ou eu sou bem neurótica...Well...

by Lu

Nenhum comentário: