Muito quente


Rosberg destaca calor “inacreditável” dentro do carro e admite erro de ajuste entre treinos: “Fomos na direção errada”

Se o dia de Nico Rosberg começou muito bem, terminou de uma maneira inesperada. Nesta sexta-feira (18) aconteceram os primeiros treinos livre em Marina Bay e, após liderar de ponta a ponta a primeira sessão, fechou a segunda apenas no sétimo posto.
No primeiro ensaio do dia, o alemão não apresentou qualquer dificuldade com o carro, fechando na ponta da tabela de tempos com uma marca 0s319 superior ao de seu companheiro Lewis Hamilton. Porém, na parte da tarde, os ajustes não parecem ter trabalhado da forma correta, e o titular da Mercedes acabou mais de 0s6 atrás do ponteiro.

Avaliando sua sexta-feira, Rosberg admitiu que o carro não se comportou da melhor maneira no segundo treino, como havia feito no primeiro. “No primeiro treino livre eu me senti bem no carro, aí fiz algumas mudanças nos ajustes entre as sessões, mas acabou indo na direção errada”, explicou.

“Foi uma boa experiência, já que agora sei o que fazer amanhã. A pista é muito exigente. No geral é ótimo estar de volta para Cingapura já que o evento é muito legal”, continuou.
Outro fator que o piloto chamou a atenção é o calor dentro do cockpit, algo que já era esperado pelo grid. “Estar no carro é horrível, é inacreditavelmente quente para nós, como havíamos esperado”, encerrou.

Fonte: Grande Prêmio 

Passei o dia encerrada em uma reunião imensa. Não vi nada, porém ter a consciência de que se está no caminho errado tem um lado bom: mostra por onde não ir.

By Lu

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Feliz Aniversário, Alonso!!!!