Um ano melhor para o italiano

A F-E tem crescido além das expectativas e o campeonato do ano passado foi bem digno. Cresceu, ganhou espaço e cada vez mais respeito como categoria. É bacana também ver que a categoria atrai dois tipos bem distintos de pilotos: os moleques, bem novos e em início de carreira  que buscam experiência na categoria e os "tiozinhos" que já passaram por grandes categorias - F1 inclusa- e que na F-E tem encontrado um ambiente legal para fazerem o que mais sabem e gostam que é correr. Porém, dessa vez sem as grandes pressões como a da F1.

E ao que tudo indica há um movimento migratório de Octetes tiozinhos para F-E. Trulli abriu as porteiras no ano passado com equipe própria. Nesse ano, além do italiano, Jacques Villeneuve também entra na categoria. Alouu David Coulthard cadê você????

Bem, Trulli, como disse, estreou com equipe própria tendo como pilotos ele mesmo e o Liuzzi. Os resultados do ano não foram expressivos. Foi uma temporada difícil - nada que o italiano não esteja acostumado - em que a equipe ficou com a 10ª posição e Trulli o 20º melhor piloto com 15 pontos. Liuzzi somou apenas 2 no ano todo.

Neste ano, a Trulli ainda não definiu a dupla de pilotos. Os testes estão rolando na pré temporada, mas a equipe está um tanto atrasada ainda. Vamos ver no que vai dar e torcer por um ano melhorzinho para o Xuquinha.

By Lu

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Feliz Aniversário, Alonso!!!!